Indexação. “Governo não vai deixar ninguém à chuva” – Xavier Bettel
Radio Latina 13 min. 04.08.2022
Atualidade em síntese 04 AGO 2022

Indexação. “Governo não vai deixar ninguém à chuva” – Xavier Bettel

Atualidade em síntese 04 AGO 2022

Indexação. “Governo não vai deixar ninguém à chuva” – Xavier Bettel

Radio Latina 13 min. 04.08.2022
Atualidade em síntese 04 AGO 2022

Indexação. “Governo não vai deixar ninguém à chuva” – Xavier Bettel

Salários deverão aumentar ainda este ano devido à indexação.

O primeiro-ministro, Xavier Bettel, garante que, juntamente com os parceiros sociais, vão ser encontradas “soluções comuns para aliviar cidadãos e empresas”, face à escalada dos preços.

“O Governo não vai deixar ninguém à chuva”, escreveu o líder do Executivo numa publicação na sua conta da rede social Twitter, horas depois de o Statec ter divulgado as suas previsões económicas, que apontam para que a próxima tranche da indexação salarial seja acionada ainda este ano.

O líder do Executivo frisou também que “o diálogo social é e continua a ser uma importante ferramenta em tempos de crise”, e parte integrante da “história de sucesso do país”.

No Twitter, Bettel assegurou ainda que o Governo está a seguir de perto a evolução dos preços da energia e a lei dos preços, adiantando que o Executivo pediu ao Statec para atualizar os seus cálculos no início de setembro. Com base nesses cálculos, o primeiro-ministro convocará uma nova reunião tripartida, com os parceiros sociais.

Segundo as previsões do Instituto Nacional de Estatística (Statec), divulgadas ontem, a inflação deverá atingir os 6,6% este ano e os 5,3% em 2023, caso a guerra na Ucrânia perdure. O gabinete de estatísticas prevê, assim, que a próxima tranche do ‘index’ ocorra no quarto trimestre do ano.

Poderá haver penúria de comida para os animais no inverno

As explorações agrícolas do Luxemburgo correm o risco de, este inverno, não ter comida suficiente para os seus animais. Um cenário avançado esta terça-feira, à rádio estatal 100,7, por Audrey Feyer, da Cooperativa dos Agricultores (Convis).

Segundo Audrey Feyer, atualmente já há agricultores que têm de comprar comida adicional para poder alimentar os seus animais. A seca que se vive atualmente no país é a razão principal desta problemática, uma vez que a colheita não é suficiente.

Para a responsável da cooperativa, a situação deverá piorar no inverno, sendo que o preço dos produtos para o gado poderá aumentar consideravelmente. Caso o aumento dos preços seja muito drástico, certos agricultores terão dificuldades em pagar as faturas.

Nesse caso, Audrey Feyder acrescenta que as explorações agrícolas terão de abater parte do seu gado, para diminuir a quantidade de comida necessária.

Amnistia conclui que forças de Kiev também puseram civis em perigo

A Amnistia Internacional alertou que as forças ucranianas põem em perigo a população civil, ao estabelecer bases militares em zonas residenciais e ao lançar ataques a partir de áreas habitadas por civis, para repelir a invasão russa.

Estas táticas violam o direito internacional e tornam zonas civis em objetivos militares contra os quais os russos retaliam.

O resultado é a morte de civis e a destruição das infraestruturas.

"Estar numa posição defensiva não isenta as forças armadas ucranianas de respeitar o direito internacional humanitário", refere a Amnistia Internacional.

Putin e Erdogan reúnem-se sexta-feira para discutir Ucrânia e Síria

A guerra na Ucrânia e a posição da Turquia na Síria serão os dois principais temas da agenda do encontro que se realiza na sexta-feira entre o Presidente turco e o russo, na cidade de Sochi.

Recep Tayyip Erdogan irá assegurar a Vladimir Putin que pretende continuar a atuar como mediador para um cessar-fogo duradouro na Ucrânia, segundo avançou hoje a estação pública turca TRT.

