Enfermeira agredida por um utente num dos laboratórios Ketterthill
Radio Latina 7 min. 07.12.2021
Atualidade em síntese 07 DEZ 2021

Enfermeira agredida por um utente num dos laboratórios Ketterthill

Atualidade em síntese 07 DEZ 2021

Enfermeira agredida por um utente num dos laboratórios Ketterthill

Radio Latina 7 min. 07.12.2021
Atualidade em síntese 07 DEZ 2021

Enfermeira agredida por um utente num dos laboratórios Ketterthill

Grupo oferece agora apoio psicológico aos seus funcionários.

Uma enfermeira foi agredida num laboratório por um utente que pretendia realizar um teste de despistagem à covid-19. O caso é denunciado pelos laboratórios Ketterthill que qualificam de “inadmissível” a agressão física à profissional de saúde.

Este grupo evoca um ambiente em constante degradação nos seus laboratórios, com os utentes a agredirem verbalmente enfermeiros, secretárias e biologistas por “estarem insatisfeitos com os horários de abertura dos laboratórios destinados aos testes de despistagem”. Confrontos que, segundo diz, são diários.

Uma situação que leva o Ketterthill a implementar um serviço de apoio psicológico aos seus funcionários e apelar os utentes ao respeito pelos profissionais de saúde.


Mais de cinco mil infeções ativas no Luxemburgo

A quarta vaga da pandemia de covid-19 no Grão-Ducado afeta atualmente 5.098 residentes. Este é o número de casos ativos no momento no país.

Desde 29 de fevereiro de 2020, dia em que foi detetado a primeira infeção de covid-19 no Luxemburgo, 85.726 residentes recuperaram da doença. Outras 885 pessoas não resistiram à infeção. Desses, cinco morreram entre sexta-feira e domingo últimos.

O número de internamentos de ‘doentes covid’ continua a aumentar. Há agora 70 doentes hospitalizados, dos quais 22 nos cuidados intensivos.

O índice de transmissibilidade (Rt) é atualmente de 1,02. O que significa que um infetado pode transmitir o vírus em média a uma outra pessoa.

O Governo continua a apelar à vacinação contra a covid-19, dedicando-lhe uma semana de sensibilização e de ação com equipas móveis do Laboratório Nacional de Saúde a administrarem doses até em centros comerciais. É o caso, por exemplo, do Cloche d’Or, onde a injeção é feita no primeiro andar do centro comercial, sem marcação. Nesta quadra natalícia, os mercados de Natal também se transformam em locais de vacinação. No próximo sábado, dia 11 de dezembro, quem quiser ser vacinado pode deslocar-se, por exemplo, aos mercados de Natal de Echternach (entre as 12h e as 18h) e de Esch-sur-Alzette (entre as 12h e as 18h).

O Luxemburgo tem atualmente 77,8% dos residentes maiores de 12 anos vacinados, mas quer chegar pelo menos aos 80%. O Governo não quer, para já, tornar a vacinação obrigatória, mas admite que as medidas cada vez mais restritivas visam forçar os não vacinados à inoculação. A partir do dia 15 de janeiro, o CovidCheck (vacinação completa, recuperação da doença ou testagem – PCR/48 horas ou teste rápido certificado/24 horas) passa a ser obrigatório nas empresas. Os espaços de lazer, como cinemas, salas de concerto, estádios de futebol ou mercados de Natal vão ser, em breve, proibidos aos não vacinados. Isto depois de ter acabado com a gratuitidade dos testes de despistagem, de não aceitar autotestes (exceto em hospitais, escolas e lares) e de encurtar a validades do rastreio certificado (PCR e testes de antigénio).


Luxemburgo poderá atingir pico de 700 casos por dia em janeiro

Um pico de 700 novas infeções por dia pode ser atingido no mês de janeiro no Luxemburgo. Este é o cenário mais pessimista apontado pela Task Force Covid-19, no seu último relatório.

O país continua a registar um aumento de novos casos diários, com uma média na semana passada de 366 casos por dia (eram 302 na semana anterior). Números que segundo os cientistas apontam para uma evolução exponencial.

Com o aumento constante de novos casos, a Task Force teme ainda que os serviços de rastreamento estejam com demasiado trabalho e que não consigam interromper certas cadeias de infeção. Indicadores que levam os cientistas a reiterar a importância de respeitar as medidas de segurança e de higiene, como também a vacinação, inclusive a vacina de reforço.


Onda de assaltos a residências e lojas alimentares

Três habitações foram assaltadas na noite desta segunda-feira. A polícia grã-ducal dá conta esta terça-feira de assaltos em Bigonville, Mondorf-les-Bains e Rodange. 

Para além destas residências, um armazém foi assaltado em Mertert. Na mesma localidade e na mesma noite foi também assaltada uma loja alimentar.


Apelo a testemunhas após ataque à mão armada em Differdange

A polícia lança hoje uma apelo a eventuais testemunhas no âmbito da investigação em curso sobre o “ataque à mão armada” ocorrido em Differdange, no passado domingo.

