Parlamento dá luz verde à vacina de reforço para todos
Radio Latina 19.11.2021
Covid-19

Parlamento dá luz verde à vacina de reforço para todos

Covid-19

Parlamento dá luz verde à vacina de reforço para todos

Foto: Marijan Murat/dpa
Radio Latina 19.11.2021
Covid-19

Parlamento dá luz verde à vacina de reforço para todos

Para Martine Hansen a situação atual é alarmante.

O Parlamento deu esta semana mais um passo em direção à administração da dose de reforço da vacina contra a covid-19. A Câmara dos Deputados aprovou uma moção do Partido Cristão Social (CSV) que dá luz verde a uma injeção de reforço para toda a população residente no Luxemburgo.

Em declarações à Rádio Latina, a presidente da bancada parlamentar do CSV, Martine Hansen, defendeu que a “dose de reforço é importante para todos” e que o “Governo não pode hesitar a agir, caso contrário as pessoas também vão hesitar”.

A moção foi aceite com 58 votos a favor, sendo que os dois deputados do partido Déi Lénk abstiveram-se, argumentando que a prioridade atualmente devia ser distribuir as vacinas disponíveis aos países que não têm acesso à vacinação contra a covid-19. Um argumento que Martine Hansen compreende, mas sublinha que para isso há a política de cooperação, e que para os políticos do Luxemburgo, a prioridade tem de ser a situação no país. Hansen lembra que atualmente não parece haver penúria de vacinas.

A moção deve ser abordada esta sexta-feira durante o Conselho de Ministros, no entanto só poderá entrar em vigor com o aval do Conselho Superior das Doenças Infecciosas. Para Martine Hansen o pedido de parecer já devia de ter sido feito há uma semana, uma vez que a situação atual é alarmante.

Segundo o CSV, esta moção também abre caminho a uma campanha de sensibilização, como à abertura de todos os centros de vacinação, em caso de necessidade para vacinar toda a população. Nesta altura, só estão a funcionar três centros (Beval, Ettelbruck, Limpertsberg).

Atualmente, o Luxemburgo administra uma dose de reforço da vacina contra a covid-19 aos maiores de 65 anos e aos profissionais de saúde sem critérios de idade. Também os auxiliares dos dentistas podem aceder à dose de reforço.

Susy Martins

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas