Index. Adiamento de julho não prejudicou poder de compra dos mais pobres
Radio Latina 11.11.2022
Série sobre o sistema de indexação (V)

Index. Adiamento de julho não prejudicou poder de compra dos mais pobres

Série sobre o sistema de indexação (V)

Index. Adiamento de julho não prejudicou poder de compra dos mais pobres

Radio Latina 11.11.2022
Série sobre o sistema de indexação (V)

Index. Adiamento de julho não prejudicou poder de compra dos mais pobres

O adiamento da parcela da indexação salarial do mês de julho não prejudicou o poder de compra dos agregados familiares mais carenciados.

Segundo as contas do Instituto Nacional de Estatística (Statec), a fatia dos 20% dos agregados mais pobres acabou por “ganhar” com as medidas compensatórias decididas nas reuniões tripartidas de março e de setembro para fazer face à escalada dos preços.

Já as mais “abastados” foram os mais penalizados, como referiu à Rádio Latina Tom Haas, chefe do serviço de Modelização e Previsão do Statec.



Index. Empresas pouparam mais de 2 mil milhões de euros com os adiamentos
As empresas luxemburguesas pouparam mais de 2 mil milhões de euros com o adiamento da indexação salarial.

O aumento do subsídio de vida cara e o aumento do salário mínimo são algumas das medidas tidas em conta pelo gabinete de estatísticas. Tudo somado, o poder de compra dos mais desfavorecidos foi protegido.

Recorde-se que as próximas parcelas da indexação deverão ser pagas no início do próximo ano: uma no início do ano e outra em abril.


Index. Medida de coesão social com mais de cem anos
A Rádio Latina falou com o instituto de estatísticas para tentar perceber melhor o mecanismo de indexação salarial. Entre hoje e sexta-feira iremos difundir uma peça por dia sobre o assunto.

Texto: Diana Alves | Foto: AFP


Notícias relacionadas

Si le report de l'index n'est pas remis en question par la haute instance, la subvention de loyer est loin de convaincre.