'Escrava sexual' de Jeffrey Epstein diz que foi obrigada a ter relações com príncipe André
Radio Latina 1 2 min. 23.09.2019

'Escrava sexual' de Jeffrey Epstein diz que foi obrigada a ter relações com príncipe André

'Escrava sexual' de Jeffrey Epstein diz que foi obrigada a ter relações com príncipe André

REUTERS
Radio Latina 1 2 min. 23.09.2019

'Escrava sexual' de Jeffrey Epstein diz que foi obrigada a ter relações com príncipe André

"Ele não foi rude nem nada disso. Eu estava em choque , não podia acreditar que a realeza também estava envolvida", disse Roberts.

Novos detalhes do escândalo sexual que envolveu o bilionário Jeffrey Epstein, voltam a envolver o nome do príncipe André de Inglaterra, filho da rainha Isabel II.

Desta vez, Virginia Roberts, uma das vítimas de Epstein, afirma que foi obrigada a ter relações sexuais com o príncipe, quando tinha apenas 17 anos.  Roberts, juntamente com outra cinco mulheres, deram uma entrevista para a NBC, onde contaram detalhes sobre o tempo que passaram com Epstein e a sua namorada, Ghislaine Maxwell.

"Lá estava eu com 15 ou 16 anos. Durante as semanas seguintes, Jeffrey Epstein e Ghislaine Maxwell treinaram-me para fazerem comigo o que quisessem, incluindo atividades sexuais e para eu aprender a usar brinquedos [sexuais] na cama", explica. 

"O treino decorreu nas mansões de Epstein, na Flórida e em Nova York, onde basicamente o que eu fiz foi aprender essas coisas como se estivesse nas aulas da escola. Tive de fazer sexo com Epstein muitas vezes porque ele estava a preparar-me para eu ser o que qualquer homem gostaria que eu fosse", admitiu. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

E entre esses homens, encontrava-se o príncipe André da Inglaterra, garante Virginia Roberts, dizendo que quando o conheceu, ela ainda era menor. 

Ghislaine, a namorada de Epstein disse-lhe: "Quero que faças com ele (Duque de York) o que fazes com Epstein". 

Numa fotografia agora revelada (foto em baixo), o príncipe André aparece com Virginia Roberts, de braço à volta da cintura da jovem e com à vontade. O filho da rainha terá abusado da menor na casa de banho de um quarto da casa, segundo Virginia agora revela: "Ele não foi rude nem nada disso. Eu estava em choque , não podia acreditar que a realeza também estava envolvida".  

Histórico de acusações 

O príncipe diz-se "chocado" com as alegações. No entanto, não é a primeira vez que é acusado. O jornal britânico 'The Daily Mail' revelou, em exclusivo, imagens do príncipe André de Inglaterra à porta da mansão do milionário norte-americano, em Nova Iorque. As imagens datam de 6 de dezembro de 2010 e mostram o filho da rainha Isabel II a despedir-se de uma jovem sem, no entanto, sair da casa. 

Dr

Epstein suicidou-se a 10 de agosto, no Metropolitan Correctional Center, em Manhattan, depois de ter sido acusado de envolvimento numa rede de tráfico de menores. O milionário norte-americano já tinha sido condenado em 2008 por prostituição de menores. Dois anos depois, André e Epstein foram fotografados a passear no Central Park (foto em baixo).

Dr


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas