Dois mortos numa colisão frontal em Bascharage
Radio Latina 5 min. 15.11.2021 Do nosso arquivo online
Atualidade em síntese 15 NOV 2021

Dois mortos numa colisão frontal em Bascharage

Fotografia do local do acidente tirada pela Polícia Grã-Ducal.
Atualidade em síntese 15 NOV 2021

Dois mortos numa colisão frontal em Bascharage

Fotografia do local do acidente tirada pela Polícia Grã-Ducal.
Radio Latina 5 min. 15.11.2021 Do nosso arquivo online
Atualidade em síntese 15 NOV 2021

Dois mortos numa colisão frontal em Bascharage

Uma das vítimas é de nacionalidade portuguesa.

Trágico acidente de viação. Duas pessoas morreram numa colisão frontal, à entrada do túnel Biff, entre Linger e Bascharage, na madrugada de domingo, por volta da 2:40.

As autoridades policiais explicam que a viatura de um condutor, que seguia em direção a Bascharage, circulou em sentido oposto, antes da entrada para o túnel Biff. O automóvel em contra-mão acabou por colidir contra uma viatura que seguia nessa faixa de rodagem.

A jovem condutora de 22 anos desse veículo, oriunda de França, morreu no local do acidente. 

Também o passageiro do automóvel em contra-mão teve morte imediata. O homem, residia em Dudelange, e tinha 40 anos, de acordo com a polícia.Nas redes sociais, uma publicação avança que o homem é de nacionalidade portuguesa e que tinha 44 anos de idade. 

A família enlutada apela a donativos para financiar a transladação do corpo do Luxemburgo para a sua terra natal em Seia.O condutor que provocou o acidente estava alcoolizado e o Ministério Público ordenou a sua detenção.

Inglaterra e Suíça estão no Mundial2022

Inglaterra e Suíça estão apuradas para a fase final do campeonato do mundo de futebol no Catar. Já Itália, atual campeã europeia, vai disputar o 'play-off', tal como Portugal.

São já 11 as seleções qualificadas para o Mundial2022. As vizinhas Bélgica, Alemanha, França, mas também Dinamarca, Croácia, Sérvia, Espanha, Inglaterra, Suíça, Brasil e Catar (anfitrião). O torneio realiza-se entre novembro e dezembro de 2022.

Quase meio milhar de infeções no fim de semana 

O Luxemburgo registou mais 490 novos casos de covid-19, de um total de mais de 6 mil testes realizados entre sexta-feira e domingo. 

O número de mortos associados à covid-19 também está em alta. Morreram quatro pessoas nos três dias, elevando o número total de óbitos para 859 desde o início da pandemia. 

Nos hospitais a situação complica-se. Há 57 ‘doentes covid’ hospitalizados, dos quais 12 nos cuidados intensivos.

Luxemburgo recebe 150 pedidos de asilo em outubro

O Grão-Ducado contabilizou 150 pedidos de proteção internacional no mês passado, mais 15 do que em setembro (135) e mais 27 que há um ano.

Segundo os dados divulgados pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, entre as três origens que mais requereram proteção internacional estão sírios (45), afegãos (32) e eritreus (24).

Desde o início de 2021, o Luxemburgo concedeu o estatuto de refugiado a 327 pessoas e outros 23 estatutos de proteção subsidiária.Por outro lado, as autoridades recusaram até agora asilo a 628 requerentes e 191 pessoas foram transferidas para outros países.

Mundial de futebol de 2022 à vista

As vizinhas Bélgica, Alemanha, França, mas também Dinamarca, Croácia, Sérvia e Espanha vão disputar a fase final do campeonato do mundo do próximo ano, no Catar.

Garantiram o apuramento depois de vencerem os respetivos grupos de qualificação. Estas seleções europeias juntam-se aos também já apurados Brasil e Catar (anfitrião). 

O torneio realiza-se entre novembro e dezembro de 2022.

Portugal nos ‘play-offs’

Portugal falhou o apuramento direto para a fase final do campeonato do mundo de futebol, depois de perder na receção à Sérvia (1-2), quando bastava um empate para passar.

A seleção das ‘quinas’ vai ser cabeça de série no sorteio dos ‘play-offs’ europeus. Os ‘play-offs’ disputam-se entre 24 e 29 de março de 2022.

Luxemburgo despede-se com derrota

O Luxemburgo, que integrava o Grupo A de qualificação (o mesmo que Portugal), termina no quarto lugar deste agrupamento europeu e despede-se da competição com uma derrota.

Os ‘leões vermelhos’ receberam no domingo a República da Irlanda no novo estádio nacional e perderam por 3-0.   

Alemanha prepara retoma massiva do teletrabalho

A Alemanha prepara-se para o regresso maciço ao teletrabalho. O Governo alemão elabora o segundo um projeto de lei sobre o trabalho à distância, depois de o ter levantado em julho deste ano.

Sessenta e sete por cento dos residentes do país vizinho estão vacinados contra a covid-19 e o regresso ao teletrabalho surge numa altura em que a Alemanha regista recordes de contágios com o novo coronavírus.

Com 289 casos por 100.000 pessoas, a taxa de contágios atingiu no domingo um novo recorde no país mais populoso da Europa.

O Governo alemão pondera também limitar o acesso a certos eventos apenas a pessoas vacinadas ou que recuperaram da doença. 

As desculpas do presidente da COP26

A cimeira do clima das Nações Unidas (COP26) terminou no domingo, 26 horas depois do previsto devido à falta de consenso entre países para a declaração final.

O atraso e a forma como as negociações de última hora decorreram motivou um pedido de desculpas do presidente da COP26, Alok Sharma.

A cimeira adotou formalmente a declaração final da COP26, com uma alteração de última hora proposta pela Índia que suaviza o apelo ao fim do uso de carvão.

A Índia quis substituir o fim progressivo ("phase-out") do carvão por uma redução progressiva ("phase down") da sua utilização. A proposta foi aceite mas não sem manifestações de desagrado de várias delegações, como a Suíça, e a União Europeia.

Luxemburgo no lote de países com situação “preocupante”

A epidemia de covid-19 continua a deteriorar-se na União Europeia e é considerada "muito preocupante" em dez países e "preocupante" em dez outros. O Luxemburgo está no lote de países onde a epidemia é descrita como “preocupante”, segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças.

Os países incluídos na categoria "preocupante" são Alemanha, Áustria, Dinamarca, Finlândia, Irlanda, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Roménia e Eslováquia. 

Bélgica, Polónia, Holanda, Bulgária, Croácia, República Checa, Estónia, Grécia, Hungria e Eslovénia estão na categoria que é considerada mais preocupante.


Notícias relacionadas