Números recorde de novas infeções só deverão ter repercussões nos hospitais daqui a alguns dias
Radio Latina 7 min. 10.01.2022
Atualidade em síntese 10 JAN 2022

Números recorde de novas infeções só deverão ter repercussões nos hospitais daqui a alguns dias

Atualidade em síntese 10 JAN 2022

Números recorde de novas infeções só deverão ter repercussões nos hospitais daqui a alguns dias

Foto: Christoph Soeder/dpa
Radio Latina 7 min. 10.01.2022
Atualidade em síntese 10 JAN 2022

Números recorde de novas infeções só deverão ter repercussões nos hospitais daqui a alguns dias

Entre os atuais pacientes vacinados e que estão hospitalizados, a maioria são idosos que sofrem de outras patologias. Os pacientes não vacinados, são de uma forma geral mais novos e não sofrem de complicações graves.

“Estamos prontos a reagir a curto prazo”. Uma declaração do médico Romain Nati, diretor-geral do Centro Hospitalar do Luxemburgo (CHL) à RTL, em reação aos números elevados de novas infeções SARS-CoV-2 que se têm registado nos últimos dias.

Segundo o médico, ainda não se sabe se os números recorde registados ultimamente no Grão-Ducado vão ter repercussões nos hospitais do país.

Atualmente, o CHL ainda não teve de desprogramar operações. No entanto, Romain Nati frisa que a repercussão dos números de novas infeções só interfere nos hospitais depois de alguns dias ou semanas. 

Relativamente aos pacientes atualmente hospitalizados com covid-19, o médico garante que tanto há pessoas vacinadas, como não vacinadas. No entanto, é de salientar que as pessoas vacinadas e que estão hospitalizadas são na sua maioria mais velhas, sendo que a maioria sofre de outras patologias. Os pacientes não vacinados, são de uma forma geral mais novos e não sofrem de complicações graves. 

A variante Ómicron tem provocado noutros países uma penúria de profissionais de Saúde, uma vez que muitas pessoas se infetam ao mesmo tempo. No CHL a situação é idêntica, refere Romain Nati. 

Atualmente estão 50 profissionais em isolamento, sendo que 30 são enfermeiros. O diretor-geral do hospital acrescenta, porém, que tudo está a ser feito para manter o bom funcionamento do estabelecimento.

Ministro da Educação descarta para já o regresso do ensino à distância

O ministro da Educação não está, pelo menos para já, a pensar num regresso do ensino à distância, apesar de haver cada vez mais professores em isolamento ou quarentena. Uma garantia de Claude Meisch dada, esta segunda-feira, aos microfones da radio estatal 100,7.

A nova variante Ómicron também tem assolado o pessoal docente, sobretudo no ensino fundamental, em que cerca de 10% dos professores está ausente por estar infetado ou por ter estado em contacto com alguém de infetado com o SARS-CoV-2. No ensino secundário a situação é um pouco melhor. Daí considerar que para já não se justifica regressar ao ensino à distância.

O responsável pela pasta da Educação acrescenta que a introdução do 3G obrigatório nas empresas, a 15 de janeiro, não vai ter como consequência a falta de mais docentes. Segundo Claude Meisch, somente 5% de todos os docentes não têm atualmente um certificado de vacinação ou de recuperação válido.

Luxemburgo está novamente na lista de “alto risco” da Alemanha

O Luxemburgo está desde ontem novamente classificado de “alto risco” de infeção pela covid-19 pela Alemanha. O elevado número de infeções pela covid-19 registada nos últimos dias no Grão-Ducado justificam a medida. 

Como área de "alto risco" os passageiros provenientes do país terão de cumprir várias restrições à chegada à Alemanha. Os trabalhadores transfronteiriços não estão abrangidos por estas restrições. 

A partir de agora qualquer pessoa com mais de seis anos que entre na Alemanha depois de ter estado no Luxemburgo durante os 10 dias anteriores, deve apresentar, qualquer que seja o seu meio de transporte, um certificado de vacinação, de recuperação ou testagem negativa (PCR / antígeno de menos de 48 horas). 

É ainda preciso entregar uma declaração de entrada digital (Einreiseanmeldung) que deve ser preenchida antes de entrar na Alemanha. 

Os trabalhadores fronteiriços, pessoas que fazem viagens de menos de 24 horas na Alemanha e pessoas em trânsito não têm de preencher a declaração.

Luxemburgo. Vacina de reforço para adolescentes já esta semana

Os primeiros convites para o reforço da vacina para adolescentes entre os 12 e 18 começam a ser enviados esta semana no Luxemburgo. Uma informação avançada na sexta-feira pelo Governo. 

Em causa a rápida propagação da Omicron no Grão-Ducado, que nos últimos dias correspondeu a 80 por cento dos testes sequenciados. 

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) ainda não aprovou oficialmente a vacinação de reforço desta faixa etária. O Luxemburgo é dos primeiros países a oferecer a dose de reforço a esta franja da população.

O ministro da Educação luxemburguês, Claude Meisch, manifestou-se esta terça-feira a favor da vacinação de reforço para as crianças com mais de 12 anos. 

