Luxemburgo. Casas custam mais 15,5% do que há um ano
Radio Latina 14 min. 07.10.2022
Atualidade em síntese 07 OUT 2022

Luxemburgo. Casas custam mais 15,5% do que há um ano

Atualidade em síntese 07 OUT 2022

Luxemburgo. Casas custam mais 15,5% do que há um ano

Radio Latina 14 min. 07.10.2022
Atualidade em síntese 07 OUT 2022

Luxemburgo. Casas custam mais 15,5% do que há um ano

O mercado imobiliário não conhece crises no Grão-Ducado.

Os preços de compra dos apartamentos e casas voltaram a aumentar no segundo trimestre deste ano, no Luxemburgo.

Segundo o Instituto Nacional de Estatísticas(Statec), o preço dos apartamentos aumentou em média 11,5%, enquanto que o das casas cresceu 15,5%. Dados que são comparados com os preços do segundo trimestre do ano passado.

Também se nota uma evolução mais célere, embora ligeira, dos preços face ao primeiro trimestre deste ano. No entanto, está-se longe dos aumentos registados em 2020 e 2021.


Detido suspeito envolvido no homicídio de Diana Santos

Um homem de 48 anos foi detido ontem pela polícia judiciária luxemburguesa, por suspeita de estar envolvido no homicídio de Diana Santos, portuguesa de 40 anos que foi encontrada desmembrada em Mont-Saint-Martin, no dia 19 de setembro.

Em comunicado, a polícia judiciária refere que o suspeito foi apresentado esta sexta-feira ao juiz de instrução de Diekirch, que emitiu um mandado de detenção.

O arguido está atualmente detido preventivamente na penitenciária de Schrassig. É acusado de homicídio.

"A investigação judicial luxemburguesa prossegue e numerosos controlos estão em curso", nota a autoridade. 

"A fim de não prejudicar a investigação em curso, o Ministério Público de Diekirch não comunicará, por enquanto, quaisquer outras informações e gostaria de salientar que qualquer pessoa que seja objeto de uma investigação ou procedimento criminal é presumida inocente até ser provada a sua culpabilidade por uma decisão final do tribunal competente", acrescenta a nota.


ULC reivindica adaptação do IVA super-reduzido

Face à escalada do custo da habitação e da subida das taxas de juro, a União Luxemburguesa dos Consumidores (ULC) pede ao Governo uma revisão do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) a 3%, o chamado “IVA super-reduzido”. Mais concretamente, a ULC exige uma subida do teto máximo de 50 mil euros.  

Este IVA é destinado aos proprietários que construam ou renovam a sua habitação. O montante da benesse fiscal é no entanto limitado a 50 mil euros por habitação construída ou remodelada.

A ULC considera que esta ajuda fiscal não corresponde à realidade do mercado imobiliário.  


Sete portugueses vítimas de escravatura no Grão-Ducado

Entre 2018 e 2021, houve 68 pessoas vítimas de tráfico humano no Luxemburgo, incluindo mulheres e crianças. Entre as vítimas, estão sete portugueses. Os dados estão num relatório publicado esta semana pelo Conselho da Europa contra o Tráfico de Seres Humanos.

O documento revela que as vítimas eram todas de nacionalidade estrangeira e vinham principalmente da Roménia, China, Ucrânia, Portugal e Nepal.

Em causa estão 35 homens, 23 mulheres e ainda 10 crianças. Estas pessoas foram trazidas para exploração laboral, sexual ou mendicidade forçada no Grão-Ducado. A construção e a hotelaria estão entre as áreas com mais casos de escravatura.

O grupo de peritos pede um maior esforço das autoridades luxemburguesas para combater o flagelo. 


Dois feminicídios em três semanas. Déi Lénk reivindica um quadro legal

No espaço de três semanas, duas mulheres residentes no Luxemburgo foram brutalmente assassinadas. A 19 de setembro, foi o corpo de uma portuguesa de 40 anos que foi encontrada desmembrada na fronteira francesa. Nesta terça-feira o Ministério Público informou da morte de uma jovem de 20 anos, que foi violentamente agredida pelo marido com um martelo, no bairro da Gare. O filho de cinco meses estava na altura no apartamento.

