Júlio Iglesias obrigado a assumir filho que tem com portuguesa
Radio Latina 8 min. 05.06.2019

Júlio Iglesias obrigado a assumir filho que tem com portuguesa

Julio IGLESIAS

Júlio Iglesias obrigado a assumir filho que tem com portuguesa

Julio IGLESIAS
Foto: DR
Radio Latina 8 min. 05.06.2019

Júlio Iglesias obrigado a assumir filho que tem com portuguesa

O tribunal faz um ‘ultimato’ ao mais famoso cantor romântico espanhol, numa luta que a portuguesa Maria Edite Santos e o seu filho Javier Sanchéz-Santos, de 42 anos, travam há 29 anos contra Julio Iglesias. Ou o cantor aceita fazer o teste de paternidade até 4 de julho, ou, caso recuse, o tribunal declara-o pai legítimo de Javier Sanchéz-Santos.

 “É uma vitória o julgamento continuar”, diz  ao site da Rádio Latina, a portuguesa Maria Edite Santos, ao telefone a partir de Espanha, nas sua primeira declaração para a comunicação social depois da sentença. “Uma batalha quase ganha, que não apaga os anos todos de sofrimento, que foi muito, porque não há dinheiro que o pague, mas que prova que dissemos sempre a verdade”, vinca a mãe de Javier Sanchéz-Santos.

Em 1975, a jovem alentejana Maria Edite Santos, de 20 anos, então bailarina num grupo de ballet espanhol, vive um romance de 10 dias com o já famoso cantor Julio Iglesias, então casado com a espanhola Isabel Preysler, e pai de dois filhos. Desta paixão com a “portuguesinha”, como lhe chamada Júlio Iglesias, nasce Javier Sanchez Santos, hoje com 42 anos.

Há 29 anos que este espanhol e a sua mãe lutam em tribunal para que Júlio Iglesias, de 75 anos, o reconheça como filho legítimo e aceite fazer o teste de paternidade. Uma luta “cheia de sofrimento” que levou Maria Edite Santos a “uma tentativa de suicídio”, como a portuguesa conta no seu livro ‘Un hijo con Julio Iglesias’, de 2007, mas da qual nunca desistiram. “Para devolver a dignidade à minha mãe e mostrar ao mundo inteiro que ela disse sempre a verdade”, vinca o espanhol, residente em Valência, tal como a mãe, numa rara entrevista dada ao Correio da Manhã.

Das três tentativas legais feitas anteriormente, em 1991,1992 e 2004 o cantor romântico espanhol, conseguiu vencer sempre e negar-se a realizar o exame genético que poderia provar que o filho da portuguesa era seu filho, dar-lhe o seu apelido e a devida parte da herança da sua fortuna calculada em 850 milhões de euros, segundo a Forbes.

Julio Iglesias entre a espada e a parede

Júlio Iglesias conseguiu sempre recusar-se legalmente a assumir a paternidade. Até agora. Desta vez, o processo está a decorrer desde 2017 com avanços e recuos. E avanços. Na manhã, de dia 4 de junho, o juiz do Tribunal de Instrução nº 13 de Valência, deu um ultimato ao cantor: tem até dia 4 de julho para se apresentar e realizar as provas de ADN para decidir sobre a paternidade do filho de Maria Edite Santos.

Ou aceita fazer o teste de ADN ou, caso recuse, o tribunal declara-o pai legítimo de Javier Santos, de acordo com o artigo 767, seção 4, do Código Civil, declarou o juiz José Miguel Bort.

“Júlio Iglesias está encurralado. Se faz o teste de ADN vai ficar provado que é pai de Javier Santos, se não o faz, o juiz o converte no pai legítimo de Javier”, declarou ao site da Rádio Latina, Fernando Osuna, o advogado de Javier Sanchéz-Santos, em conversa telefónica a partir de Espanha.

Maria Edite Santos não acredita que Julio Iglesias vá a Espanha realizar o teste de ADN, mas “se for fica provado que é pai de Javier”, se não for “é obrigado a assumir o filho”. Esta decisão surge depois de uma interrupção de dias, no já longo processo que decorre em tribunal.

