Farmacovigilância. Onze pessoas morreram no Luxemburgo após toma da vacina
Radio Latina 10 min. 24.01.2022
Atualidade em síntese 24 JAN 2021

Farmacovigilância. Onze pessoas morreram no Luxemburgo após toma da vacina

Atualidade em síntese 24 JAN 2021

Farmacovigilância. Onze pessoas morreram no Luxemburgo após toma da vacina

Radio Latina 10 min. 24.01.2022
Atualidade em síntese 24 JAN 2021

Farmacovigilância. Onze pessoas morreram no Luxemburgo após toma da vacina

No relatório anterior registavam-se dez óbitos.

O Luxemburgo administrou mais de 1.064.000 (um milhão e 64 mil) doses dos quatro fármacos contra a covid.19 até ao final do mês de dezembro. Foram reportados às autoridades efeitos secundários em 2.042 pessoas, ou seja, o equivalente ao efeito de 0,19% das doses.

Estes dados são revelados no último relatório de farmacovigilância. Da análise, constata-se que houve 126 casos em que as pessoas vacinadas tiveram de ser hospitalizadas, sendo que 20 pessoas correram risco de vida e 11 acabaram mesmo por morrer. No relatório anterior registavam-se dez óbitos.

O Ministério da Saúde realça que todos estes casos foram notificados após as pessoas terem sido vacinadas, mas ainda não foi comprovado que o fármaco tenha estado na origem dos efeitos adversos. Para já, só um único óbito foi atribuído diretamente à vacinação contra a covid-19, no Luxemburgo.

Segundo o relatório, houve ainda 461 casos em que os efeitos secundários foram qualificados de "graves". São considerados graves porque foi preciso recorrer a uma baixa médica.

A maioria dos casos, 1.581, tratou-se de efeitos secundários qualificados de “não graves”, como febre, dores de cabeça ou ainda cansaço. Reações comuns a qualquer vacina.

Task Force. Pico de contágios deve ser atingido no início do mês de fevereiro

A situação pandémica no Luxemburgo continua com um desenvolvimento de novos casos elevado. No entanto, a dinâmica é menos acentuada que nas semanas anteriores. Esta é a conclusão do último relatório da Task-Force Covid-19, publicado na sexta-feira.

A média de casos diários, na semana passada, era de 1.925 casos por dia, enquanto na semana anterior era de 1.562 casos, ou seja, um aumento de 23%. No entanto analisando o aumento da semana anterior, este era ainda de 40%.

A médio prazo, as projeções dos especialistas apontam um aumento contínuo nas próximas semanas, com um pico previsto de cerca de 2.000 casos por dia no início do mês de fevereiro. Estas projeções não tomam em conta o comportamento social das pessoas, o que pode mudar o número a qualquer altura.

Devido à forte prevalência da variante Ómicron, que é muito mais contagiosa que a variante Delta, a Task Force sublinha a importância de limitar as interações sociais e cumprir as medidas de higiene. No entanto, sublinha que as hospitalizações são menos frequentes. O risco de ser hospitalizado é 50% menos elevado com esta variante, chegando mesmo aos 70% para as hospitalizações nos cuidados intensivos. Estes dados fazem a comparação com a variante Delta.

Autofestival. ULC alerta e aconselha compradores

A União Luxemburguesa dos Consumidores (ULC) alerta os potenciais clientes do Autofestival para a necessidade de se manterem vigilantes em relação às propostas dos vendedores.

As condições dos contratos de venda podem revelar-se, por vezes, enganadoras. E os compradores podem ficar numa situação complicada, depois de terem assinado, de boa fé, contratos que, no final, se revelam enganosos.

Para a União Luxemburguesa dos Consumidores, os potenciais compradores devem exigir que sejam respeitadas algumas condições importantes, antes de assinarem qualquer papel:

- a designação exata do modelo de veículo a encomendar deve estar mencionada de forma inequívoca no contrato, inclusivamente todas as opções e o equipamento escolhido;

- o prazo de entrega deve ficar bem explícito no contrato tal como a garantia do concessionário;

- o preço real de compra deve ser indicado, de forma precisa, sem ambiguidades, tal como o preço de um carro em segunda mão do comparador, usado como moeda de troca.