Num comunicado, o partido déi Lénk fala de dois casos de uma grande violência, sublinhando que os atos de violência para com as mulheres, como também outras formas de violência baseada no género, fazem parte dos crimes mais perpetrados no mundo.

O partido lamenta que o feminicídio, ou seja o assassínio de uma mulher porque ela é uma mulher, não está mencionado no código penal luxemburguês. O déi Lénk indica que esta omissão dificulta ainda mais a prevenção e a definição das penas.

O partido de esquerda sublinha que, para lutar contra uma sociedade violenta em relação às mulheres, é preciso criar um quadro legal adaptado, que permite a penalização de todas as formas de infração ligadas ao sexismo.

O déi Lénk deixa a pergunta no ar: quantas mortes serão ainda necessárias, para que o Governo luxemburguês reaja a esta problemática?


Covid-19. Luxemburgo com uma vintena de casos da nova variante

Uma nova sub-variante da Omicron, que emergiu pela primeira vez na Índia, deixa as autoridades sanitárias em alerta por ser “altamente contagiosa”.

O Luxemburgo registou até ao momento uma vintena de casos com essa variante, segundo o Diretor da Saúde, Jean-Claude Schmit, em declarações à rádio pública 100,7. O médico sublinha que para já desconhece-se se esta variante é, ou não, mais perigosa do que as outras.

Apesar da preocupação em relação a esta sub-variante, o Governo vai alterar a “lei covid” reduzindo, de sete para quatro dias, o período de isolamento dos doentes com covid-19. As alterações têm ainda de ser aprovadas pelo Parlamento.


Lares de idosos. Meia centena de pessoas infetadas com covid-19

Há pelo menos 54 pessoas infetadas com a covid-19 nos lares de idosos do país. Era este o número exato de infeções a 4 de outubro. Segundo as ministras da Família e da Saúde, em causa estão 14 lares.

Na resposta a uma questão parlamentar dos deputados do Partido Pirata, as ministra adiantam que apenas um daqueles idosos está hospitalizado.

Os 52 lares de idosos e as chamadas ‘maisons de soins’ (que acolhem idosos, mas também pessoas doentes) somam um total de 6.403 camas. Contas feitas, o número de utentes com covid representa 0,81% do total.

Recorde-se que o uso da máscara continua a ser obrigatório para os funcionários, prestadores de serviços externos e visitantes dos lares.


Petições querem o fim das esplanadas aquecidas, dos transportes e das autoestradas grátis

Proibir as esplanadas aquecidas e o fim dos transportes e autoestradas grátis. São os objetivos de duas novas petições públicas. Uma quer reduzir o consumo energético e a outra quer ajudar a lidar com os preços da energia.

No caso das esplanadas, o autor é José Bento Pereira que considera “absurdo desperdiçar energia para aquecer espaços exteriores”.

Já Kevin Krier, defende que se os utentes pagassem apenas 20 euros por mês por transportes públicos e autoestradas, esse dinheiro poderia ser usado em prol dos cidadãos para, por exemplo, ajudar a fazer face ao aumento dos preços da energia.


Comunas podem desligar iluminação das estradas durante quatro horas à noite

Para poupar mais energia, as comunas podem desligar a iluminação das estradas durante quatro horas durante a noite. Mais precisamente, entre a uma e as cinco horas da manhã. Uma informação avançada pelo ministro da Energia, Claude Turmes, que sublinha, porém, que é preciso que esse corte de energia seja tecnicamente viável.

O ministro acrescenta que desligar a iluminação durante quatro horas, à noite, em que há menos pessoas a circular, pode levar a uma poupança de cerca de 30%.

Os Ministérios do Interior e da Energia, enviaram uma circular às comunas a dar conta desta recomendação. Cabe a cada autarquia decidir se quer ou não desligar as luzas das estradas.


Luxemburgo ultrapassa meta de diminuição de consumo de gás, com -26%

A diminuição do consumo de gás no Luxemburgo está a superar a meta estabelecida de -15%, pela União Europeia e pelo Governo.

O ministro da Energia, Claude Turmes, garantiu esta quinta-feira, durante a apresentação do mais recente relatório sobre o consumo de gás natural, que em setembro a redução era de 26% face ao período de referência, entre 2017 e 2022. No mês anterior, em agosto, o consumo de gás foi ainda menor, com uma diminuição de 37%.

