Eva Longoria sofreu assédio sexual durante a série "Donas de Casa Desesperadas"
Radio Latina 2 min. 11.09.2019

Eva Longoria sofreu assédio sexual durante a série "Donas de Casa Desesperadas"

Eva Longoria sofreu assédio sexual durante a série "Donas de Casa Desesperadas"

Foto: Shutterstock
Radio Latina 2 min. 11.09.2019

Eva Longoria sofreu assédio sexual durante a série "Donas de Casa Desesperadas"

A atriz escreveu uma carta onde descreve o apoio que recebeu da colega Felicity Huffman, quando esta enfrenta pena de prisão por suborno na universidade da filha.

Eva Longoria, 44 anos, confessou ter sido assediada na série que a catapultou para a fama. 

A revelação foi feita num documento para o juíz que está encarregue do processo a contra a atriz Felicity Huffman, que em abril passado se declarou culpada de pagar 15.000 dólares (mais de 13.500 euros) para manipular o exame de admissão de sua filha em uma faculdade de elite. 

O objetivo de Longoria é tentar que o juiz reduza a pena de Huffman, que enfrenta quatro meses de prisão e uma multa de $20.000 (cerca de 18.000 euros).

Segundo a atriz, o começo das gravações foram difíceis, já que era muito jovem e inexperiente na indústria. "Desde a primeira leitura do guiãoo, ela (Felicity) percebeu que eu estava sozinha, assustada e insegura sobre onde ir ou o que fazer. (...) Veio até mim, apresentou-se, e disse: 'Não tenhas medo, estamos nisto juntas'", lembra.

Foto: Shutterstock

Sem revelar nomes, Longoria garante que Felicity teve um papel determinante no seu caso de assédio. "Tinha medo de ter que trabalhar com essa pessoa porque era uma verdadeira tortura. No entanto, a situação terminou quando Huffman disse 'basta' à pessoa em questão". 

Também é referido o apoio da colega quando a série se tornou um sucesso mundial e Longoria foi a única das quatro atrizes principais (Felicity Huffman, Teri Hatcher e Marcia Cross) a não receber uma indicação para seu trabalho. "Não sei porque é que ela sempre me protegeu. Foi provavelmente porque eu era a mais jovem do elenco ou a mais noviça da indústria", confessa. 

 A atriz reconhece que sem a amizade de Huffman, não teria aguentado aqueles anos. Em 2018, numa entrevista no programa de Jimmy Kimmel, Eva admitiu que era amiga de apenas duas estrelas da série, Huffman e Marcia Cross, mas não mencionou Teri Hatcher. Sobre este último ele disse à revista OK! em 2012 que "Teri era mais solitária". 

 A sentença contra Huffman será conhecida na próxima sexta-feira. A fraude nas admissões universitárias envolve mais de 50 pessoas, incluindo pais, como a atriz Lori Loughlin, que se declarou inocente, empresários e funcionários universitários que receberam de 2011 até 25 milhões de dólares para introduzir alguns estudantes nas mais prestigiadas universidades dos Estados Unidos, como Stanford, Yale e Georgetown.


Notícias relacionadas