Dois anos de radares fixos e mais de meio milhão de condutores 'apanhados'

Dois anos de radares fixos e mais de meio milhão de condutores 'apanhados'

Radio Latina 19.03.2018

Dois anos de radares fixos e mais de meio milhão de condutores 'apanhados'

Em funcionamento há exatamente dois anos, os radares fixos já apanharam mais de meio milhão de automobilistas a circular com excesso de velocidade. Mais concretamente, foram 536.489 os infratores, segundo dados avançados hoje pelo jornal Luxemburger Wort, que cita a Polícia Grã-Ducal.

A esmagadora maioria dos infratores foi apenas multada. Cerca de 2,6% tiveram de responder em tribunal, por terem circulado a uma velocidade considerada como contra-ordenação grave.

A maior fatia dos veículos captados pelos radares tinha matrícula luxemburguesa. Seguem-se as matrículas belgas, francesas, alemãs e depois as holandesas.

Os primeiros radares automáticos começaram a funcionar na manhã do dia 16 de março de 2016 e, segundo lembra o diário, só nesse dia, pelo menos mil automobilistas desrespeitaram os limites máximos de velocidade permitidos por lei.

O radar de Schieren é aquele que mais infrações registou ao longo dos últimos dois anos, com 139.493. O da A4, em Merl (98.774), e o de Lipperscheid (44.848) completam o pódio.

Redação Latina