Para Claude Turmes, os números atuais mostram que o Estado, as comunas, as empresas e os cidadãos "responderam ao apelo e estão a fazer esforços para poupar gás". Apesar dos primeiros resultados animadores, o governante alerta que "ainda é preciso cautela" porque o inverno promete ser muito frio, ou seja, o consumo de gás para aquecimento poderá aumentar consideravelmente.

Os Estados-membros da União Europeia acordaram, numa primeira fase, reduzir o consumo de gás em 15%. Esta medida é voluntária e vigora entre 1 de agosto de 2022 e 31 de março de 2023, para fazer face à queda do abastecimento russo.


Rios do Luxemburgo já voltaram a níveis razoáveis

Foi uma das grandes incógnitas deste verão. As sucessivas vagas de calor conduziram a uma seca severa, que por sua vez levou a um risco de escassez de água em alguns municípios. A pressão sobre o abastecimento de água potável era, portanto, elevada, e ainda é, tendo em conta o clima dos últimos anos.

Todavia, a Administração da Gestão da Água deu boas notícias, ao anunciar que após várias semanas e meses de seca extrema, os cursos de água luxemburgueses regressaram a níveis de água menos críticos. Com efeito imediato, são de novo possíveis captações de águas superficiais com autorização prévia.


Administração Pública. Cerca de 36% dos cargos em conselhos de administração ocupados por mulheres

A percentagem de mulheres nos conselhos de administração de instituições públicas luxemburguesas continua a aumentar, sendo que as instituições públicas estão a nomear mais mulheres.

Num comunicado dos ministérios da Economia e da Igualdade de Oportunidades, a 30 de junho de 2022 a taxa total de mulheres nos conselhos de administração dos estabelecimentos públicos era de quase 36%, sendo que o objetivo é de chegar aos 40%. Em 2015, a taxa ultrapassava ligeiramente os 27%.

O programa do Governo prevê uma representação de 40% de mulheres em conselhos de administração dos estabelecimentos públicos, pelo que os atuais 36% ainda não são suficientes.

Já nas empresas privadas, a taxa de mulheres que representam o Estado é de 34%, quando em 2015 era de 25%.


Obras na A3 condicionam trânsito a partir de sexta-feira à tarde

O troço da autoestrada A3 entre o cruzamento de Gasperich e o cruzamento de Bettembourg estará encerrado ao trânsito entre 7 e 10 de outubro, esta sexta e a próxima segunda-feira. 

O encerramento prende-se com as obras de construção da ponte ferroviária, que vai ligar a capital a Bettembourg, e começa a condicionar o trânsito já a partir da tarde de amanhã. 

A partir das 22h de sexta-feira e durante todo fim de semana, o tráfego na A3 entre Gasperich e Bettembourg será desviado em ambos os sentidos através das autoestradas A13, A4 e A6. 


Autoridades alertam para falsos SMS's em nome do serviço Guichet.lu

O centro de tecnologia de informação do Estado, a polícia grão-ducal e o Ministério da Digitalização alertam que estão a circular falsas mensagens de texto em nome do serviço Guichet.lu.

As autoridades esclarecem que são "tentativas de phishing por SMS", para roubar dados pessoais ou dinheiro.

O esquema fraudulento faz os destinatários acreditarem que têm direito a um reembolso e convida as pessoas a visitar um site falso que se parece com Guichet.lu. Depois, no site, o usuário é convidado a escolher o seu banco e inserir os seus dados de login LuxTrust.

As autoridades explicam que o Guichet.lu nunca envia SMS's e pedem às pessoas visadas para não clicarem no link sugerido.


Alerta. Falsos polícias tentam burlar idosos

Falsos polícias tentam burlar pessoas idosas. De acordo com as autoridades, os individuos contactam as vítimas, sobretudo idosos, por telefone e informam-nas de um acidente grave envolvendo um familiar próximo, que só poderá ser libertado após o pagamento de uma fiança.

No decorrer das chamadas, as vítimas são colocadas sob tanta pressão que algumas delas acabam por concordar em entregar bens de valor, seja dinheiro ou joias. Estes são, depois, recolhidos pessoalmente nas suas casas por alegados agentes da polícia ou funcionários do tribunal.

As autoridades luxemburguesas lembram que este não é um procedimento utilizado no país e que os agentes da polícia falam sempre luxemburguês.


