Fraude carne: “Suspeitos” os produtos vendidos no Luxemburgo

Fraude carne: “Suspeitos” os produtos vendidos no Luxemburgo

Radio Latina 14.03.2018

Fraude carne: “Suspeitos” os produtos vendidos no Luxemburgo

Todos os produtos à venda no Luxemburgo, provenientes do matadouro belga Veviba devem ser considerados “suspeitos e fraudulentos”.

A recomendação é das autoridades belgas e anunciada esta terça-feira pelo ministro luxemburguês da Agricultura e da Proteção dos Consumidores.

Os produtos em causa vão ser retirados do circuito comercial”, como medida de precaução, afirma o ministério.

A mesma fonte adianta que a “maior parte dos supermercados já retirou esses produtos das prateleiras”.

Na sexta-feira, e no seguimento do escândalo de segurança alimentar que rebentou na Bélgica, os supermercados Delhaize e Colruyt do Luxemburgo anunciaram o fim da colaboração comercial com todas as filiais do grupo Veviba (Veviba, em Bastogne; Adriaens, em Zottegem; Lanciers, em Rochefort e Verbist, em Izegem).

O matadouro de Bastogne exportava carne de vaca para o grão-ducado e foi acusado pelas autoridades sanitárias da Bélgica de falsificar a data de congelação da carne.

Mais de metade dos produtos controlados violavam as regras de segurança alimentar.

Redação Latina