Esch: estreia hoje peça inspirada em obra de Fernando Pessoa
Radio Latina 13.11.2018

Esch: estreia hoje peça inspirada em obra de Fernando Pessoa

"Intranquilités - suite pour âmes perdues" estreia esta quarta-feira, dia 14, em Esch/Alzette

Esch: estreia hoje peça inspirada em obra de Fernando Pessoa

"Intranquilités - suite pour âmes perdues" estreia esta quarta-feira, dia 14, em Esch/Alzette
Foto: Paulo Lobo
Radio Latina 13.11.2018

Esch: estreia hoje peça inspirada em obra de Fernando Pessoa

A Rádio Latina entrevistou a encenadora Rita Bento dos Reis e a atriz Hana Sofia Lopes que vão estrear, na quarta-feira, uma peça inspirada no "Livro do Desassossego" de Fernando Pessoa. Uma conversa sobre identidades, migrações, literatura e teatro e sobre quem somos.

Um texto clássico tem essa capacidade de respirar hoje e nos contar a vida presente, como foi capaz de falar para os seus contemporâneos. A peça baseada no "Livro do Desassossego" de Fernando Pessoa é uma espécie de viagem de uma filha de imigrantes, "não pelo país das maravilhas, mas pelo país do desassossego", explica Rita Bento dos Reis.

A peça  "Intranquilités - suite pour âmes perdues" vai subir ao palco do Teatro de Esch/Alzette pela mão da atriz e encenadora Rita Bento dos Reis, dia 14 de novembro. Inspirada no "Livro Do Desassossego" - publicado apenas em 1982-a leitura desta obra é uma experiência paradoxal para o leitor e o mote para uma reflexão sobre nós e como construímos as nossas identidade de vários pedaços de vida .

Nascida no Luxemburgo de pais portugueses, Lena vai questionar-se sobre a sua identidade num encontro  com o "Livro do Desassossego" e o seu autor Bernardo Soares, um dos heterónimos de Fernando Pessoa.

A peça  "Intranquilités - suite pour âmes perdues" vai estrear na próxima quarta-feira, 14 de novembro, às 20h, no Teatro de Esch-Alzette.

Fica aqui a conversa.




Notícias relacionadas

Peça inspirada em Fernando Pessoa estreia em Esch

Radio Latina por Ana-Cristina MENDONCA GONCALVES 14.11.2018
A atriz Hana Sofia Lopes interpreta o papel de uma imigrante portuguesa fascinada com o diário de Bernardo Soares, heterónimo de Pessoa.