Harry. "Há 23 anos, quando perdi a minha mãe, vocês cuidaram de mim"
Radio Latina 2 min. 21.01.2020 Do nosso arquivo online

Harry. "Há 23 anos, quando perdi a minha mãe, vocês cuidaram de mim"

Harry. "Há 23 anos, quando perdi a minha mãe, vocês cuidaram de mim"

AFP
Radio Latina 2 min. 21.01.2020 Do nosso arquivo online

Harry. "Há 23 anos, quando perdi a minha mãe, vocês cuidaram de mim"

“Traz-me muita tristeza ter chegado a este ponto", garantiu o duque de Sussex, durante um discurso em que falou sobre a decisão de abandonar os deveres reais.

“Quero que ouçam a verdade da minha boca, e posso partilhá-la não como príncipe, ou duque, mas como Harry”, afirmou, num discurso durante um jantar da Sentebale, instituição de caridade por si fundada. Foi assim que o duque começou o seu discurso. 

Harry falou um dia depois de confirmar o acordo com a rainha Isabel II em relação à decisão, em conjunto com Meghan, de abandonar as suas funções comos membros da família real, decisão anunciada a 8 de Janeiro. “Traz-me muita tristeza ter chegado a este ponto”, afirmou. 

"Nasci nesta vida e é uma grande honra servir o meu país e a rainha. Quando perdi a minha mãe, há 23 anos, vocês cuidaram de mim, mas os média são uma força poderosa", demonstrando a relação complicada que tem com a imprensa desde que a princesa Diana morreu, em agosto de 1997. 

O duque de Sussex fez questão de afirmar o seu amor pelo país. "O Reino Unido é a minha casa e um lugar que eu amo. Isso nunca vai mudar. Eu cresci sentindo o apoio de tantos de vocês, e eu assisti enquanto vocês recebiam Meghan de braços abertos enquanto me viam encontrar o amor e a felicidade que eu esperava por toda a minha vida". 

Harry até brincou com a forma como pode ter sido encarado o casamento. "Finalmente, o segundo filho de Diana se casou, hurray!". 

No entanto, Harry saiu em defesa de Meghan. "Eu também sei que vocês me conheceram bem o suficiente durante todos esses anos para confiar que a mulher que escolhi como minha esposa sustenta os mesmos valores que eu. E ela defende, e ela é a mesma mulher por quem me apaixonei". 

O casal esperava poder continuar a servir a rainha, a Commonwealth e as associações militares de que faz parte, "mas sem dinheiro público". "Infelizmente, isso não era possível" e como tal tomou a decisão de se afastar do trabalho da coroa e de deixar de representar a rainha em público.

Uma vida em paz. É isto que os duques de Sussex procuram.  "Sinto uma grande tristeza que tenha chegado a este ponto"  garantindo que a decisão não foi tomada de "ânimo leve". "Sei que nem sempre estive bem, mas neste caso não havia outra opção". 



Notícias relacionadas