Europa. Vem aí um verão sem música
Radio Latina 3 min. 22.04.2020 Do nosso arquivo online

Europa. Vem aí um verão sem música

Europa. Vem aí um verão sem música

Foto: AFP
Radio Latina 3 min. 22.04.2020 Do nosso arquivo online

Europa. Vem aí um verão sem música

Vários grandes festivais de verão europeus, como Glastonbury, Roskilde, Tomorrowland, Montreux e Womad, já cancelaram as edições deste ano devido à pandemia da covid-19.

O festival de Glastonbury, no Reino Unido, deveria assinalar este ano o 50.º aniversário. Artistas como Kendrick Lamar, Paul McCartney e Taylor Swift estavam ‘convidados’ para a festa, que iria acontecer entre 24 e 28 de junho.

No entanto, a organização acabou por anunciar o cancelamento da edição deste ano, garantindo que o festival regressa em 2021, ainda sem novas datas marcadas.

Este ano seria também de comemoração do 50.º aniversário do festival dinamarquês Roskilde, mas a extensão até 31 de agosto da proibição de ajuntamentos de grande escala, decidida pelo Governo local, acabou por decretar o cancelamento da iniciativa.

A edição deste ano do Roskilde, que contava no cartaz com bandas e artistas como Taylor Swift, Deftones, Kendrick Lamar, The Strokes e Tyler, The Creator, deveria decorrer entre 27 de junho e 04 de julho.

Também o Governo belga decidiu que a proibição de grandes aglomerações de pessoas irá vigorar até 31 de agosto, por isso, vários festivais foram cancelados naquele país, incluindo o Tomorrowland, um dos maiores festivais de música eletrónica do mundo.

Agendado para os dois últimos fins de semana de julho deste ano, já foram entretanto marcadas novas datas para 2021: entre 16 e 18 e 23 e 25 de julho.

Também em julho, mas na Suíça, deveria decorrer mais uma edição do histórico Festival de Jazz de Montreux.

Entre 03 e 18 de julho deste ano deveriam passar pelo festival, que decorre anualmente desde 1967, artistas como Lionel Richie, Black Pumas, Brittany Howard e Lenny Kravitz.

O regresso do festival em 2021 já tem datas definidas: entre 02 e 17 de julho.

Em julho deveria acontecer também mais uma edição do Womad, no Reino Unido, que tem o músico Peter Gabriel como um dos fundadores.

Para este ano, estavam confirmadas as presenças de, entre outros, Mariza, Flaming Lips, Angélique Kidjo, Fatoumata Diawara, Kate Tempest e Les Amazones d’Afrique.

A organização já anunciou que os bilhetes da edição deste ano são válidos para a de 2021, que irá decorrer entre 22 e 25 de julho.

Também no Reino Unido, mas em junho, deveria decorrer mais uma edição do festival Download, que teria como cabeças de cartaz Iron Maiden, Kiss e System of a Down. A edição deste ano foi cancelada, mas em 2021 há mais.

Nas sonoridades mais pesadas, os principais festivais do género, como o francês Hellfest ou o alemão Wacken Open Air, também só voltam a acontecer em 2021.

No meio dos cancelamentos, há pelo menos um adiamento: o do Primavera Sound de Barcelona. Inicialmente previsto para decorrer entre 03 e 07 de junho, o festival, que assinala este ano o 20.º aniversário, deverá agora decorrer entre 26 e 30 de agosto.

O mesmo aconteceu com o festival Primavera Sound do Porto. Programado para acontecer em junho, foi adiado para o início de setembro.

Em Portugal, até ao momento, o Primavera Sound foi o único a ser adiado para uma data ainda em 2020.

O Rock in Rio Lisboa, agendado para junho, o Boom Festival, que deveria acontecer em Idanha-a-Nova entre 28 de julho e 04 de agosto, e o Festival de Músicas do Mundo, marcado para o final de julho em Sines, bem como o North Music Festival, no Porto, regressam todos em 2021.

Até ver, as datas da maioria dos grandes festivais de verão portugueses mantêm-se inalteradas. No caso do Alive, agendado para entre 08 e 11 de julho, em Oeiras, "decisões mais adequadas" foram remetidas para depois do levantamento do estado de emergência.

O Super Bock Super Rock tem datas entre 16 e 18 de julho, em Sesimbra, o Máres Vivas entre 17 e 19 de julho, em Vila Nova de Gaia, o Sudoeste entre 04 e 08 de agosto, em Odemira, o Paredes de Coura entre 19 e 22 de agosto, naquela localidade minhota, e o Vilar de Mouros entre 27 e 29 de agosto, na vila que lhe dá nome.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Dave Grohl
Dave Grohl,center, and the Foo Fighters performs at the 54th annual Grammy Awards on Sunday, Feb. 12, 2012 in Los Angeles. (AP Photo/Chris Pizzello)