Habitação. Cerca de 15,4% dos residentes vivem com infiltrações ou humidade
Radio Latina 14 min. 08.06.2022
Atualidade em síntese 08 JUN 2022

Habitação. Cerca de 15,4% dos residentes vivem com infiltrações ou humidade

Atualidade em síntese 08 JUN 2022

Habitação. Cerca de 15,4% dos residentes vivem com infiltrações ou humidade

Radio Latina 14 min. 08.06.2022
Atualidade em síntese 08 JUN 2022

Habitação. Cerca de 15,4% dos residentes vivem com infiltrações ou humidade

Não há dados sobre quantas habitações foram encerradas devido às más condições.

Cerca de 15,4% dos residentes vivem em habitações com más condições. Em causa estão problemas como infiltrações e humidade, segundo dados do Eurostat que estão no centro de uma questão parlamentar da deputada Nathalie Oberweis, do déi Lénk.

Mais concretamente, o referido estudo mostra que 15,4% da população vive numa habitação com infiltrações no teto, paredes ou chão. Há quem viva ainda em casas com problemas de humidade ou ainda em casas onde os caixilhos das janelas ou o próprio chão estão podres.

Para a deputada, trata-se “não só de uma situação muito grave em matéria de habitação no Luxemburgo, como também de uma violação da legislação em vigor sobre os critérios mínimos de salubridade, higiene, segurança e habitabilidade de habitações e quartos para arrendamento”.

Na missiva dirigida ao ministro da Habitação, Henri Kox, a deputada quis obter mais informações quanto ao estudo e quanto às medidas preconizadas pelo Governo para resolver a situação. Na resposta, o ministro começa por sublinhar o “carácter subjetivo” das questões, argumentando que os resultados do estudo assentam apenas nas respostas dos agregados e não numa avaliação do estado da habitação levada a cabo por peritos.

Na questão, a deputada queria também saber quantas habitações ou quartos foram encerrados à luz da lei, mas, segundo o ministro, esses dados não existem. Henri Kox indica que quer a lei quer o respetivo regulamento grão-ducal “terão de ser adaptados em breve”, sem adiantar, no entanto, mais pormenores.

Variante BA.5 também se alastra no Luxemburgo

A variante Omicron BA.5 está a alastrar-se, tanto a nível mundial, como no Luxemburgo. No entanto, para já não há consenso sobre as consequências desta expansão.

Segundo o mais recente relatório “Revilux”, do Laboratório Nacional da Saúde (LNS), entre 16 e 22 de maio, esta variante representava 8,4% das novas infeções detetadas com um teste PCR. Um aumento de 47%, uma vez que na semana anterior a percentagem ainda era de 5,7%. Note-se que a variante Omicron BA.2 continua a ser predominante no Grão-Ducado com 87,9% das novas infeções.

Também a sub-variante BA.4 está mais presente no Luxemburgo. Na semana de 16 a 22 de maio, 3,5% dos novos casos devem-se a esta linhagem. Na semana anterior era 1,8%.

A linhagem BA.5 da variante Omicron já é dominante em Portugal. A Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu que essa linhagem (que pode apresentar, por exemplo, mutações com impacto na entrada do coronavírus nas células) pode ser mais transmissível do que a BA.2, mas ressalvou que ainda não existem dados que comprovem que provoca Covid-19 mais grave.

É "urgente" aumentar salário mínimo em 10% no Luxemburgo

Apesar de ser o mais elevado da Europa, o salário mínimo do Luxemburgo já não dá "garantias de uma vida digna", disse Nora Back, presidente da Câmara dos Assalariados, esta terça-feira, na conferência Panorama Social 2022, pedindo um aumento de 10% a curto prazo.

Para a Câmara dos Assalariados, os 2.313,37 euros brutos atualmente definidos já não servem de "garantia de uma vida digna", já que este valor está muito próximo do limiar do risco de pobreza em termos líquidos.

A Câmara dos Assalariados corroborou esta afirmação com alguns dados preocupantes: atualmente, 28,6% dos agregados familiares dizem ter dificuldades em fazer face às despesas, em comparação com os 20% de 2005; 22,5% dizem-se incapazes de lidar com despesas inesperadas, situação que aumentou 42% desde 2003 e que se fez notar particularmente entre 2019 e 2020.

A Câmara dos Assalariados alertou, ainda, para o fenómeno dos "trabalhadores pobres", ou seja, pessoas em risco de pobreza apesar de estarem empregadas, em muitos dos casos mães ou pais solteiros ou famílias com mais de três crianças.

Isto deve-se, sobretudo, à situação delicada que o mercado da habitação atravessa no Luxemburgo.

Caso Jeff da Costa. CSV pede reunião de urgência para confrontar ministro sobre despedimento

O partido cristão-social (CSV) convocou uma reunião de urgência da Comissão de Economia para ouvir o ministro da tutela, Franz Fayot, sobre alegadas pressões para despedir um crítico do Governo.

O lusodescendente Jeff da Costa, especialista em hidrologia, foi despedido recentemente da empresa RSS Hydro, depois de ter criticado a gestão do Governo sobre as cheias de julho de 2021.

Apesar de o primeiro-ministro, Xavier Bettel, ter assegurado recentemente numa resposta parlamentar que "nenhum membro do Governo fez pressão sobre o funcionário ou a sua empresa", o jornal Luxemburger Wort publicou esta quarta-feira que várias testemunhas da empresa RSS Hydro disseram o contrário.

Segundo o Wort, as testemunhas garantem que o patrão da empresa falou sobre pressões do Governo, em especial do Ministério da Economia.

O maior partido da oposição refere na sua convocação dirigida ao presidente do Parlamento que, a confirmar-se as suspeitas de pressão por parte do Governo, "é intolerável e indigno de um Estado de Direito". O CSV quer explicações do ministro Franz Fayot em comissão parlamentar.

Num caso tornado público pela rádio 100,7, Jeff da Costa defende que o Governo e as autoridades não alertaram atempadamente a população sobre as previsões europeias das cheias no mês de julho de 2021.

Mais de 10 mil agregados à espera de arrendar ou comprar casa

No ano passado, a Société nationale des habitations à bon marché (SNHBM) construiu um novo número recorde de casas: 300 unidades foram concluídas, apesar da crise sanitária e da consequente escassez de matérias-primas, em comparação com 200 em 2020.

A SNHBM tem mais de 100 anos de experiência na criação de habitação pública acessível, tanto para arrendamento como para venda, segundo a presidente do conselho de administração, Annick Rock

O objetivo é completar 300 unidades habitacionais por ano, mas também iniciar cerca de 300 novas unidades.

A empresa está principalmente bem representada no sul e no centro, mas no futuro também quer ser mais ativa no norte do Grão-Ducado.

No ano passado, foram vendidos 73 apartamentos e 81 casas unifamiliares. O preço médio da habitação subsidiada foi de 3.917 euros por metro quadrado em 2021. Cerca 7.500 pessoas estão atualmente na lista de espera da SNHBM porque estão interessadas em comprar um imóvel. No ano passado, 1.951 pessoas inscreveram-se ou renovaram o seu registo.

Luxemburgo congela quase 4,3 mil milhões de euros de empresas e pessoas russas

As sanções à Rússia a nível europeu também têm repercussões no Grão-Ducado. Até agora, o Luxemburgo congelou quase 4,3 mil milhões de euros (4,267 mil milhões) em ativos russos, quer a empresas, como a pessoas privadas.

Num comunicado, o Ministério das Finanças esclarece que se trata de dinheiro que está em bancos da praça financeira luxemburguesa, como também de valores imobiliários.

Através do registo de empresas, o Luxemburgo identificou 90 entidades legais e 1.100 pessoas privadas que se encontram na lista de sanções à Rússia, e que estão estabelecidas no Grão-Ducado.

"O regime de sanções da UE contra a Rússia está a ter resultados tangíveis no Luxemburgo, sendo que o Grão-Ducado está a cumprir plenamente o seu papel em resposta à invasão russa na Ucrânia", assegurou a ministra das Finanças, Yuriko Backes.

Lex Delles. "Indústria hoteleira espera uma taxa de ocupação de 70%"

O turismo do Luxemburgo está a recuperar e já não é apenas um destino de negócios.

Apesar de os dados do primeiro trimestre de 2022, revelados pelo Statec, estarem cerca de 30% abaixo dos níveis de 2019, o ministro do Turismo está confiante sobre este verão.