Se o comprador optar por um carro em segunda mão deve controlar o estado do veículo, procurando detetar o menor defeito e o número exato de quilómetros do veículo.

Estes são os aspetos que devem merecer uma maior atenção, embora não sejam os únicos.

O Festival Automóvel decorre de 24 de janeiro a 5 de fevereiro. 

CovidCheck no trabalho. Balanço da primeira semana sem incidentes

Os sindicatos e os representantes dos empregadores não detetaram grandes problemas na primeira semana de implementação obrigatória do controlo CoviCheck nas empresas.

O secretário-geral da LCGB, Christophe Knebeler, afirmou à RTL que os problemas relatados foram muito específicos. Por exemplo, as pessoas que tiveram de realizar testes Covid nos centros geridos pelo Exército receberam certificados sem código QR.

Segundo a RTL, apesar de os certificados sem código QR serem aceites, houve pessoas que foram enviadas para casa.

Outro problema, apontado pela presidente da OGBL, Nora Back, é que a oferta de testes gratuitos para pessoas que já foram vacinadas continua a não ser suficiente.

A OGBL defende que o regime 3G deveria terminar a partir de 28 de fevereiro, data em que a versão da atual lei Covid termina.

A federação da indústria manufatureira defende também o fim dos controlos 3G nas empresas a partir dessa data.

Nem o representante dos empregadores nem os sindicatos notaram um grande número de pessoas que se recusaram a trabalhar por causa do CovidCheck.

Jean-Paul Olinger, da União Empresarial Luxemburguesa refere por sua vez que há também grandes empresas que têm os seus próprios enfermeiros no local e fazem os testes no local.

10% a 15% dos casos Omicron são reinfeções no Grão-Ducado

Nunca no Luxemburgo se registaram tantos casos de pessoas reinfectadas como agora e a culpa é da variante Omicron. A revelação foi feita pelo epidemiologista Jöel Mossong ontem no espaço de perguntas e respostas no Facebook do Ministério da Saúde.

As infeções com esta nova variante continuam a bater recordes diários no país, devido ao maior poder de contágio que a Omicron possui.

Entre as pessoas infetadas crescem os casos de reinfeções. Atualmente, “10% a 15% dos casos de pessoas infetadas com a Omicron já estiveram infetados antes, com outra variante, e isto é muito mais comum agora”, sublinhou o epidemiologista do Laboratório Nacional de Saúde do Luxemburgo (LNS).

A reinfeção acontece porque a Omicron “é quase um novo vírus”, capaz de contornar a “imunidade adquirida por uma antiga infeção ou pela vacina”, explica este cientista. 

Covid-19: Portugal quinto do mundo e quarto da UE com mais novos contágios diários

Portugal continua esta semana a ser o quarto país da União Europeia com mais novos casos diários de contágio, segundo o site estatístico Our World in Data.

De acordo com os dados atualizados à data desta segunda-feira, o estado-membro com maior média de novos contágios por milhão de habitantes é a Dinamarca, com 6.550, seguida de França (5.340) e Eslovénia (4.810), enquanto Portugal está com uma média de 4.730 casos.

O Luxemburgo aparece na oitava posição, com uma média diária nos últimos sete dias de 3.202 casos.

Manifestação no Luxemburgo contra vacinação obrigatória

À volta de 250 pessoas saíram à rua no sábado, para protestar contra as medidas sanitárias.

Como já tinha sido avançado pela burgomestre da Cidade do Luxemburo, Lydie Polfer, realizaram-se duas manifestações neste sábado contra as restrições sanitárias em vigor no Grão-Ducado.

Em geral, as duas manifestações aconteceram de forma pacífica e sem incidentes. Não houve outras reuniões não autorizadas. 

Autofestival. ULC alerta e aconselha compradores

A União Luxemburguesa dos Consumidores (ULC) alerta os potenciais clientes do Autofestival para a necessidade de se manterem vigilantes em relação às propostas dos vendedores.

As condições dos contratos de venda podem revelar-se, por vezes, enganadoras. E os compradores podem ficar numa situação complicada, depois de terem assinado, de boa fé, contratos que, no final, se revelam enganosos.

