Guerras de mulheres na família Trump

Guerras de mulheres na família Trump

Foto: AFP
Radio Latina 2 min. 14.04.2019

Guerras de mulheres na família Trump

A mulher do presidente dos EUA, Melania e a filha, Ivanka, a quem chamam “primeira filha” vivem em clima de grande tensão e de disputa, na Casa Branca, pelo poder. Só Melania consegue domar a enteada, diz uma jornalista e escritora norte-americana autora de um livro saído recentemente sobre o marido de Ivanka, “Kushner, Inc. Ganância. Ambição. Corrupção.”.

 A primeira dama, Melania, de 48 anos, e a filha de Donald Trump, Ivanka Trump, de 37 anos, sempre tiveram uma relação próxima, existindo entre ambas apenas 11 anos de diferença. Contudo, desde que Trump assumiu a presidência dos EUA, o mal-estar instalou-se entre a madrasta e a enteada.

“Os filhos do Donald são crescidos. Não me vejo como mãe deles. Sou amiga. Estou aqui caso eles precisem”, declarou Melania Trump, numa entrevista à Harper’s Bazar, em 2016.

Nos primeiros meses da polémica presidência Trump, Melania decidiu continuar em Nova Iorque com o seu filho Barron, de 13 anos, no luxuoso apartamento, onde vivia a família, enquanto Donald Trump foi ocupar a Casa Branca, em Washington. Mas, Ivanka Trump, mudou-se logo com o pai, e nesse período de ausência de Melania foi ela a primeira dama. Até havia quem dissesse que era ela a Presidente.

Quando acabou o ano escolar de Barron, Melania foi então viver com o marido e ocupar o lugar de primeira dama, "destituindo" Ivanka. Mesmo assim, enquanto a mulher de Trump se mantinha discreta e afastada do público, Ivanka, a quem chamam de “Primeira Filha”continuava a acompanhar o pai e a substitui-lo em eventos políticos, mesmo em visitas ao estrangeiro.

A relação entre as duas mulheres foi ficando cada vez pior. Contudo, dentro da Casa Branca” a mulher do Presidente é a única que consegue fazer frente a Ivanka e ganhar”, declarou a jornalista e escritora Vicky Ward, referindo-se à “grande tensão” vivida entre as duas mulheres. As declarações foram feitas por Ward numa entrevista no Late Show, de Stephen Colbert, onde foi promover o seu livro “Kushner, Inc. Ganância. Ambição. Corrupção.”, sobre o marido de Ivanka.

A primeira “guerra” entre as duas aconteceu por causa do melhor espaço na Casa Branca. Ivanka queria roubá-lo à madrasta. Melania Trump que fundou e coordena a campanha “Be Best”, centrada no bem-estar das crianças norte-americanas possui o seu próprio staff, mas Ivanka Trump também tem a sua equipa.

“Como digo no meu livro Melania é a única que consegue sempre e com sucesso fazer frente a Ivanka e ganhar”, garantiu a escritora.

A jornalista recordou que durante o período de transição, “Ivanka disse ao mundo que não se iria juntar ao pai, na Casa Branca”. Pura “mentira”, exclamou.”Nos bastidores, ela planeou tudo ao pormenor, em segredo. Até ainda tem desenhado um escritório da família Trump, na Ala Este da Casa Branca, que é normalmente território da primeira dama”.

 Ward contou que, claro, que Melania Trump soube disso, “colocou logo um ponto final nos planos da Ivanka”. Esta tensão continua, se bem que escondida do público. No seu novo livro, “Kushner, Inc. Ganância. Ambição. Corrupção.” esta jornalista centra-se na vida do casal Ivanka e Jared Kushner, a quem apelida de “Javanka”. “Eles não são apenas os chefes facilitadores do Presidente, não têm como ele, quaisquer regras, leis ou ética”, defende. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.