Como há quase 30 anos Júlio Iglesias tem conseguido fugir ao teste genético, Fernando Osuna e Javier Sanchez-Santos apresentaram, no ano passado, em tribunal, uma prova de ADN do filho mais velho do cantor, Júlio Iglesias Júnior, cujo resultado revelou haver 99,9% de probabilidade do filho da portuguesa ser irmão de Julio José Iglesias, por parte do pai. “Logo tal prova que Julio José Iglesias e o meu cliente têm o mesmo pai”, ou seja, Júlio Iglésias, vinca o advogado.

No passado dia 30 de maio, na audiência do caso, Júlio Iglesias faltou uma vez mais. O seu advogado apostou tudo na questão da legalidade ou não da prova de ADN – recolhida sem autorização de Júlio José Iglésias. O juiz aceitou analisar a questão e suspendeu o processo, prometendo uma resposta em quatro dias. Por causa desta interrupção, muitos consideraram que mais uma vez, a causa estava perdida. Mas não.

Embora a prova de ADN que mostra que Javier Sanchéz-Santos e Júlio José Iglesias são irmãos e filhos do mesmo pai, não tenha sido considerada válida, o juiz decidiu prosseguir com o caso para que finalmente, após 29 anos de impasses em tribunal, possa ter o seu desfecho.

View this post on Instagram

Hoy hace exactamente un año ocurria esto. Empezaba una batalla legal que perdió de manera injusta mi madre en el año 1997. Dicen que llevo toda la vida con esto, pero los que me conocen de verdad saben que yo siempre he sido bastante discreto con este tema y que me gusta hablar poco de el. Ahora es diferente, ahora si que me hallo con fuerzas para llevarlo adelante y siento que debo luchar por el honor de mi madre, cosa que antes me negaba hacer, pensaba que era una causa perdida y no tenia sentido seguir adelante. Quiero dar las gracias a todos los que durante este año habéis estado apoyandome, vuestro animo es importante para mi, a los medios de comunicación que esta vez SI han sido imparciales y solo se han ceñido a contar las cosas como son, tambien sois una voz importante en todo esto. Voy a seguir intentando demostrar la verdad, todavia queda mucho, pero no tengo ninguna prisa. En este viaje me he dado cuenta que lo mas importante en la vida es ser honesto con uno mismo, amarse y ser feliz con lo que uno tiene, que no os engañen, el amor de la familia va a estar siempre, mientras que las cosas materiales van y vienen. 📹 @byaureliomanzano #truth #dna #julioiglesias #javiersantos #1year #justice #honor #follow #media

A post shared by Javier Santos (@insta.javier.santos) on

Detetives em Miami para recolher em segredo ADN

Em 2017, para levar o caso em frente, Fernando Osuna, conhecido em Espanha como o “advogado dos filhos ilegítimos” pelos mais de 400 casos de paternidade que defendeu, muitos de gente famosa, decidiu uma nova abordagem. Conseguir o ADN de Júlio Iglesias ou de um dos seus filhos de algum objeto deixado numa via pública, e por isso válido para recolha. Contratou uma equipa de detetives que foi a Miami, onde vive a maior parte do clã Iglesias e iniciaram, em março de 2017 uma verdadeira perseguição à família, mas ao longe. Do pai Iglesias nem sinal, “a sua segurança é comparável à de um presidente de um país”, explicou o detetive Luís Lara ao jornal El País, onde descreveu ao pormenor a “difícil missão”. Decidiram apostar então em Júlio José Iglesias, de 46 anos, o segundo filho mais velho do cantor com Isabel Preysler, e acertaram. Recolheram uma garrafa de água vazia que ele acabara de beber e deitara num caixote do lixo, numa praia de Miami. Foi a partir dela, “uma prova direta”, que se conseguiu cruzar então o perfil genético de Javier Sanchéz-Santos com o do filho de Júlio Iglesias e obter a correspondência quase total. São irmãos e filhos do mesmo pai.

