Ouvir músicas de Natal em excesso pode afetar a saúde mental
Radio Latina 13.12.2019 Do nosso arquivo online

Ouvir músicas de Natal em excesso pode afetar a saúde mental

Ouvir músicas de Natal em excesso pode afetar a saúde mental

Foto: Shutterstock
Radio Latina 13.12.2019 Do nosso arquivo online

Ouvir músicas de Natal em excesso pode afetar a saúde mental

O aviso é para quem ouve repetidamente as mesmas músicas durante toda a quadra, segundo alertam os especialistas. Se não for esse o caso, não faltam boas e variadas canções para desfrutar estes dias.

Há quem adore o Natal e há quem não lhe ligue minimamente ou o deteste, mas, como é costume dizer-se em linguagem popular, "tudo o que é demais enjoa". E, segundo alguns psicólogos, a overdose musical desta quadra pode prejudicar a saúde mental, até mesmo dos amantes da quadra. 

O excesso de músicas natalícias pode saturar o cérebro e ser mentalmente esgotante para quem ouve repetidamente os mesmos temas de Natal várias semanas seguidas e horas a fio. 

Acontece, por exemplo, com os lojistas, uma das profissões mais afetadas pelo excesso de canções natalícias que passam nesta altura, alertam vários especialistas, todos os anos, e estudos que analisam o stress sonoro.

"Durante esta época festiva, as pessoas que trabalham em lojas precisam de desligar um pouco a música de Natal, porque se não o fizerem isso realmente impede-as de se focarem no resto. [Uma vez que] gastam toda sua energia a tentar abstrair-se do que estão a ouvir", afirmou a psicóloga Linda Blair ao canal britânico Sky News. 

Da alegria ao stress

De início as músicas de Natal podem avivar sentimentos de alegria e nostalgia, que têm um efeito psicológico positivo, mas com a repetição excessiva, começa-se a sentir aborrecimento, tédio e até angústia, pelo "mero efeito de exposição", como apontou a psicóloga Victoria Williamson à estação americana NBC. 

A especialista explicou que quando se ouvem as mesmas canções durante um período de tempo seguido, o cérebro começa a ficar saturado e a interpretar a sua sonoridade como desagradável. 

Indirectamente, a repetição das músicas pode também exacerbar outros motivos de stress relacionados com a quadra, como os gastos e gestão financeiros ou a organização das viagens familiares. 

 A ideia não é, contudo, abdicar das músicas de Natal, sobretudo se se tiver um forte espírito natalício, mas moderar o seu consumo, a bem da sanidade mental.  



Notícias relacionadas

Europa ainda não sabe o que fazer com o Natal

Sociedade por Ana Patrícia CARDOSO 5 min. 20.11.2020
John Legend