Em entrevista ao jornal Wort, Lex Delles refere que o turismo de lazer mostrou uma clara retoma em maio e junho, coincidindo com o fim da maior parte das restrições sanitárias.

Em 2021, os primeiros sinais de uma recuperação turística já se faziam sentir, com 1,58 milhões de dormidas. Já para 2022, o ministro estima uma taxa de ocupação dos hotéis de 60 a 70% em maio e junho, sobretudo com turistas dos países vizinhos.

Também há cada vez mais reservas nos hotéis para o turismo de negócios, o que acaba por ser, em certas ocasiões, um problema. Para Lex Delles, às vezes o país é incapaz de atrair congressos de milhares de pessoas porque não tem estruturas necessárias para acomodar tantas pessoas.

Luxemburgo regista mais 751 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

A última atualização do Ministério da Saúde dá conta de 751 novas infeções detetadas em 2.213 testes realizados nas últimas 24 horas.

Há uma morte a assinalar, o que eleva o total de óbitos pela doença para 1.082 no Grão-Ducado.

Existem sete pacientes internados, seis em enfermaria e um nos cuidados intensivos.

CFL. Gare da capital abre novo centro de atendimento esta quarta-feira

O novo centro de atendimento e venda da estação dos comboios da Cidade do Luxemburgo abriu ao público esta quarta-feira.

Depois da inauguração oficial, no dia de ontem, pelos Caminhos de Ferro Luxemburgueses (CFL) e pelo ministro da Mobilidade, François Bausch, os passageiros e visitantes poderão a partir de hoje dirigir-se às novas e modernas instalações.

Os CFL referem que o local tem seis balcões e vai servir para vender bilhetes de transporte internacional e como ponto de atendimento e informação para os visitantes.

Dois dos balcões vão servir apenas para dar informações, como horários, tarifas ou informações turísticas, e os outros quatro como pontos de venda.

Pintora Paula Rego morreu aos 87 anos

A pintora Paula Rego, uma das mais aclamadas e premiadas artistas portuguesas a nível internacional, morreu nesta manhã em Londres, aos 87 anos. 

De acordo com o galerista Rui Brito, a artista "morreu calmamente em casa, junto dos filhos". Paula Rego nasceu no dia 26 de janeiro de 1935, em Lisboa.

Estudou Artes no anos 60, em Londres, onde se radicou a partir da década de 70.

Foi galardoada com o Prémio Turner em 1989, e o Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso em 2013. Em 2010, recebeu da Rainha Isabel II a Ordem do Império Britânico com o grau de Oficial, pela sua contribuição para as artes.

Entre outros prémios, em 2019, recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Governo de Portugal.

Um morto e vários feridos após veículo avançar sobre multidão em Berlim

Uma pessoa morreu e várias outras feridas depois de um veículo avançar sobre a multidão, em Berlim. Algumas fontes falam em cerca de 30 feridos.

Segundo a Associated Press, que cita o porta-voz da polícia da capital alemã, o atropelamento aconteceu junto ao centro comercial situado perto do jardim zoológico.

As autoridades já detiveram o condutor suspeito, mas não se sabe ainda se o atropelamento foi acidental ou se o homem conduziu deliberadamente contra a multidão.

Pelo menos dez mortos e 50 feridos em descarrilamento de comboio no Irão

Pelo menos dez pessoas morreram hoje e 50 ficaram feridas no descarrilamento de um comboio.

A composição fazia a ligação entre Mashhad e Yazd.

De acordo com o porta-voz dos serviços de socorro iranianos, citado pela televisão estatal, “12 feridos em estado grave foram transferidos para o hospital”.

Zelensky defende vitória militar antes de negociações de paz

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse que o seu país precisa de uma vitória sobre a Rússia "no campo de batalha", antes de qualquer negociação de paz.

Questionado sobre o que a Ucrânia consideraria uma "vitória" nesta guerra, Zelensky defendeu que o regresso à situação anterior à invasão russa, iniciada em 24 de fevereiro, seria "uma séria vitória provisória", antes do final da ocupação do país.

Sobre as negociações com a Rússia, interrompidas desde final de março, o Presidente ucraniano argumentou que "não mudou" a sua posição sobre o facto de que "toda a guerra deve ser encerrada na mesa de negociações".

