Ensino de português já tem mais de três mil alunos no Luxemburgo
Radio Latina 24.09.2021
Educação

Ensino de português já tem mais de três mil alunos no Luxemburgo

Educação

Ensino de português já tem mais de três mil alunos no Luxemburgo

Foto: AFP
Radio Latina 24.09.2021
Educação

Ensino de português já tem mais de três mil alunos no Luxemburgo

Maioria frequenta cursos paralelos, isto é, fora do horário escolar.

O número de alunos inscritos nas aulas de português no Grão-Ducado supera este ano os três mil. Segundo os números provisórios da Coordenação do Ensino de Português, até agora há um total de 3.172 alunos inscritos, a maioria em  cursos paralelos. 

De acordo com números divulgados à Rádio Latina pelo coordenador Joaquim Prazeres, há 1.283 inscrições nestes cursos de língua e cultura portuguesas destinados aos alunos do ensino fundamental (a partir do ciclo 2) e do ensino secundário. Estas aulas decorrem fora do horário escolar e os alunos seguem os programas de português do Instituto Camões e as orientações sobre o ensino do português no estrangeiro.


Eacola Internacional Anne Beffort/EIMAB, em Mersch.
O reforço do ensino de português é uma certeza
Em cima da mesa está a hipótese de criar uma secção portuguesa nas escolas europeias.

Já nos cursos integrados de português há 1.199 inscritos. Nestes casos, as aulas  ocorrem durante o horário escolar e têm como objetivo ajudar os alunos a compreender melhor determinadas disciplinas do ensino luxemburguês através da língua portuguesa.

Nos cursos complementares de português é onde há menos inscritos: 690 alunos inscritos. Destinam-se aos alunos dos ciclos 2 a 4, fora do horário escolar, e articulam o ensino primário com os programas de português do Instituto Camões.  Uma das novidades este ano letivo foi a introdução destes cursos em todas as escolas primárias de Differdange

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

José Luís Carneiro esteve hoje com Claude Meisch numa escola em Esch que arrancou este ano com os cursos complementares de língua portuguesa.