Fãs de Michael Jackson processam autores de documentário sobre acusações de pedofilia
Radio Latina 1 15.03.2019

Fãs de Michael Jackson processam autores de documentário sobre acusações de pedofilia

Fãs de Michael Jackson processam autores de documentário sobre acusações de pedofilia

Foto: AFP
Radio Latina 1 15.03.2019

Fãs de Michael Jackson processam autores de documentário sobre acusações de pedofilia

"Leaving Neverland", do canal americano HBO, estreou este mês e conta a história de dois homens que dizem ter sido abusados pelo cantor, em menores, durante vários anos.

Três associações de fâs do falecido cantor Michael Jackson processaram os autores do documentário sobre os alegados abusos do artista a dois jovens, na altura menores, As queixas da Michael Jackson Community Associations, MJ Street e On the Line deram entrada num tribunal de Orleães, comuna em França. 

Os autores pretendem "desacreditar as acusações de pedofilia", com fim à condenação dos autores  Robson Wade e James Safechuck, confirmou Me Emmanuel Ludot à RTL. A notificação já seguiu por um oficial de justiça para a Califórnia, convocando os autores para comparecer em tribunal no dia 4 de julho deste ano.

De acordo com a acusação a que a AFP teve acesso, o documento refere um "real linchamento". Me Ludot, um dos fãs acredita que Wade e Safechuck  "levaram a cabo um atentado grave à memória do cantor", falecido em junho de 2009. Ainda de acordo com a acusação, "o ídolo é acusado de atos de pedofilia e de organizar um casamento com uma criança", que são consideradas "acusações muito sérias" e um ataque à presunção de inocência. 

As três associações reclamam uma indemnização simbólica de um euro e 100 mil euros para cobrir as custas judiciais. "Leaving Neverland", do canal americano HBO, estreou este mês nos EUA e conta a história de dois homens que dizem ter sido abusados pelo cantor durante vários anos, ainda em menores. Estas alegações decorrem quase uma década depois da morte do cantor mas não é a primeira vez que surgem. 

"Neverland" foi o nome dado ao rancho do cantor, na Califórnia, em alusão à ilha de fantasia da história do Peter Pan.
"Neverland" foi o nome dado ao rancho do cantor, na Califórnia, em alusão à ilha de fantasia da história do Peter Pan.
Foto: EPA/dpa

Por causa das suspeitas levantadas pelo documentário de quatro horas, várias estações de rádio do Canadá, Austrália e Nova Zelândia deixaram de transmitir músicas de Michael Jackson. O filme vai ser transmitido em França a 21 de março, no canal M6. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

AFP


Notícias relacionadas