Banco Mundial aprova financiamento extra de 1,4 mil milhões de euros à Ucrânia

O Banco Mundial aprovou na terça-feira um financiamento adicional de 1,4 mil milhões de euros para ajudar a Ucrânia a continuar a pagar os salários dos funcionários públicos.

O presidente do Banco Mundial, afirmou que mais apoio está a ser "fornecido à Ucrânia face à guerra em andamento".

No entanto, o executivo não explicou se os novos fundos são um donativo ou um empréstimo.

Com este novo financiamento, o Banco Mundial já disponibilizou cerca de 3,7 mil milhões de euros para apoiar a Ucrânia.

Praias da Haute-Sûre. Não é preciso reservar

Ao contrário dos últimos dois anos, este verão não é preciso reservar para poder passar o dia nas praias da Haute-Sûre. Durante os últimos dois anos o número de banhistas nos lagos esteve limitado, devido à pandemia.

O regresso à normalidade foi agora confirmado pelo Parque Natural da Haute-Sûre que deixa, no entanto, algumas recomendações para que a estadia nos lagos se faça da forma mais sustentável possível.

O primeiro apelo é que se utilize os serviços de transporte que passam pelos diferentes lagos, deixando o carro, por exemplo, nos parques de estacionamento gratuitos de Insenborn e Lultzhausen. Os parques que ficam localizados perto dos lagos custam 3 euros por hora.

As autoridades apelam também ao público para que mantenha as praias limpas. Para isso, há agora novos caixotes do lixo e também uma zona específica para churrascos.

Por outro lado, passa a ser proibido levar cães para a relva que envolve os lagos, como também ouvir música num volume elevado.

Seleção feminina de voleibol do Luxemburgo joga em Portugal

A seleção feminina de voleibol do Luxemburgo joga esta quarta-feira em Portugal, a contar para a fase preliminar da ‘Silver League’ Europeia 2022.

O Luxemburgo faz parte do único grupo desta fase preliminar, juntamente com Portugal, Suécia, Eslovénia e Estónia. Até agora, a equipa feminina do Luxemburgo já perdeu os três embates iniciais e jogará agora pela primeira vez contra Portugal.

O jogo vai ser disputado no pavilhão desportivo municipal de Santo Tirso, a partir das 22h.

As cinco seleções vão jogar no sistema de todos contra todos, em casa e fora. As duas melhoras seleções vão jogar a final, agendada para o dia 2 de julho. Quem vencer vai participar na Golden League em 2023 e receber 35 mil euros de prémio.

Luxemburgo vence por 1-0 Ilhas Faroé

A seleção de futebol do Luxemburgo venceu ontem por 1-0 o segundo jogo do grupo 1 da Liga C da Taça das Nação, nas Ilhas Faroé.

Um golo de Gerson Rodrigues na segunda parte do jogo deu a vitória aos leões vermelhos.

Já no sábado, o Luxemburgo venceu a Lituânia por 2-0.

No dia 11 de junho o Luxemburgo vai receber a Turquia e três dias depois (14) volta a jogar contra as Ilhas Faroé, mas no Estádio Nacional, em Kockelsheuer.

Os restantes jogos contra a Turquia e a Lituânia serão disputados em setembro.

Portugal goleia Liechtenstein no apuramento para o Europeu de sub-21 de 2023

Portugal, já apurado, goleou ontem fora o Liechtenstein, por 9-0, no penúltimo jogo da ‘equipa das quinas’ no Grupo D da fase de qualificação o Europeu de sub-21 de 2023 de futebol.

Com este triunfo, Portugal passou a somar 25 pontos, mais oito do que a Grécia, tendo já assegurado a nona presença em fases finais de Europeus de sub-21, nas quais tem como melhores prestações os segundos lugares em 1994, 2015 e 2021.

Preço da gasolina baixa e o do gasóleo aumenta

A gasolina 95 octanas vai baixar 3,8 cêntimos e vai passar a custar 1,97 euros por litro, enquanto que a gasolina 98 octanas vai descer 6 cêntimos, atingindo 2,21 euros por litro.

No sentido contrário, o gasóleo vai aumentar 6 cêntimos e vai passar a ser vendido a 1,95 euros por litro.  

Redação Latina | Lusa | 


Notícias relacionadas

"No Luxemburgo só ficarão a morar os ricos"

Economia por Paula SANTOS FERREIRA 4 min. 08.01.2020
Faltam casas para responder ao aumento da população.