Confederação do Comércio. Redução do IVA terá pouco impacto no orçamento das famílias
Radio Latina 10 min. 26.09.2022
Atualidade em síntese 26 SET 2022

Confederação do Comércio. Redução do IVA terá pouco impacto no orçamento das famílias

Atualidade em síntese 26 SET 2022

Confederação do Comércio. Redução do IVA terá pouco impacto no orçamento das famílias

Radio Latina 10 min. 26.09.2022
Atualidade em síntese 26 SET 2022

Confederação do Comércio. Redução do IVA terá pouco impacto no orçamento das famílias

A CLC teme até que a medida possa levar algumas empresas a aumentarem os preços finais dos seus bens e serviços.

Os consumidores quase não vão reparar na redução do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA). Quem o diz é a Confederação Luxemburguesa do Comércio (CLC), que reage assim ao anúncio do Governo de querer baixar todas as taxas do IVA em um ponto percentual. Uma medida que tem como objetivo travar a progressão da inflação no Grão-Ducado.

Ora, segundo o diretor da CLC, Tom Baumert, em declarações à rádio 100,7, uma vez que os preços dos produtos vão continuar a aumentar devido à inflação, o consumidor final não vai sentir a diminuição do IVA. O aumento dos preços deve-se sobretudo ao aumento dos preços das matérias-primas, ou seja, não é porque o IVA vai baixar um ponto percentual que o preço final vai ser menos elevado do que o praticado atualmente.

No entanto, a CLC espera que a maioria das empresas seja solidária com os seus clientes, aplicando a diminuição do IVA, e não aumentando o preço final. Logo que o Governo apresente as modalidades concretas quanto à diminuição do IVA, a confederação irá lançar uma campanha de sensibilização junto dos seus membros.

Governo e parceiros sociais decidiram baixar o IVA em um ponto percentual. A redução será temporária. Assim, a taxa dita normal do IVA passa de 17% para 16%, o IVA intermediário baixa de 14% para 13% e o chamado IVA reduzido cai de 8% para 7%. O IVA de 3% não é abrangido por esta medida.


Tripartida Aviação. Desemprego parcial e plano de manutenção de emprego vão acabar na Luxair

O conflito social que assola a Luxair há vários meses, nomeadamente as condições de trabalho e a falta de pessoal, esteve esta segunda-feira no centro da reunião tripartida da aviação.

A maioria das medidas implementadas durante a pandemia vai terminar na Luxair a partir de 1 de janeiro de 2023. Entre elas, a tripartida chegou à conclusão de que o desemprego parcial e o plano de manutenção de emprego vão acabar.

A cedência de funcionários da Luxair ao Estado também vai deixar de ser possível a partir do próximo ano. A Luxair e o Governo concordaram, no ano passado, em transferir uma centena de trabalhadores para o Ministério da Saúde, para ajudar nas equipas de rastreamento de contactos covid-19, bem como para posições na ADEM, nos arquivos nacionais e no Ministério do Ambiente.

Quanto aos salários, vão deixar de estar congelados a partir do próximo ano, embora haja ainda alguns ajustes por clarificar.

No final da reunião desta manhã, que reuniu o ministro da Mobilidade, François Bausch, a direção da Luxair e os representantes dos trabalhadores, todas as partes afirmaram que o diálogo foi “construtivo”. No entanto, todos reconheceram que a companhia de aviação tem de enfrentar grandes desafios no futuro, como a modernização dos aviões.

Antes da reunião, várias centenas de funcionários da empresa saíram à rua para manifestar o seu descontentamento com a situação.


 Centenas de funcionários da Luxair saíram à rua esta manhã

Por volta das 8h desta segunda-feira, um cortejo de várias centenas de funcionários da companhia aérea nacional Luxair partiu do Glacis na direção ao Kirchberg e do Ministério dos Transportes.

Os sindicatos tinham apelado a esta manifestação para chamar a atenção para o descontentamento do pessoal no período que antecedeu a tripartida da aviação.

O ministro François Bausch esteve esta manhã com a direção da Luxair e representantes do pessoal para discutir possíveis soluções para o conflito social que assola a companhia aérea há já vários meses.

De facto, as coisas têm vindo a agitar-se há algum tempo na Luxair. Cortes de pessoal durante a pandemia, horários sobrecarregados desde a retoma do tráfego aéreo e a falta de diálogo por parte da direção são apenas algumas das críticas feitas à direção da empresa.


“Laboratoires Réunis” testam drive-in para análises

A crise sanitária não acarretou só coisas más. Normalmente as crises também trazem novas oportunidades, ou pelo menos permitem melhorar certas práticas. É o caso do laboratório de análises “Laboratoires Réunis” que se inspirou do conceito da testagem em larga escala da covid-19 (Large Scale Testing) para elaborar um projeto piloto de análises, um drive-in denominado “book-pick’n go”.

Na prática, desde 12 de setembro que as pessoas interessadas podem fazer as suas análises sanguíneas sem sair do carro. Basta fazer uma marcação no site labo.lu, introduzindo os dados pedidos. A confirmação com um código QR é enviada após verificação. Verifica-se, por exemplo, se o exame requisitado pode, ou não, ser feito no drive-in.

Segundo o laboratório, todo o processo no dia das análises não deverá ultrapassar os cinco minutos.

Para já trata-se de um projeto piloto que arrancou em Esch-sur-Alzette na rotunda de Raemerich. Caso o balanço seja positivo, a empresa já se comprometeu a alargar o serviço a outros locais.


Luxemburgo sem novos casos de varíola dos macaco

O Luxemburgo continua sem registar novos casos de varíola dos macacos (Monkeypox). Até 21 de setembro, tinham sido comunicados 55 casos no país. Até agora todos os casos detetados são do sexo masculino com uma idade média de 37 anos. Três das pessoas infetadas com o Monkeypox foram hospitalizados durante um curto período de tempo.

No Luxemburgo, a campanha de vacinação contra a varíola dos macacos teve início a 16 de agosto. Entre os vacinados, 628 receberam uma primeira dose e 230 pessoas uma segunda.

As autoridades luxemburguesas recordam que "os principais sintomas da doença são erupção cutânea, febre, fadiga, dores musculares, vómitos, diarreia, calafrios, dor de garganta ou de cabeça" e sublinha que "entre as medidas de proteção, é aconselhável reduzir o número de parceiros sexuais e não partilhar bens pessoais com pessoas infetadas ou pessoas que tenham estado em contacto com pessoas infetadas".


Luxemburgo apresenta candidatura ao Conselho de Segurança da ONU

O Luxemburgo apresentou a sua candidatura ao Conselho de Segurança da ONU. Em frente à Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas em Nova Iorque, o primeiro-ministro, Xavier Bettel, anunciou que o Luxemburgo iria introduzir a sua candidatura para ser membro no Conselho de Segurança nos anos 2031 e 2032. Durante o seu discurso, Bettel sublinhou que o Luxemburgo vai continuar a empenhar-se para a paz e segurança na Ucrânia.

Para além deste anúncio, o chefe do Executivo informou ainda que o Grão-Ducado irá desbloquear 220 milhões de euros para a proteção climática internacional, entre 2021 e 2025.

Luxemburgo foi pela primeira vez membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU em 2013-2014.


Oito motociclistas morreram e 16 ficaram gravemente feridos durante o verão

Oito motociclistas morreram e 16 ficaram gravemente feridos durante a época do verão, segundo um relatório da polícia. No período entre 30 de maio e 31 de agosto, foram registados 60 acidentes de viação envolvendo motas.

Em 36 desses acidentes, os motociclistas sofreram ferimentos ligeiros. A polícia realizou numerosos controlos em todo o país no contexto da sua campanha nacional de segurança rodoviária dedicada à "época das motas".

Durante estes controlos, foram emitidos mais de 750 avisos tributados aos motociclistas. Em quase 120 destes casos, as infrações também resultaram na perda de pontos na carta de condução.


Aberta votação para escolha de curtas-metragens sobre discriminação

A Maison des Associations abriu a votação online para o concurso nacional de curtas-metragens sobre discriminação. Trata-se do projeto educativo 'Discriminations off the pocket' (Discriminações fora do bolso), que conta com 16 vídeos finalistas, com o objetivo de sensibilizar os jovens a lutar contra a discriminação.

A votação online do público poderá ser feita até à próxima quinta-feira, dia 29 de setembro, no site pocketfilms.lu. A sessão de revelação e entrega dos prémios vai decorrer no dia seguinte, dia 30, pelas 19h, no cinema Kinepolis.

O primeiro classificado vai participar numa das fases de produção de um filme da produtora Tarantula, com o realizador Donato Rotunno,  presidente do júri. O segundo premiado vai receber um passe completo para o festival Luxembourg City Film 2023. Já o terceiro premiado, escolhido pelo público, vai receber bilhetes de cinema. 'Discriminations off the pocket' é um projeto da Maison des Associations e conta com o apoio do Ministério da Família e Integração.


Meloni reivindica liderança do próximo governo italiano

A presidente do partido Irmãos de Itália (FdI), Giorgia Meloni, declarou vitória nas eleições legislativas de domingo em Itália, reivindicando a liderança do próximo governo.

No primeiro discurso após a votação, Meloni garantiu que o partido irá governar "para todos" e "para que os italianos se possam orgulhar de ser italianos".

De acordo com resultados parciais, a coligação de direita e extrema-direita - liderada pelo FdI e que reúne ainda a Liga, de Matteo Salvini, e o partido conservador Força Italia, de Silvio Berlusconi - obteve 43% dos votos nas legislativas.


Tiroteio em escola russa. Há 15 mortos, incluindo sete crianças

Um tiroteio numa escola em Izhevsk, no centro da Rússia, fez 15 mortos, incluindo oito adultos e sete crianças. Outras 14 crianças e sete adultos ficaram feridos", declarou o Comité de Investigação da Rússia, num comunicado.

Num balanço anterior, o Comité de Investigação da Rússia tinha comunicado nove mortos, incluindo cinco crianças.

O suspeito do tiroteio vestia uma "camisola preta com o símbolo nazi e uma balaclava", acrescentou a mesma fonte, referindo que "a sua identidade está ainda a ser estabelecida". O Comité já confirmou que o atirador se suicidou após o ataque. 


Liga das Nações. Portugal realiza último treino antes do embate decisivo com Espanha

A seleção portuguesa de futebol realiza hoje o derradeiro treino antes do embate decisivo diante da Espanha, em Braga, o último do Grupo A2 da Liga das Nações, uma sessão que deverá contar com todos os convocados.

Portugal lidera a ‘poule’ A2, com 10 pontos, contra oito da Espanha, que foi derrotada em Saragoça, por 2-1, pela Suíça (terceira, com seis), enquanto os checos são últimos, com quatro.

Na terça-feira, Portugal recebe a Espanha, em Braga, a partir das 20:45.

A formação das ‘quinas’, vencedora da primeira edição da Liga das Nações, em 2019, precisa de vencer o agrupamento para chegar à ‘final four’ da terceira edição, sendo que a segunda foi conquistada pela França, numa final com a Espanha, em 2021.


Liga das Nações. Luxemburgo vence por 1-0 Lituânia

A seleção luxemburguesa de futebol venceu no domingo, a Lituânia, por 1-0, no sexto jogo a contar para o Grupo 1 da Liga C, da Taça das Nações.

O golo foi marcado por Gerson Rodrigues aos 89 minutos.

Os “leões vermelhos” ocupam o segundo lugar do grupo, com 11 pontos, numa tabela liderada pelos turcos com 13 pontos.


Sporting conquista 11.ª Supertaça de futsal, a quinta seguida

O Sporting conquistou ontem a 11.ª Supertaça de futsal, a quinta consecutiva, ao vencer o Benfica, por 3-1 no desempate nas grandes penalidades, depois da igualdade 3-3 no tempo regulamentar e 4-4 no prolongamento.

Redação Latina | LUSA |Foto manchete: Pierre Matgé

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

As negociações prosseguem esta segunda-feira.
Les jouets préférés de chaque enfant sont désormais soigneusement séparés et rangés dans des bacs différents
A Luxair aircraft at Luxembourg's Findel airport