Luxemburgo. Fisco recupera 65 mil euros de dívidas ao Estado através de reembolsos da CNS 

As autoridades tributárias luxemburguesas recuperaram, entre 2020 e 2021, 65 mil euros de alguns devedores do Estado através de um mecanismo pouco usual. A recuperação foi feita através da apreensão do reembolso de contas médicas que deviam ser pagas pela Caixa Nacional de Saúde (CNS) aos devedores.

O ministro demissionário da Segurança Social, Romain Schneider, refere numa resposta parlamentar ao partido Pirata que estas apreensões referem-se a pequenos casos individuais. 

Em 2021, foram recuperados um total de 35 mil euros através do dinheiro que a CNS deveria reembolsar a 29 pessoas que estavam em dívida com o Estado. Em 2020 as autoridades tributárias apreenderam, usando o mesmo mecanismo, cerca de 30 mil euros em dívida de outras 23 pessoas. 

Segundo o partido Pirata, esta forma de cobrança coerciva pode impedir o acesso aos cuidados médicos das pessoas em causa por falta de meios financeiros. 

No entanto, o Ministério da Segurança Social esclarece que o Estado tem o poder de cobrar as dívidas "por qualquer meio de que disponha" e que a apreensão pela administração tributária junto da CNS pode ser feita em alguns casos específicos. 

Por exemplo, se o empregador do contribuinte for a CNS ou nos casos em que CNS fica responsável por cobrir a 'incapacidade para o trabalho' do contribuinte, no lugar do empregador.  

Casas de banho da capital vão ter produtos de higiene gratuitos 

As casas de banho públicas da Cidade do Luxemburgo vão ter produtos higiénicos gratuitos para os utilizadores. 

A autarquia da capital apresentou um projeto-piloto com distribuidores de pensos, tampões e preservativos, instalados em cinco casas de banho. 

Numa primeira fase, o projeto-piloto vai ter distribuidores na entrada das casas de banho da Place de la Constitution, Place du Théâtre, Cercle Cité, Glacis e no parque municipal, junto ao barco dos piratas. 

Os próximos locais a receber distribuidores gratuitos de produtos higiénicos são as casas de banho públicas da Place Guillaume II e do Bock.

Depois de um período experimental de seis meses, a comuna vai decidir sobre eventuais adaptações ou extensão deste projeto a outras casas de banho públicas, instalações desportivas e centros culturais. A autarquia está também a desenvolver um projeto-piloto similar numa escola básica e numa estrutura de acolhimento escolar. 

Posto de combustível em Schengen assaltado ao início desta segunda-feira 

Um posto de combustível foi assaltado esta segunda-feira de manhã em Schengen. 

Segundo o boletim diário da polícia grã-ducal, dois indivíduos entraram no estabelecimento pouco depois das 6h da manhã, ameaçaram os empregados com uma faca e roubaram o conteúdo da caixa registadora, cigarros e álcool. Não houve feridos a registar, refere a polícia. 

Os assaltantes fugiram depois numa viatura de marca Dacia, de cor azul/cinza com matrícula francesa, em direção à comuna de Contz-les-Bains, na região francesa da Moselle. Os dois jovens vestiam roupas escuras.

As autoridades abriram uma investigação ao caso. 

Rebelião em Dreiborn. Dois jovens foram enviados para Schrassig 

Funcionários da instituição do centro social-educativo de Dreiborn contactaram a polícia, na noite de sábado, por volta das 22h30, depois de um grupo de seis jovens se ter recusado a voltar às celas. 

Mesmo com a intervenção da polícia, os residentes não cooperaram, tendo agredido os agentes e funcionários da instituição, "primeiro atirando vários objetos contra eles e depois partindo para a agressão física". 

A nota acrescenta que a polícia conseguiu controlar o grupo e reencaminhá-lo de volta às celas. 

O Ministério Público ordenou que dois dos jovens fossem encaminhados para o estabelecimento penal de Schrassig. Três agentes da polícia ficaram feridos e quatro funcionários da instituição e três jovens foram ao hospital para observação.   

Homem colhido por comboio em Schifflange faleceu no hospital 

Um homem de 53 anos que foi atingido por um comboio na estação ferroviária de Schifflange, na passada quinta-feira, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. A informação foi divulgada este sábado pela polícia, que dá conta ainda de que o homem residia no sul do país.   

Redação Latina | Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Au Grand-Duché, 95.993 résidents sont considérés comme guéris du covid-19.
Armeeminister Bausch und General Steve Thull (l.) stellten die Kampagne vor.
03.01.2022 illustration covidcheck covid - check  2G + Horeca, Schnelltest , corona pandemie , Restaurants und Bars , café , Foto : Marc Wilwert / Luxemburger Wort
Le 28 décembre 2020, la campagne de vaccination anti-covid luxembourgeoise débutait par l'injection du sérum à deux infirmiers.
Portugueses no Grão-Ducado, durante um jogo entre o Luxemburgo e Portugal.
A horeca é o principal setor afetado pelas medidas sanitárias de combate à pandemia.
Les personnes qui n'ont pas reçu de dose booster devront se faire tester pour se rendre au restaurant.
Depuis le 28 décembre 2020, le Luxembourg a administré 1.013.421 doses de vaccin anti-covid.