O seu mais recente esforço de mediação levou à assinatura, em 22 de julho, de um acordo para permitir a retoma das exportações de cereais de três portos ucranianos, coordenada a partir de Istambul e com a participação de delegados russos, ucranianos, turcos e das Nações Unidas.

Na quarta-feira, o primeiro navio a navegar sob este acordo, o cargueiro 'Razoni', carregado com milho com destino ao Líbano, passou pelo Bósforo para ser inspecionado pela equipa conjunta em Istambul.

Outra questão em cima da mesa será a tentativa de Erdogan de obter a aprovação de Putin para uma nova operação militar turca no norte da Síria contra as milícias curdas, que o Presidente turco está a anunciar há semanas.

Luxemburgo. Infeções por covid caíram 44% numa semana

Entre 25 e 31 de julho, 2.000 pessoas testaram positivo à doença, em comparação com as 3.577 da semana passada, o que representa uma descida de 44%.

O mais recente relatório das autoridades de saúde, divulgado esta quinta-feira, confirma a regressão da covid-19 que se tem vindo a observar nas últimas semanas no Grão-Ducado.

A idade média das pessoas diagnosticadas com o vírus subiu ligeiramente de 43 para 44,8 anos. Foram relatadas cinco mortes por covid-19 em pacientes com uma idade média de 81 anos.

Ao contrário do relatório anterior, em que não haviam sido registados internamentos nos cuidados intensivos, neste período estavam internadas nessa unidade três pessoas. Por outro lado, 17 pacientes estavam internados em enfermaria, o que representa um decréscimo face aos 21 da retrospetiva anterior.

Ministra desmente falta de pessoal em lares de idosos

A ministra da Família, Corinne Cahen, diz que o Governo não tem conhecimento de falta de pessoal nos lares de idosos do país. O esclarecimento surge no seguimento de uma questão parlamentar de Jeff Engelen, do ADR, sobre a alegada existência de camas vazias naquelas estruturas devido à falta de pessoal.

Na resposta, Cahen diz que o Executivo está consciente de que é necessário haver pessoal suficiente para prestar a assistência adequada aos idosos, seja em lares ou no domicílio. A ministra afirma que foi por essa razão que o Governo lançou em julho uma “campanha de valorização das profissões da saúde”. O objetivo é atrair jovens para estas profissões.

Na sequência da questão de Jeff Engelen, Corinne Cahen destaca as previsões demográficas para as próximas décadas no que toca ao envelhecimento da população. O grupo etário das pessoas com 65 anos ou mais representa atualmente 15,5% da população do país. Percentagem que deverá subir para 29,7% em 2070. Já as pessoas a partir dos 80 anos, que hoje são 4% do total, passarão a constituir 12,3% da sociedade luxemburguesa em 2070.

A ministra reconhece que, com o aumento da população idosa, aumentarão também as necessidades em termos de pessoal e estruturas dedicadas ao acompanhamento dos mais velhos.

Atualmente, o país totaliza 6.403 camas nas estruturas que acolhem idosos: 3.930 nos lares e 2.473 nas chamadas ‘maisons de soins’ (que acolhem idosos, mas também pessoas doentes). A estas vêm também juntar-se 914 camas em residências, onde os idosos podem viver de forma autónoma, mas contando com apoio médico, por exemplo.

Além destes lugares, a ministra da Família indica que cerca de 3.000 camas suplementares deverão ver a luz do dia em breve. Alguns dos projetos estão ainda em fase de discussão, outros a serem planeados e outros construídos.

Taxa sobre bebidas açucaradas e doces no Luxemburgo?

A introdução de uma taxa sobre as bebidas açucaradas e outros doces não está completamente fora dos planos do Governo.

Questionada sobre o assunto pelos deputados Josée Lorsché e Marc Hansen, do Déi Gréng, a ministra da Saúde reconhece que essa é uma estratégia que tem sido adotada por vários Estados-membros e que “força os produtores a rever a quantidade de açúcar em certas bebidas, por exemplo”.

Segundo Paulette Lenert, estão a ser estudadas neste momento “diferentes abordagens nesta matéria para analisar em que medida poderão ser transpostas para o contexto luxemburguês”.

