Madonna volta a cancelar concertos
Radio Latina 2 min. 26.12.2019 Do nosso arquivo online

Madonna volta a cancelar concertos

Madonna volta a cancelar concertos

Foto: dpa
Radio Latina 2 min. 26.12.2019 Do nosso arquivo online

Madonna volta a cancelar concertos

A tournée de promoção ao seu mais recente disco já teve vários percalços, desde concertos desmarcados, a atrasos e horários alterados. Último cancelamento acontece antes dos concertos de Lisboa.

Madonna voltou a cancelar concertos da etapa norte-americana da digressão Madame X. 

A tournée de promoção ao seu mais recente disco, com o mesmo nome, já teve vários percalços, desde concertos cancelados, a atrasos e horários alterados.

Desta vez, a Rainha da Pop cancelou o último concerto de Miami - e o último em território americano, antes da tour europeia - devido ao agravamento de uma lesão que, segundo revelou a própria cantora, lhe provocou dores "indescritíveis". 

O espetáculo estava marcado para 22 de dezembro, e Madonna desmarcou-o horas antes. Esta quarta-feira, dia de Natal, a cantora justificou, na sua página de Instagram, o motivo do cancelamento. 

"Quando subi a escadas para cantar 'Batuka', no sábado a noite, em Miami, estava em lágrimas devido às dores provocadas pelas minhas lesões, que têm sido indescritíveis, nos últimos dias", começou por dizer na mensagem, que surge acompanhada de um vídeo que ilustra essa momento. 

 "A cada canção que cantava dizia uma oração para que conseguir passar à próxima e continuar o espetáculo. As minhas preces foram atendidas e consegui", prosseguiu, definindo-se como "uma guerreira" que "nunca desiste". 

No entanto, Madonna, que completou em agosto 61 anos, admitiu que desta vez teve de ouvir os sinais do seu corpo e aceitar as "dores como um aviso". "Passei os dois últimos dias [segunda e terça-feira] com médicos", contou, explicando que foi submetida a uma série de exames, como "radiografias, ultrassons, raios-x". 

Ver esta publicação no Instagram

I was in tears from the pain of my injuries, Which has been indescribable for the past few days With every song I sang, I said a prayer that I would make it to the next and get thru the show. My prayers were answered, And I made it. I consider myself a warrior I never quit, I never give in, I never give up!! However this time I have to listen to my body And accept that my pain is a warning I want to say how deeply sorry I am to all my fans. For having to cancel my last show I spent the last two days with doctors Scans, ultra sounds, Xrays Poking and probing and more tears. They have made it very clear to me that if l’am to continue my tour— I must rest for as long as possible so that I don’t inflict further and Irreversible damage to my body. I have never let an injury stop me from performing but this time i have to accept that there is no shame in being human and having to press the pause button.............. I thank you all for your understanding, love and support. As the Words to Batuka go........... It’s a Long Road..........Lord Have Mercy🙏🏼. Things have got to change. And they will because MADAME ❌. is a fighter!! Happy Holidays to Everyone ♥️🎄 #madamextheatre #thefillmoremiamibeach @orquestra.batukadeiras.pt

Uma publicação partilhada por Madonna (@madonna) a


"Eles deixaram muito claro que se eu quiser continuar a minha tournée, tenho de descansar o máximo que puder de forma a não infligir mais danos, e irreversíveis, ao meu corpo", explicou pedindo desculpas aos fãs por ter de cancelar o último concerto, em Miami, e a menos de um mês de começar os espetáculos em Lisboa. 

"Nunca deixei que uma lesão me impedisse de atuar, mas é tempo de aceitar que não é vergonha nenhuma ser-se humano e ter de carregar no botão de pausa...", acrescentou ainda. 

Muitos fãs deixaram comentários de melhoras e alguns a sugestão de Madonna passar os concertos da digressão para estádios, de forma a não ter de fazer tantas datas seguidas. Recorde-se que a digressão de promoção ao seu mais recente disco, 'Madame X', foi preparada exclusivamente para auditórios, com um conceito próprio e vários convidados, onde se incluem o guitarrista português Gaspar Varela e elementos do grupo das Batukadeiras de Cabo Verde. 

Para Lisboa, Madonna tem marcados oito espetáculos, no Coliseu dos Recreios, praticamente seguidos - 12, 14, 16, 18, 19, 21, 22 e 23 de janeiro. Uma das datas - 18 de janeiro - já está esgotada, mas ainda existem alguns ingressos disponíveis para as restantes. Os preços variam entre os 75 e os 400 euros.

Ana Tomás


Notícias relacionadas