Mulher acorda de coma 27 anos depois
Radio Latina 24.04.2019

Mulher acorda de coma 27 anos depois

Mulher acorda de coma 27 anos depois

Foto: Shutterstock
Radio Latina 24.04.2019

Mulher acorda de coma 27 anos depois

Nos Emirados Árabes Unidos, Munira Abdulla sofreu um acidente de viação. Na altura, para proteger o filho do impacto, colocou-se em frente, tendo ficado em coma. Quase três décadas depois, acordou.

Nunca é tarde para voltar a viver. Que o diga Munira Abdulla que, em 1991, sofreu um acidente de viação que a deixou em coma por 27 anos. Até acordar em 2018, contra todas as previsões dos médicos.

A história é relatada pelo filho ao jornal The National. Ele também estava no momento do acidente. Para o proteger do carro que vinha em direção ao autocarro onde viajavam, Munira abraçou-o. “A minha mãe estava sentada comigo no banco de trás. Quando ela viu o que ia acontecer, abraçou-me para me proteger do impacto”, relata Omar Webair.

O jovem escapou sem ferimentos, mas a mãe teve pior sorte: acabou transferida para um hospital em Londres onde foi declarado o coma. Mais tarde, voltaram para Al Ain, cidade dos Emirados.

Em 2017, o caso voltou a ser notícia quando o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohammed bin Zayed, quis pagar novo tratamento na Alemanha, onde Munira foi submetida a várias cirurgias para corrigir os músculos.

Em julho de 2018, Omar acordou com a mãe a chamar o seu nome. “Era ela. Ela estava a chamar por mim. Sonhei durante anos com aquele momento e o meu nome foi a primeira palavra que disse”, explicou. Aos poucos, Munira foi ganhando consciência do que se passava ao seu redor. Tem hoje 59 anos, continua em tratamentos e já consegue manter algumas conversas com os médicos.

O filho diz que partilha agora a história da mãe “para dizer às pessoas que não percam a esperança em relação aos seus entes queridos”.

Ana Patrícia Cardoso

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.