Na questão dirigida à ministra da Saúde, os deputados ecologistas queriam também saber se a taxa de obesidade infantil aumentou no Luxemburgo durante a pandemia, à semelhança do que aconteceu nos países vizinhos. De acordo com Lenert, o efeito dos sucessivos confinamentos na obesidade infantil ainda não é conhecido, mas se a tendência for a mesma dos últimos cinco anos, as notícias não serão boas.

A ministra da Saúde refere que o próximo estudo EHIS sobre obesidade, nutrição e atividade física no Luxemburgo, para o período 2019-2024, só será tornado público em 2025. Para já, não é possível tirar conclusões sobre os efeitos da pandemia. No entanto, a última edição daquele estudo já tinha revelado um aumento da obesidade no Luxemburgo em todas as categorias de idade, à exceção do grupo dos 35-44 anos e do grupo das pessoas a partir dos 75.

Em relação às crianças e adolescentes, os dados recolhidos durante as visitas médicas às escolas nos anos anteriores ao início do primeiro confinamento dão também conta de uma “tendência crescente” da taxa de excesso de peso e obesidade.

Esses dados revelaram, por exemplo, um aumento da obesidade entre as crianças com mais de 12 anos. Outra das conclusões que salta à vista diz respeito ao aumento do número de crianças com excesso de peso: 16,4% dos alunos dos 9 aos 10 anos tinham excesso de peso em 2019/2020. No ano letivo de 2015/2016, essa percentagem era de 10,2%.

Uso de água potável baixa de "fase de vigilância" para "fase de sensibilização"

A "fase de vigilância" para o uso da água potável foi suspensa. A medida tinha sido decretada pelo Ministério do Ambiente e pela Administração de Gestão da Água no dia 13 de julho, devido ao elevado consumo de água, associado ao calor extremo.

No entanto, o nível baixou agora para a “fase de sensibilização", depois de o consumo ter diminuído a partir do início das férias coletivas, a 29 de julho, referem as autoridades em comunicado conjunto.

Com grande parte da população de férias no estrangeiro, "atualmente, o consumo real já não justifica a manutenção da fase de vigilância a nível nacional", justificam o Ministério do Ambiente e a Administração de Gestão da Água.

Dependendo da evolução do clima e do consumo nas próximas semanas, poderão ser aplicadas restrições e o nível de alerta laranja poderá ser mesmo declarado a nível comunal.

As autoridades continuam a apelar à população para limitar ao máximo o consumo de água potável e a evitar qualquer desperdício.

Segundo as previsões, a falta de chuva e o tempo seco deverão provocar "potencialmente" um novo recorde dos níveis mínimos dos caudais de água no Luxemburgo.

Como impacto, a sobrevivência da fauna e flora do ambiente fluvial serão prejudicados, refere o Ministério do Ambiente. Por essa razão, continua a ser proibida a retirada de água dos rios, riachos ou lagos. 

Calor, trovoada, chuva e vento colocam país em alerta

Luxemburgo sob aviso laranja devido ao calor. As previsões do Instituto Luxemburguês de Meteorologia (MeteoLux) apontam para temperaturas máximas a variar entre os 32 e os 35 graus ao longo do dia de hoje. No vale do rio Moselle, os termómetros poderão mesmo ultrapassar os 35 graus. 

O alerta laranja devido ao calor está em vigor entre as 10h e as 19h. Já entre as 22h de hoje e as 5h de sexta-feira, todo o território nacional vai estar sob aviso amarelo devido ao risco de trovoada, chuva intensa e vento forte, com rajadas que poderão atingir os 80 km/h. 

As previsões apontam ainda para a possibilidade de queda de granizo em alguns locais. Quanto a temperaturas, as máximas previstas para amanhã vão oscilar entre os 23 e os 25 graus. No domingo poderão chegar aos 28 e na segunda-feira deverão voltar a atingir a barreira dos 30 graus.