Nobel da Paz para bielorrusso Ales Bialiatski e organizações russa e ucraniana

O Prémio Nobel da Paz 2022 foi hoje atribuído a Ales Bialiatski, da Bielorrússia, e às organizações de defesa dos direitos humanos Memorial, da Rússia, e Centro de Liberdades Civis, da Ucrânia, anunciou o Comité Nobel Norueguês.

Ales Bialiatski, 60 anos, atualmente preso na Bielorrússia, fundou a organização Viasna (Primavera) em 1996, para ajudar presos políticos e as suas famílias, na sequência da repressão do regime do Presidente Alexander Lukashenko.

A organização russa Memorial foi criada em 1987, para investigar e registar crimes cometidos pelo regime soviético, mas tem denunciado violações de direitos humanos na Rússia. Já o Centro de Liberdades Civis foi criado em Kiev, em 2007, para fazer avançar os direitos humanos e a democracia na Ucrânia.


Presidente dos EUA avisa que ameaça nuclear russa coloca mundo em risco de "apocalipse"

O Presidente dos Estados Unidos disse esta quinta-feira que a ameaça russa de utilizar armas nucleares no conflito da Ucrânia coloca o mundo em risco de um "apocalipse".

Há meses que responsáveis norte-americanos alertam para a perspetiva de a Rússia poder utilizar armas de destruição maciça na Ucrânia, após uma série de reveses estratégicos no campo de batalha.

No entanto, ainda esta semana disseram não ter visto qualquer mudança nas forças nucleares russas que exigisse uma mudança na postura de alerta das forças nucleares dos EUA.

Putin aludiu repetidamente à utilização do vasto arsenal nuclear, incluindo no mês passado, quando anunciou os planos de mobilização parcial.


Sporting de Braga sofre primeira derrota na Liga Europa com golo aos 90+4 minutos

Um golo de Gustaf Nilsson, aos 90+4 minutos, ditou ontem a primeira derrota do Sporting de Braga no grupo D da Liga Europa de futebol, na receção ao Union Saint-Gilloise, por 2-1, em jogo da terceira jornada.

O Union Saint-Gilloise lidera de forma isolada o grupo D, com nove pontos, enquanto o Sporting de Braga é segundo, com seis, à frente dos alemães do Union Berlim, com três, e dos suecos do Malmo, ainda sem pontos.


Portugal entra a vencer na qualificação para o Mundial de futsal

A seleção portuguesa de futsal venceu ontem por 5-3 na receção à Bielorrússia, no primeiro jogo do grupo 4 da Ronda Principal de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2024.

 Os campeões do mundo, que na terça-feira visitam a Lituânia, lideram o grupo 4, com três pontos, à frente dos lituanos, que ainda não realizaram qualquer jogo, e da Bielorrússia.


Liga BGL está de regresso com todos jogos às 15h

A Liga BGL de futebol está de regresso, após duas semanas de pausa, por causa de compromissos da seleção nacional. Como novidade, os jogos vão decorrer todos, no domingo, às 15h, em vez das 16h, para poupar energia. O destaque da oitava jornada vai para os jogos Fola d'Esch - F1 Dudelange e Differdange - Hesperange.

No resto da jornada, o Mondercange recebe o Mondorf, o Etzella recebe o Käerjeng e o Titus Pétange faz o mesmo ao Rosport. Jogam-se ainda o Strassen - Wiltz, Racing - Jeunesse e Hostert - Niederkorn.

O F91 Dudelange lidera o campeonato, com 21 pontos, seguido pelo Hesperange, com 19. O Hostert e o Rosport partilham a última posição com 4 pontos.


Gasóleo vai aumentar quase 8 cêntimos

O gasóleo vai ficar mais caro a partir da meia-noite.

Este combustível vai aumentar 7,7 cêntimos e vai passar a ser vendido a 1,97 euros por litro. 

Redação Latina | Contacto |LUSA |Foto: Shutterstock

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

ARCHIV - 24.01.2020, Baden-Württemberg, Sinsheim: Ein Lehrer unterrichtet in einem Klassenzimmer der Kraichgau-Realschule.     (zu dpa «Rund 4000 Lehrer im Südwesten werden über die Sommerferien arbeitslos») Foto: Marijan Murat/dpa +++ dpa-Bildfunk +++