Antes Javier Santos e o ex-marido de Maria Edite Santos fizeram os testes de paternidade e provou-se que não eram pai e filho. Só depois da divulgação dos resultados dos testes de ADN feitos com material genético de julio José Iglesias é que Javier Santos sentiu que a opinião pública mudou e ficou do seu lado. Até então, desconfiaram sempre das intenções da luta travada por este espanhol e pela portuguesa.

“Aqui em Espanha, a opinião pública mudou bastante depois de eu ter conseguido a prova de ADN, e ninguém entende porque não assume a responsabilidade, pois agora Júlio Iglesias já não pode negar que eu sou seu filho”, vincou Javier Santos na entrevista ao CM.

Javier Sanchez Santos, who claims to be the son of Spanish crooner Julio Iglesias, arrives with his Italian partner Chiara Allegrini (R) to the court of Valencia before a hearing to examine his paternity claim on May 30, 2019. (Photo by Jose Jordan / STR / AFP)
Javier Sanchez Santos, who claims to be the son of Spanish crooner Julio Iglesias, arrives with his Italian partner Chiara Allegrini (R) to the court of Valencia before a hearing to examine his paternity claim on May 30, 2019. (Photo by Jose Jordan / STR / AFP)
Foto: AFP

Julio Iglesias fará agora o teste de paternidade?

Por considerar esta prova de ADN tão importante, o advogado Fernando Osuna vai interpor um recurso para que seja considerada válida. É “uma evidência científica” que se realizou “seguindo todos os parâmetros legais”. De qualquer modo, Osuna afirma que com esta decisão do juiz Julio Iglesias “está encurralado”. Quer faça o teste de ADN ou não.

Contudo, e apesar do advogado de Julio Iglesias, Fernando Falomir, ter dito, na audiência de 30 de maio, que o cantor se “submeteria ao teste de ADN se o julgamento continuar” tal poderão não ser assim tão fácil. É que o advogado vai apresentar novo recurso, considerado que o caso já foi julgado e está encerrado, nas vezes em que o cantor venceu.

Como refere Fernando Osuna “biologicamente está provado que Javier é filho de Júlio Iglesias, a ciência já o provou, agora falta que o tribunal o declare legalmente”.

Este advogado admite que o caso de Javier Santos é “um dos mais difíceis” que já defendeu, mas acredita que “vamos ganhar”.

Entusiasmado está também Javier Sanchéz-Santos. Na sua conta do Instagram escreveu: “Temos julgamento. Agora mais do que nunca penso nas palavras do sr. Falomir (advogado do meu pai). Se o julgamento seguir em frente, o meu cliente não terá problemas em se submeter às provas de ADN. Veremos se cumpre o que disse”.

Desde sempre este espanhol acreditou que um dia iria ficar provado que “a mãe estava a dizer a verdade”. “Somos todos conscientes da injustiça que a minha mãe sofreu durante muitos anos. Mas, quero realçar que me sinto com muita força para seguir em diante. Seguirei lutando, convencido que no final, se fará justiça. Obrigado, a todos pelas provas de carinho”, escreveu Javier Sanchéz-Santos, no instagram, no passado dia 30 de maio, quando o julgamento foi suspenso.

Apelido Iglesias para os futuros filhos de Javier

Se o tribunal der razão a Javier Santos ele terá direito a usar o apelido Iglesias e terá direito, tal como os outros oito filhos do cantor, à sua parte na herança da fortuna do pai.

Embora Maria edite Santos já tenha dito que o filho deve ter direito a tudo o que lhe pertence pela parte do pai Julio Iglesias, Javier Santos, de momento, está mais preocupado em provar que é filho do cantor. “Parece-me fatal falar de dinheiro. Com tudo o que se está a passar, a minha única herança que me interessa do meu pai é a genética”, declarou numa entrevista ao jornal La Razon. E ao CM disse querer ter direito ao apelido “do pai” não tanto por ele, “mas pelos [seus] futuros filhos”.

A mãe de Javier Santos acredita que vão ganhar. E no fundo sempre soube que o processo poderia demorar muito, por ser contra quem é. “Julio Iglesias tem o poder do dinheiro, mas eu tenho o poder da verdade”, garante Maria Edite Santos.

Paula Santos Ferreira

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.