Madonna "em casa". A rainha da pop começou ontem a tour europeia em Lisboa
Radio Latina 4 3 min. 13.01.2020

Madonna "em casa". A rainha da pop começou ontem a tour europeia em Lisboa

Madonna "em casa". A rainha da pop começou ontem a tour europeia em Lisboa

Foto: Divulgação
Radio Latina 4 3 min. 13.01.2020

Madonna "em casa". A rainha da pop começou ontem a tour europeia em Lisboa

O Coliseu dos Recreios recebeu este domingo a primeira data de tournée na Europa. A capital portuguesa é uma das três cidades do velho continente que recebe a 'Madame X Tour', com oito espetáculos.

Madonna deu início, este domingo, à tournée europeia de 'Madame X'. Depois de uma digressão pelos Estados Unidos da América, no final de 2019, marcada por alguns percalços, a rainha da pop retomou a digressão ontem à noite no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, cidade onde reside desde 2017 e uma das poucas contempladas no itinerário europeu desta digressão. Além da capital portuguesa, Madonna dará espetáculos apenas em Paris e Londres.

Lisboa assinala não só uma nova etapa - com os primeiros oito concertos europeus -como um regresso a casa, num duplo sentido. É o retorno à cidade onde a cantora  vive com os filhos atualmente, mas também o sítio onde se inspiraram e desenvolveram este disco, 'Madame X', e a ideia de o mostrar ao vivo, com um conceito pensado para auditórios de média dimensão, 

 "Madame X volta a Lisboa. O sítio onde tudo começou. A️ vida é um círculo", escreveu a cantora, poucos dias antes do primeiro espetáculo no Coliseu, na sua página de Instagram.

 A mensagem surge acompanhada de um vídeo com imagens de Lisboa e o som de um fado cantado por Celeste Rodrigues, irmã de Amália Rodrigues e avó do guitarrista Gaspar Varela, que tem acompanhado a cantora na sua digressão.


Uma casa de fados no palco do Coliseu

O primeiro concerto desta digressão, em Lisboa, reveste-se ainda de um outro simbolismo. É que em cima do palco vão estar como estiveram, nos outros concertos da digressão, músicos lusófonos, reproduzindo sonoridades familiares aos portugueses - desde o fado à música cabo-verdiana-, ainda que boa parte do público do Coliseu se faça de muitas nacionalidades, face às poucas cidades que vão acolher a digressão, na Europa. 

Foto: Instagram de Madonna

Em termos cénicos, parte do espetáculo assume também a forma de uma casa de fados. 

Uma experiência, zero registos

Nos concertos desta digressão Madonna impôs uma política restritiva em relação à captação de imagens. Não há repórteres de imagem, nem tão pouco são  permitidos telemóveis  ou outros aparelhos que possam fotografar ou filmar o concerto, dentro do recinto.

 “O uso de telemóveis, smartwatches e acessórios, câmaras ou outros aparelhos de gravação, não será permitido durante o espectáculo”, pode ler-se no site oficial do Coliseu, replicando o que aconteceu nos concertos da tour americana de 'Madame X'.

Na sala lisboeta os aparelhos são guardados em bolsas especiais, após a validação do bilhete.

As únicas imagens públicas que existem dos espetáculos são as que vão sendo disponibilizadas pela própria cantora, através das suas redes sociais. 

Entre elas contam-se ensaios e detalhes dos concertos, entre fotografias e pequenos vídeos.

A primeira data de Lisboa também não teve cobertura de imprensa. As críticas às atuações no Coliseu são esperadas a partir do segundo concerto, marcado para terça-feira, 14 de janeiro.

No entanto, adianta a Blitz, o concerto deste domingo foi filmado, profissionalmente, por uma produtora que tem sede em Lisboa, a Krypton International, que já tinha divulgado algumas imagens de bastidores de Madonna em Portugal.

Depois do concerto, o fado tradicional

Num dos stories de que publicou no seu Instagram, seguido a um pequeno excerto com Gaspar Varela, Carlos Mil-Homens e Miroca Paris, a tocarem, Madonna dá a entender que o fado não esteve só no palco do seu espetáculo. 

Aparentemente recuperada das suas lesões, que a obrigaram a cancelar concertos na América, a rainha da pop  estendeu a noite, como que em modo de celebração pelo regresso de 'Madame X' à estrada e foi, ao que indicam as imagens, matar saudades do fado tradicional, numa casa de fados, em Lisboa.

Foto: Instagram Madonna

A série de espetáculos na capital portuguesa prossegue amanhã, 14 de janeiro. Seguem-se depois os dias 16, 18, 19, 21, 22 e 23 do mesmo mês. Estão ainda disponíveis bilhetes para algumas datas.

Os preços dos ingressos variam entre os 75€ e 400€.  

Ana Tomás



Notícias relacionadas

Madonna volta a cancelar concertos

Radio Latina por Ana TOMÁS 2 min. 26.12.2019
Ana Moura.

Ana Moura “Guardo memórias muito felizes do Luxemburgo”

Cultura por Paulo Jorge Pereira 11 min. 02.03.2018