Espanha. Rosalía reage contra aumento de votos na extrema-direita
Radio Latina 1 2 min. 12.11.2019

Espanha. Rosalía reage contra aumento de votos na extrema-direita

Espanha. Rosalía reage contra aumento de votos na extrema-direita

Foto: Jorge Guerreiro/AFP
Radio Latina 1 2 min. 12.11.2019

Espanha. Rosalía reage contra aumento de votos na extrema-direita

Cantora deixou mensagem no Twitter contra o Vox, que se tornou a terceira força mais votada em Espanha no passado domingo.

A cantora espanhola Rosalía reagiu ao aumento de votos que o partido de extrema-direita Vox teve nas últimas eleições gerais, em Espanha, e que o tornou na terceira força política do país.

Os socialistas do PSOE venceram o escrutínio, que aconteceu este domingo, 10 de novembro, mas sem maioria absoluta e com perda de três deputados, enquanto o PP e o Vox subiram na votação alcançada, com estes últimos a conquistarem 15,9% do eleitorado e a assumirem 52 assentos no parlamento (mais 28 deputados do que os eleitos em abril), tornando-se o partido mais votado a seguir ao PP.

Perante os resultados eleitorais, a  cantora reagiu, na sua página de Twitter, com uma mensagem curta e direta. "Fuck Vox" ("Que se lixe o Vox"), escreveu Rosalía, a partir de Las Vegas, nos Estados Unidos da América, onde se encontra para participar na cerimónia da 20ª. edição dos Grammy Latinos.

Vox responde com gastos milionários da cantora

A mensagem de Rosalía foi repartilhada por milhares de utilizadores, mas nem todos apoiaram o comentário da artista. Inevitavelmente, acabou por chegar ao partido liderado por Santiago Abascal, que respondeu à cantora, usando também a sua conta oficial na mesma rede social.

"Só os milionários, com aviões privados, se podem dar ao luxo de não ter país", escreveu o Vox, fazendo acompanhar a frase de uma fotografia da artista a viajar num jato privado.

Acabar com as autonomias

Entre as convições que separam Rosalía do Vox e das suas políticas estão os direitos LGBT. A cantora, de 26 anos, natural da localidade San Esteban de Sasroviras, é uma apoiante (e um ícone) da comunidade gay, lésbica, transexual e tansgénero, cujos direitos o partido de extrema-direita vê como uma afronta à família tradicional e pretende reduzir.

Por outro lado, Rosalía, que canta maioritariamente em espanhol, é catalã e uma das suas músicas, 'Milionária', é interpretada na língua dessa comunidade, que no último ano tem reclamado a sua independência e visto alguns dos seus dirigentes políticos detidos por isso. 

O Vox, que elegeu um deputado pela Catalunha nestas últimas eleições, pretende, segundo o 'El País', acabar com as comunidades autónomas, com o ensino do catalão nas escolas e encerrar o canal de televisão autónomo, TV3. À exceção da Catalunha, que tem sido palco de confrontos nos últimos meses entre apoiantes da independência e opositores da mesma, o partido não conseguiu eleger em comunidades com tradição de movimentos independentistas, como a Galiza ou o País Basco.

Eleições à parte, cantora segue para os Grammy Latinos

Rosalía é uma das artistas confirmadas para atuar na cerimónia dos Grammy Latinos, que se realizam no dia 14 de novembro, em Las Vegas, e que este ano vão entregar o prémio 'Excelência Musical' ao cantor português José Cid.

Apesar de ainda não se saber ao certo que canção Rosalía vai interpretar ao vivo, é bem possível que seja a do seu mais recente videoclipe: 'A Palé'. O vídeo, que pode ver em baixo, já soma mais de oito milhões de visualizações.

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.