Maioria dos agressores de violência doméstica vai à consulta obrigatória no Riicht Eraus
Radio Latina 25.11.2021
Violência domésitca

Maioria dos agressores de violência doméstica vai à consulta obrigatória no Riicht Eraus

Violência domésitca

Maioria dos agressores de violência doméstica vai à consulta obrigatória no Riicht Eraus

Foto: DR
Radio Latina 25.11.2021
Violência domésitca

Maioria dos agressores de violência doméstica vai à consulta obrigatória no Riicht Eraus

Os casos de violência doméstica aumentaram 11% em 2020 no Grão-Ducado para um total de 943 casos denunciados, sendo que 278 deles levaram à expulsão de casa do agressor.

No Luxemburgo, quando a polícia intervém devido a casos de violência doméstica, as autoridades advertem o Ministério Público que pode decretar a expulsão do agressor do domicílio. 

O período de afastamento é de 14 dias e pode ser prolongado até três meses, com interdição de contacto com as vítimas. Quando o Ministério Público ordena a expulsão do agressor do domicílio conjugal, este último é obrigado, por lei, a apresentar-se, nos primeiros sete dias de afastamento, no serviço Riicht Eraus.

Este serviço da Cruz Vermelha luxemburguesa propõe um acompanhamento psicológico ao agressor. Em 2020, 78% dos agressores expulsos do seu domicílio frequentaram a referida consulta obrigatória.


"Quando falamos de violência contra mulheres e raparigas, não estamos só a falar de violência doméstica"
No Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, Anik Raskin, da CNFL, lembra que é preciso olhar para todas as formas de violência contra as mulheres e combatê-las em várias frentes.

O Riicht Eraus tratou 465 dossiês no ano passado, dos quais 90% pertenciam a agressores do género masculino e 10% do género feminino.

Em declarações à Rádio Latina, Daniela Cabete, psicóloga do Riicht Eraus, lembra que é primordial o agressor tomar consciência de que teve uma atitude violenta. Muitos sabem que cometeram um erro, mas não conseguem fazer o necessário para mudar de comportamento.

As consultas no Riicht Eraus não só permitem ao agressor tomar consciência da atitude violenta que o agressor teve como também entender o que o levou a esse extremo. Diz ainda Daniela Cabete que o ato violento é só a ponta do iceberg, é um sintoma que esconde uma dificuldade ou um mal-estar que é importante conhecer e no qual é essencial trabalhar para não voltar a ser violento.

As estatísticas são lembradas no âmbito do Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres que se assinala esta quinta-feira.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Taina Bofferding, ministra da Igualdade entre Mulheres e Homens.
Pupils from an elementary school in Bischwiller, eastern France, listen to their teacher, on November 2, 2020, as part of a tribute to slain history teacher Samuel Paty, who was beheaded by an attacker for showing pupils cartoons of the Prophet Mohammed in his civics class, on October 19, 2020, in Conflans-Sainte-Honorine, northwest of Paris. - Schoolchildren across France were to observe a minute of silence at 11:00 am (1000 GMT), as students returned to classes after the autumn break, to remember Samuel Paty, 47, who was killed in Conflans-Sainte-Honorine, outside Paris, on October 16 just as the holiday began. Paty had shown his class a cartoon of the prophet Mohammed for a lesson on freedom of expression, spurring an online campaign targeting him. His killing further set France on edge as French president spearheads a campaign against Islamist radicalism. (Photo by PATRICK HERTZOG / AFP)