Hungria está fora da Eurovisão. Diz que o festival é "demasiado gay"
Radio Latina 28.11.2019

Hungria está fora da Eurovisão. Diz que o festival é "demasiado gay"

Hungria está fora da Eurovisão. Diz que o festival é "demasiado gay"

Foto: Reuters
Radio Latina 28.11.2019

Hungria está fora da Eurovisão. Diz que o festival é "demasiado gay"

Citada pelo The Guardian, uma fonte da televisão pública do país explica que o afastamento se deve à cultura homossexual do evento.

A Hungria anunciou que não vai participar na próxima edição da Eurovisão que decorre, em maio, em Roterdão,na Holanda. Embora não tenha sido divulgada nenhuma justificação oficial, uma fonte da televisão pública do país, MTVA, disse ao The Guardian que a decisão se explica pelos costumes "demasiado gay" do festival. 

"Não fiquei surpreendido. Faz parte da cultura organizativa da MTVA", partilhou a fonte, acrescentando que a estação desencoraja coberturas positivas de assuntos relacionados com os direitos de minorias sexuais.

Confrontado pelo jornal britânico, o MTVA não reconheceu a acusação mas também não desmente. Diz que "em vez de participar na Eurovisão em 2020" vai "apoiar diretamente as valiosas produções criadas pelos talentos da música pop húngara".

No país governado pela extrema-direita os ataques à comunidade LGBTQ+ têm subido de tom. Nos últimos meses um comentador ligado ao regime de Viktor Orbán disse que a Eurovisão é uma "esquadra gay". No parlamento, o porta-voz comparou a adoção por casais do mesmo sexo a pedofilia. 

Teresa Camarão