Para a União Luxemburguesa dos Consumidores, os potenciais compradores devem exigir que sejam respeitadas algumas condições importantes, antes de assinarem qualquer papel:

  • a designação exata do modelo de veículo a encomendar deve estar mencionada de forma inequívoca no contrato, inclusivamente todas as opções e o equipamento escolhido;
  • o prazo de entrega deve ficar bem explícito no contrato tal como a garantia do concessionário;
  • o preço real de compra deve ser indicado, de forma precisa, sem ambiguidades, tal como o preço de um carro em segunda mão do comparador, usado como moeda de troca.

Se o comprador optar por um carro em segunda mão deve controlar o estado do veículo, procurando detetar o menor defeito e o número exato de quilómetros do veículo.

Estes são os aspetos que devem merecer uma maior atenção, embora não sejam os únicos.

O Festival Automóvel decorre de 24 de janeiro a 5 de fevereiro.

Transfronteiriços. Transporte público gratuito entre Roussy-le-Village e Luxemburgo

O Luxemburgo vai ter transporte gratuito até Roussy-le-Village, em França, a pensar na mobilidade dos transfronteiriços. O projeto-piloto é de seis meses e vai começar no dia 31 de janeiro, anunciou a a Administração dos transportes públicos.

Durante seis meses, as autoridades luxemburguesas vão avaliar a utilidade e as consequências reais desta medida, que visa descongestionar as estradas e autoestradas no Luxemburgo, sobretudo nas horas de ponta.

A linha de autocarros regionais (RGTR) 323 vai fazer a ligação gratuita entre Kirchberg e o P&R de Roussy-le-Village, que fica a cinco quilómetros da fronteira com a comuna luxemburguesa de Frisange. 

Luxemburgo é o segundo país da UE na venda de autocarros zero emissões

O Luxemburgo é o Estado-membro da União Europeia com a segunda mais alta taxa de venda de autocarros zero emissões.

A organização ambientalista Transport&Environment divulgou recentemente dados sobre esta matéria, referentes a 2020, e no Grão-Ducado 51% dos autocarros vendidos são zero emissões.

Os Países Baixos lideram a tabela de vendas de autocarros elétricos, com 81% do total de novos veículos com emissão zero, enquanto a Polónia fecha o pódio, depois do Luxemburgo, com 28%.

A média nos países analisados é de 16%, superior aos 12% registados em 2019.

Jean Asselborn discute segurança na Europa com homólogos europeus

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, participa esta segunda-feira no conselho de Relações Externas da União Europeia (UE), em Bruxelas.

O ministério da tutela refere que Asselborn e os seus homólogos europeus vão debater a segurança na Europa, ligada às tensões na fronteira entre a Rússia e a Ucrânia.

Os ministros vão ainda discutir o envolvimento da UE na Síria e a situação política na Líbia. Em cima da mesa vão estar também questões europeias e internacionais, como no no Mali e no Sudão.

Líder FC Porto aumenta vantagem para seis pontos ao bater Famalicão

O FC Porto aumentou ontem para seis a vantagem na liderança da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Famalicão por 3-1, em encontro da décima-nonaª jornada.

Na classificação, o FC Porto, que acabou com 10, face à expulsão de Uribe, aos 85 minutos, passou a contar 53 pontos, contra 47 do Sporting, que perdeu no sábado na receção ao Sporting de Braga (1-2).

Redação Latina | Lusa | Foto DPA


Notícias relacionadas

16.01.2022, Nordrhein-Westfalen, Düsseldorf: Eine Spritze mit Kochsalzlösung wird bei einem Lehrgang der Apothekerkammer Nordrhein in einen Arm gespritzt. Bei dem Lehrgang werden Apotheker und Apothekerinnen für den Impf-Einsatz vorbereitet, in dem sie lernen, wie man eine Spritze richtig setzt. Die Apotheken könnten bald ein Teil der Impfkampagne werden. Foto: Roberto Pfeil/dpa +++ dpa-Bildfunk +++
20.05.2008 Lecker essen - Maison Relais Caritas Grevenmacher Foto: Serge Waldbillig
20.05.2008 Lecker essen - Maison Relais Caritas Grevenmacher Foto: Serge Waldbillig