Alerta. Mais um jovem desaparecido

A polícia grã-ducal dá conta de mais um jovem que está dado como desaparecido. Trata-se de Giuseppe Pastore, de 20 anos, residente em Mersch e que está desaparecido desde as 10h da manhã desta quarta-feira.

Segundo o relatório da polícia, "não se pode descartar que o jovem esteja no estrangeiro".

A pessoa desaparecida fala luxemburguês, francês e alemão. No dia do seu desaparecimento, usava óculos escuros e vestia uma camisola preta. O jovem tem por hábito usar o telemóvel numa bolsa de ombro azul.

Qualquer informação útil sobre o seu paradeiro deve ser comunicada à esquadra de Limpertsberg, pelo telefone 244 48 1000, ou para o número de emergência 113.

Polícia detém dois presumíveis incendiários em Schifflange

A polícia deteve dois presumíveis incendiários em Schifflange. Segundo as autoridades, os dois suspeitos foram ouvidos pelo juiz de instrução na quarta-feira. O Ministério Público já abriu uma investigação ao caso.

De acordo com as informações da polícia, as detenções ocorreram após vários incêndios em Esch-sur-Alzette e Schifflange, que os bombeiros conseguiram controlar.

Em Esch, o incêndio consumiu caixas de cartão, papel e lixo, danificando ainda a fachada de uma casa.

Em Schifflange, foram registados vários fogos, mas os bombeiros conseguiram evitar que as chamas chegassem às casas.

Linha ferroviária entre o Luxemburgo e a Bélgica interrompida em agosto

A Infrabel, gestora da rede ferroviária belga, vai continuar a modernizar o eixo fronteiriço Ottignies-Namur-Luxemburgo e os trabalhos retomam na noite de sexta-feira, 5, e vão durar até à manhã de segunda-feira, 29 de Agosto. 

A modernização da infraestrutura vai permitir aumentar a velocidade de referência para 160 km/h "em troços suficientemente longos para permitir esta aceleração", diz a Infrabel. O projeto destina-se a tornar os caminhos-de-ferro mais competitivos e a aliviar o tráfego automóvel das autoestradas de e para o Luxemburgo. 

Os trabalhos vão ser realizados em três fases, entre seis e 28 de agosto. Estarão disponíveis autocarros de substituição. Os passageiros podem usar o bilhete do comboio nestes autocarros. 

F91 Dudelange joga na Suécia para a Liga Europa

O F91 Dudelange, treinado por Carlos Fangueiro, joga esta quinta-feira na Suécia. Depois de ter sido afastado da fase de eliminatórias da Champions, os campeões nacionais vão defrontar o Malmo, campeão da Suécia.

Este é o embate da primeira mão da terceira eliminatória da Liga Europa. Quem vencer esta fase, tem acesso à fase de grupos da Liga Europa.

O jogo de hoje começa às 19h. A segunda mão está marcada para o dia 9 de agosto, às 20h, no Luxemburgo.

Vitória de Guimarães procura bom resultado na visita ao Hajduk Split

O Vitória de Guimarães visita hoje os croatas do Hajduk Split, em jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Conferência Europa em futebol, num percurso que tem como objetivo chegar à fase de grupos da competição.

O jogo da primeira mão está agendado para hoje às 21:00, numa partida que será dirigida pelo sueco Mohammed Al-Hakim, enquanto a segunda mão realiza-se em 10 de agosto, pelas 18:00, em Guimarães.

Na mesma fase da competição, na quarta-feira o Gil Vicente empatou a um golo em casa do Riga, na estreia do clube de Barcelos nas competições europeias.

Redação Latina | Lusa | 


Notícias relacionadas

16.01.2022, Nordrhein-Westfalen, Düsseldorf: Eine Spritze mit Kochsalzlösung wird bei einem Lehrgang der Apothekerkammer Nordrhein in einen Arm gespritzt. Bei dem Lehrgang werden Apotheker und Apothekerinnen für den Impf-Einsatz vorbereitet, in dem sie lernen, wie man eine Spritze richtig setzt. Die Apotheken könnten bald ein Teil der Impfkampagne werden. Foto: Roberto Pfeil/dpa +++ dpa-Bildfunk +++