Identificar vacinados, curados e testados com pulseiras é "discriminatório"
Radio Latina 27.07.2021
Comissão dos Direitos Humanos

Identificar vacinados, curados e testados com pulseiras é "discriminatório"

Comissão dos Direitos Humanos

Identificar vacinados, curados e testados com pulseiras é "discriminatório"

Foto: Reuters
Radio Latina 27.07.2021
Comissão dos Direitos Humanos

Identificar vacinados, curados e testados com pulseiras é "discriminatório"

O presidente da comissão, Gilbert Pregno, diz que não existe uma diretiva concreta sobre esta prática em eventos, considerando-a problemática e discriminatória.

A Comissão Consultiva dos Direitos Humanos (CCHD) está contra a prática de identificar pessoas vacinadas, curadas ou testadas com pulseiras coloridas para cada destas situações em eventos e festas.

Depois de a ministra da Saúde, Paulette Lenert, ter defendido, numa resposta parlamentar que esta prática não viola a proteção de dados, a Rádio Latina confrontou a CCHD sobre esta prática polémica.

O presidente da comissão, Gilbert Pregno, afirma que não existe uma diretiva concreta sobre esta prática em eventos e que identificar as pessoas é problemático e discriminatório.

O caso polémico surgiu numa questão parlamentar recente dos deputados do partido Pirata Sven Clement e Marc Goergen a Lenert. Em causa estão os organizadores de uma festa que identificaram os clientes com uma bracelete à entrada, com uma cor específica para as pessoas que estavam vacinadas, outra cor para quem estava recuperado e ainda cores diferentes para quem apresentou teste negativo ou autoteste no local.


Clientes podem ser identificados com braceletes para vacinados, testados ou recuperados
A ministra da Saúde defende que a exposição de quem foi vacinado, curado ou testado, através da cor de uma bracelete, não viola a proteção de dados.

Apesar de ter defendido a prática, a ministra da Saúde referiu que quem se sentir tratado de maneira contrária à lei pode recorrer aos tribunais.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas