Crise energética. Estado poderá pagar aumento da eletricidade a cidadãos e empresas
Radio Latina 11 min. 20.09.2022
Atualidade em síntese 20 SET 2022

Crise energética. Estado poderá pagar aumento da eletricidade a cidadãos e empresas

Atualidade em síntese 20 SET 2022

Crise energética. Estado poderá pagar aumento da eletricidade a cidadãos e empresas

Radio Latina 11 min. 20.09.2022
Atualidade em síntese 20 SET 2022

Crise energética. Estado poderá pagar aumento da eletricidade a cidadãos e empresas

As famílias e empresas não deverão sentir o aumento do preço da eletricidade. Já a subida do preço do gás deverá ser limitada a 15%.

As duas das medidas de apoio à crise energética parecem ter encontrado algum consenso na reunião tripartida desta segunda-feira. A informação é avançada pela RTL embora careça de confirmação oficial por parte de Governo, sindicatos ou organizações patronais.  

Segundo a mesma fonte, poderá ser o Estado a pagar o excedente, tanto para as empresas como para as famílias. O que terá um impacto de 1,2 mil milhões de euros nos cofres públicos.

A crise energética continua a estar no centro das atenções das reuniões a três, entre Governo, sindicatos e patrões. Procura-se um acordo para apoiar as famílias e as empresas a superarem esta crise. (Foto: Uli Deck/dpa)
A crise energética continua a estar no centro das atenções das reuniões a três, entre Governo, sindicatos e patrões. Procura-se um acordo para apoiar as famílias e as empresas a superarem esta crise. (Foto: Uli Deck/dpa)

As duas medidas deverão entrar em vigor a 1 de janeiro de 2023 e vigorarem durante 12 meses.

Caso haja acordo entre parceiros sociais, a indexação dos salários prevista ainda para este ano, será adiada para o ano que vem. Com a limitação dos preços, não deverá ocorrer outra indexação para o ano. Ou seja em 2023, as empresas deverão pagar duas indexações: uma em abril, que já tinha sido adiada este ano, e a outra que deverá ocorrer no final deste ano.

As negociações no seio da tripartida prosseguem esta terça-feira. Este será o terceiro e último encontro previsto entre Governo e parceiros sociais afim de discutir as medidas de apoio às famílias e empresas. Espera-se que as primeiras conclusões sejam apresentadas ainda esta semana.


Gás. Horeca acredita que vai ter de reduzir atividade ou fechar no inverno

Depois de dois anos de pandemia, as preocupações voltam a pairar no horizonte dos responsáveis dos estabelecimentos de restauração e hotelaria face à subida dos preços.

Num inquérito, cujos resultados foram divulgados pela federação da Horeca, a maioria admite mesmo reduzir a atividade ou ter de fechar durante os meses mais frios.

Questionados sobre se no contexto da crise do gás acreditam que deverão vir a reduzir "fortemente" a sua atividade ou mesmo fechar durante o outono e o inverno, 48% respondeu que essa possibilidade é "forte" e 15% disse ser "muito forte". Mais de 60% (63%) mostra-se assim pessimista face aos próximos meses.

O aumento dos custos energéticos é, de resto, apontado como um dos principais desafios para o setor, preocupando 17% dos inquiridos.


Aumento de 18%. Pão "mais caro do que nunca" na UE

A guerra na Ucrânia está a fazer subir o preço dos alimentos, em especial do pão, que atingiu níveis inéditos na União Europeia (UE), segundo revela um relatório do Eurostat divulgado esta segunda-feira.

A guerra na Ucrânia e as sanções dos países ocidentais aos produtos russos têm perturbado os mercados globais de alimentação, uma vez que os dois estados em conflito são grandes exportadores de cereais, trigo, milho, oleaginosas (particularmente girassóis) e fertilizantes. (Foto: Shutterstock)
A guerra na Ucrânia e as sanções dos países ocidentais aos produtos russos têm perturbado os mercados globais de alimentação, uma vez que os dois estados em conflito são grandes exportadores de cereais, trigo, milho, oleaginosas (particularmente girassóis) e fertilizantes. (Foto: Shutterstock)

De acordo com o gabinete de estatísticas europeu, o pão "está mais caro do que nunca" na UE, tendo o seu preço, em agosto deste ano, sido em média 18% mais elevado do que no período homólogo.

Os aumentos foram menos expressivos em França, onde o preço aumentou 8%, e nos Países Baixos e o Luxemburgo, ambos com subidas de 10%, em agosto.

Portugal também ficou abaixo do aumento médio da União Europeia, registando, ainda assim, um acréscimo de 15% no valor do pão. 


Gasolina 95 e gasóleo vão ficar mais baratos à meia-noite. Os preços da gasolina 95 octanas e do gasóleo vão agora descer, a partir desta quarta-feira.

A gasolina sem chumbo 95 vai descer 2,7 cêntimos por litro e vai passar a custar 1,613 euros por litro.

O gasóleo diminui 3,3 cêntimos e passará a custar 1,749 euros por litro. 

A gasolina 98 está mais cara. O preço deste combustível aumentou 1,3 cêntimos esta terça-feira. A gasolina de 98 octanas é agora vendida a 1,874 euros por litro, no Luxemburgo.


Petição pública pede escalão de impostos adaptado à inflação

Adaptar anualmente o escalão de impostos à inflação. Esta é a proposta de uma das petições públicas que está aberta desde sexta-feira no site do Parlamento (www.chd.lu).

O documento é da autoria de André Schmit. Este cidadão defende que sem a atualização anual do escalão de impostos ao custo de vida (inflação), muitos são os que vão passar a descontar mais. Em causa está a indexação dos salários e pensões [à inflação] que vai inevitavelmente fazer com que alguns contribuintes subam de escalão de impostos. Resultado: algumas pessoas vão dispor de menos salário líquido no final do mês.

Para evitar a perda de rendimento, o peticionário reivindica então que o escalão de impostos seja adaptado à inflação pelo menos uma vez por ano.

Uma petição pública que surge numa altura em que o Instituto Nacional de Estatísticas (Statec) prevê nas suas projeções mais pessimistas sobre o custo de vida que sejam despoletadas cinco indexações de salários e pensões nos próximos dez meses.


ADEM. Há cada vez mais ofertas de trabalho no Luxemburgo

O número de vagas disponíveis na Agênica para o Desenvolvimento do Emprego, ADEM, continua a aumentar. A 31 de agosto havia 13.473 ofertas de trabalho, ou seja, um aumento de 35,9 % face a igual período do ano passado.

A taxa de desemprego é 4,8% no Luxemburgo. (Foto: Pierre Matgé)
A taxa de desemprego é 4,8% no Luxemburgo. (Foto: Pierre Matgé)

Tal como nos meses precedentes, as áreas com mais ofertas de trabalho são auditoria e controlo contabilístico e financeiro (268 vagas), estudos e desenvolvimento informático (234), contabilidade (157) e restauração (130).

Segundo os números divulgados esta terça-feira pela ADEM, a taxa de desemprego no mês de agosto era de 4,8%. Quanto o número de candidatos inscritos no centro de emprego, havia 14.153, praticamente semelhante ao mês anterior de julho, mas -12,2% do que no ano passado.



O ministro da Educação, Claude Meisch, revolucionou o sistema nacional de ensino ao criar as escolas internacionais públicas, ou seja gratuitas. Agora quer ir mais longe em prol do sucesso escolar dos alunos não-luxemburgueses. (Foto: Marc Wilwert)
O ministro da Educação, Claude Meisch, revolucionou o sistema nacional de ensino ao criar as escolas internacionais públicas, ou seja gratuitas. Agora quer ir mais longe em prol do sucesso escolar dos alunos não-luxemburgueses. (Foto: Marc Wilwert)

Alfabetização em francês deverá ser opção em todas as escolas luxemburguesas

No futuro, aprender a ler e a escrever em francês poderá vir a ser uma escolha para os pais em todas as escolas do Luxemburgo, revela o Ministro da Educação, Claude Meisch, em entrevista ao Contacto. 

 Segundo Claude Meisch os pais vão ter a opção de escolher uma alfabetização em francês ou em alemão. 

Um formato que já existe em quatro escolas enquanto projeto-piloto e que ainda deverá ser avaliado. 

O responsável pela pasta da Educação acredita que este modelo possa ajudar muitas crianças, uma vez que o francês é para uma parte dos alunos, mais próxima da sua língua materna que o alemão. É o caso, por exemplo, para os portugueses, italianos e obviamente para os franceses.

Neste projeto-piloto o ritmo de aprendizagem é invertido, começando a alfabetização pela língua francesa e depois o alemão é a segunda língua, que as crianças aprendem mais tarde. 

O objetivo é que no ciclo 4, os alunos estejam ao mesmo nível nas duas línguas para depois serem orientadas para as diversas opções no ensino secundário.


BCEE alerta para sites falsos que permitem roubar dados pessoais

O banco público Banque et Caisse d’Épargne de l’État (BCEE) alerta para sites falsos em seu nome que visam roubar dados pessoais.

Segundo o banco, esses sites fraudulentos podem ser reconhecidos através do Localizador Uniforme de Recursos, ou seja o URL, que acaba em “.vip” e também da data inscrita no site, que não corresponde à data real.

Para que os clientes não sejam vítimas deste sistema, o BCEE deixa o alerta para que sejam vigilantes, de forma a evitar o roubo de dados pessoais.


Ministro da Mobilidade nega saída do CEO da Luxair

Um dia depois da notícia de que o diretor-geral da Luxair, Gilles Feith, estaria de saída, o ministro da Mobilidade, François Bausch, disse numa resposta parlamentar que tal não vai acontecer.

Os deputados do CSV, Gilles Roth e Serge Wilmes, pediram uma posição formal do ministro sobre o suposta retirada de Feith, que está no cargo na companhia aérea luxemburguesa há apenas dois anos. Sem grandes explicações Bausch afirmou apenas que se tratava de uma informação "completamente falsa e inventada".

Na segunda-feira, surgiram rumores de que o diretor-geral iria deixar a companhia aérea luxemburguesa, mas que ficaria no Findel, juntando-se à Lux-Airport, onde assumiria a direção-geral da empresa após a saída de René Steinhaus, no final de abril.   


Wormeldange. Filme pornográfico projetado na praça pública. Autarquia pede desculpa

Os habitantes de Wormeldange depararam-se com um cenário insólito, no domingo. Um filme pornográfico estava a ser transmitido no painel de publicidade digital, mesmo em frente ao edifício da autarquia. Ao que tudo indica, a dita projeção durou toda a noite, tendo o painel sido apenas desligado na manhã desta segunda-feira.

Uma situação confirmada pela autarquia de Wormeldange e que já reagiu, pedindo desculpas pelo sucedido. Numa publicação nas redes sociais, a autarquia explica que o sistema foi pirateado por indivíduos cuja identificação está por descobrir.

Fica-se ainda a saber que a comuna de Wormeldange recorreu a um serviço externo para apurar como é que foi possível isto acontecer, tendo já tomado medidas para que este episódio não se volte a repetir.


Regressam as permanências com conselheiros comunais na capital

Após terem cessado durante a pandemia ligada à covid-19, as permanências dos conselheiros comunais regressam à Cidade do Luxemburgo a partir de hoje (20 de setembro).

Todas as terças-feiras, entre as 8h e 9h, os moradores da capital vão poder reunir-se com um dos conselheiros comunais. Uma forma de melhorar e intensificar o diálogo entre os políticos e os cidadãos. Poderão ser abordadas todas as questões relacionadas com a política comunal.

Note-se que não é preciso marcação prévia, basta dirigir-se ao edifício principal da comuna (42, praça Guillaume II) e apresentar o bilhete de identidade. Uma iniciativa que já existia há vários anos e que tinha sido interrompida durante a covid-19.


Luxemburgo e Portugal retiram candidaturas ao Mecanismo Europeu de Estabilidade

As candidaturas dos antigos ministros das Finanças luxemburguês e português, Pierre Gramegna e João Leão, ao Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE)— entidade que assegura a estabilidade financeira da zona euro — foram retiradas "por mútuo acordo do interesse da instituição sediada no Luxemburgo".

De acordo com o Ministério das Finanças do Luxemburgo, que divulgou a informação num comunicado emitido esta terça-feira, a decisão surgiu depois de "consultas informais entre os ministros das finanças da zona euro nos últimos meses" que mostraram que nenhum dos candidatos "obteria a maioria qualificada de 80% dos votos" necessária para assumir o cargo.

Apesar de ambos os candidatos reunirem bastantes votos, os dois países preferiram recuar para "evitar um impasse e não dificultar ainda mais a sucessão de Klaus Regling", o atual diretor-geral do MEE.


Bálticos começaram a aplicar acordo de fecho de fronteiras a russos

Estónia, Letónia e Lituânia fecharam as suas fronteiras aos cidadãos russos, com poucas exceções, mesmo que tenham visto para o espaço Schengen de circulação.

A decisão dos Estados bálticos de restringirem ao máximo a entrada nos respetivos territórios, tinha sido aprovada a 08 de setembro, num acordo assinado na altura também pela Polónia.

Os três Estados bálticos deixaram de emitir vistos turísticos e outras autorizações a cidadãos russos pouco tempo depois do início da invasão russa da Ucrânia, que começou a 24 de fevereiro.


A cada quatro segundos morre uma pessoa por falta de comida

A cada quatro segundos morre uma pessoa de fome, denunciaram hoje mais de 200 organizações não-governamentais, pedindo aos líderes mundiais reunidos na 76.ª Assembleia Geral da ONU que “adotem ações que travem a crise”.

As organizações não-governamentais (ONG), provenientes de 75 países, assinaram uma carta aberta dirigida aos líderes de Estados presentes em Nova Iorque para expressar indignação pela “explosão do número de pessoas famintas” e fazer recomendações para travar a crise global de fome. “Atualmente, 345 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de fome aguda, número que mais do que duplicou desde 2019”, sublinham as 238 organizações em comunicado de imprensa.

A crise alimentar, a par da crise de segurança causada pela invasão russa da Ucrânia e das crises energética e climática são as principais questões que estarão em debate na Assembleia Geral da ONU, que hoje começa.


Liga das Nações: Portugal inicia preparação para últimos encontros

A seleção portuguesa de futebol concentra-se hoje para os últimos jogos do Grupo A2 da Liga das Nações, frente a República Checa, no sábado, e Espanha, no dia 27 de setembro.

A formação das 'quinas' defronta os checos, no sábado, em Praga, sem João Cancelo, que vai ter de cumprir um jogo de castigo, e fecha com os espanhóis, três dias depois, em 27, no Estádio Municipal de Braga, com ambos os jogos agendados para as 20:45.

A seleção lusa, vencedora da primeira edição da Liga das Nações, em 2019, precisa de vencer o agrupamento para chegar à 'final four' da terceira edição, sendo que a segunda foi conquistada pela França, numa final com a Espanha, em 2021.

Redação Latina | LUSA | Contacto Foto manchete: gms/dpa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

As negociações prosseguem esta segunda-feira.
Les jouets préférés de chaque enfant sont désormais soigneusement séparés et rangés dans des bacs différents
Well-protected medical staff performs swab test for Covid-19 to a young blonde female patient.
Customers across Europe have been hit with higher energy bills in the wake of Russia's invasion of Ukraine
L'invasion de l'Ukraine par la Russie a entraîné une hausse des factures d'énergie dans toute l'Europe.
Auch in Luxemburg müssen die Verbraucher immer tiefer in die Tasche greifen. Eine nächste Indextranche wäre in einigen Monaten fällig.