Procuram-se informações sobre indivíduos com “comportamentos suspeitos nas imediações da avenida da Liberdade, em Differdange, no dia 5 de dezembro, entre as 12:30 e as 13:15”.  

O inquérito está a ser levado a cabo pela Polícia Judiciária. Toda a informação útil deve ser comunicada a esta autoridade, através do número de telefone 244 60 7777 ou do endereço e-mail: spj.rgb@police.etat.lu.  

Sobre o “ataque” em si, a polícia não revela pormenores, avançado apenas que se tratou de um “ataque à mão armada”.



Gasolina 98 está mais barata

Queda do preço da gasolina 98 octanas. A gasolina sem chumbo 98 está mais barata a partir desta terça-feira. O preço caiu 4,2 cêntimos por litro. Esse combustível custa agora 1,44 euros por litro.


Sociais-democratas, verdes e liberais assinam acordo do novo governo da Alemanha

Os partidos SPD, Verdes e Liberais assinaram hoje, em Berlim, o acordo de coligação que vai permitir ao social-democrata Olaf Scholz ser investido esta quarta-feira como o nono chanceler da Alemanha em 72 anos.

Olaf Scholz, 63 anos, vai suceder à democrata-cristã Angela Merkel, que liderou o executivo alemão nos últimos 16 anos.

O acordo de coligação "Ousar mais progresso", de 177 páginas, foi assinado no Museu Futurium de Berlim.

Os esforços para travar as alterações climáticas são uma prioridade máxima para o novo governo, particularmente para os Verdes.

Outras prioridades incluem a modernização da maior economia da Europa e a introdução de políticas sociais mais liberais.

No imediato, o novo governo enfrenta a tarefa de lidar com a pandemia de covid-19, como reconheceu Olaf Schulz.


EMA aprova medicamento para tratar casos graves da covid

A Agência Europeia do Medicamento aprovou o medicamento RoActemra, já utilizado em doenças inflamatórias, para tratar casos graves de covid-19 em pessoas adultas.

Na sequência desta recomendação da EMA, cabe agora à Comissão Europeia emitir a decisão final sobre a utilização deste medicamento para a covid-19 nos Estados-membros.

Comercializado pela Roche Registration, o medicamento já está aprovado na União Europeia para o tratamento de doenças inflamatórias.


EUA desaconselham viagens para Portugal e Luxemburgo

Os Estados Unidos classificam Portugal e Luxemburgo como destinos de risco “muito elevado” devido à pandemia de covid-19, o nível mais alto de alerta, e recomendaram que se evitem deslocações aos dois países.

Além de serem desaconselhadas viagens para Portugal e Luxemburgo, a principal agência federal de saúde pública dos Estados Unidos recomenda, a quem tiver que viajar, que tenha o esquema vacinal contra a covid-19 completo.

É ainda aconselhado aos viajantes com origem nos Estados Unidos que utilizem máscara e que mantenham o distanciamento social em Portugal e no Grão-Ducado. 


UNICEF pede perto de dois mil milhões para salvar de crianças afegãs

A UNICEF pediu hoje dois mil milhões de dólares (1,77 mil milhões de euros) aos doadores para responder à grave crise humanitária no Afeganistão e tratar um milhão de crianças com desnutrição aguda.

De acordo com a representante da UNICEF, Alice Akunga, metade das crianças menores de cinco anos no Afeganistão estarão gravemente desnutridas em 2022 devido à crise alimentar e ao colapso da infraestrutura de saúde.

Este órgão da ONU observou que em 2021 mais de 60.000 casos de sarampo foram relatados e 10 milhões de crianças podem ter abandonado a escola.

Este é o maior pedido de fundos já feito pela UNICEF, verba necessária para "prevenir o colapso da saúde, nutrição e outros serviços sociais vitais para crianças e famílias".

Redação Latina | Lusa | Foto Wort



Notícias relacionadas

Pour le ministre des Finances, cette avancée 2.0  va faciliter et accélérer le traitement des dossiers fiscaux.
19.11.2021 Eröffnung Weihnachtsmarkt Place de Paris Niklosmaart  , marché  de Noël , Foto : Marc Wilwert / Luxemburger Wort
Pupils from an elementary school in Bischwiller, eastern France, listen to their teacher, on November 2, 2020, as part of a tribute to slain history teacher Samuel Paty, who was beheaded by an attacker for showing pupils cartoons of the Prophet Mohammed in his civics class, on October 19, 2020, in Conflans-Sainte-Honorine, northwest of Paris. - Schoolchildren across France were to observe a minute of silence at 11:00 am (1000 GMT), as students returned to classes after the autumn break, to remember Samuel Paty, 47, who was killed in Conflans-Sainte-Honorine, outside Paris, on October 16 just as the holiday began. Paty had shown his class a cartoon of the prophet Mohammed for a lesson on freedom of expression, spurring an online campaign targeting him. His killing further set France on edge as French president spearheads a campaign against Islamist radicalism. (Photo by PATRICK HERTZOG / AFP)