Christina Aguilera já teve de fugir de casa por violência doméstica
Radio Latina 10.10.2019

Christina Aguilera já teve de fugir de casa por violência doméstica

Christina Aguilera já teve de fugir de casa por violência doméstica

Radio Latina 10.10.2019

Christina Aguilera já teve de fugir de casa por violência doméstica

A cantora recorda o sofrimento que viveu e esta semana foi premiada por ajudar mulheres e crianças vítimas deste crime.

A cantora e atriz Christina Aguilera emocionou-se ao receber um prémio de um abrigo para mulheres e crianças vítimas de violência doméstica, no estado do Nevada.

Ver esta publicação no Instagram

#DomesticViolence is obviously a subject very close and personal to my heart. This past week, I was honored to receive an award from @shadetreevegas, a domestic violence shelter that I donate to….and while I tried so hard not to cry, I ended up balling the whole way through my speech because the statistics of domestic violence in the US are truly horrifying & sad and it’s so important to spread more awareness. .. 1 in 4 women and 1 in 7 men in the US are affected by domestic violence. Every minute, 20 people are affected by intimate partner violence in the US. That is 10 million a year. .. I remember often having to up and escape in the middle of the night with my mom & little sister, having just the clothes on our backs, to drive cross country for shelter at my grandma’s house. Without that, I would have had to turn to a place like @shadetreevegas for shelter. I have so much respect and adoration for those who give their time and support to hear these victims’ stories and help them regain strength, self empowerment and provide resources for a better independent future. Some aren’t so fortunate to get out….which is why it’s so important to work together to put a stop to these horrific statistics. Moreover, this isn’t just an issue in the US, but happens all over the world, in too many homes!! .. We need to use our voices to speak up, reach out and help one another break these deep rooted cycles and empower each other to end these patterns. . If you or someone you know is suffering from abuse, you can call 1-800-799-7233 and go to the @ndvhofficial #NationalDomesticHotline https://www.thehotline.org .. Check out https://theshadetree.org/ to find out more about their amazing work. And go to https://www.domesticshelters.org/fundraisers/wish-lists to find a shelter near you.

Uma publicação partilhada por Christina Aguilera (@xtina) a

A artista, de 38 anos, foi distinguida, na semana passada, pelo apoio aprestado à instituição, ao contribuir com um dólar por cada bilhete que vendeu nos concertos deu em Las Vegas, e não conseguiu conter as lágrimas como mostram o pequeno vídeo do discurso que fez quando recebeu o prémio e a mensagem que publicou, esta terça-feira, 8 de outubro, no seu Instagram.

Dez milhões por ano nos EUA

Aguilera falou do seu passado marcado por esse tipo de violência. "A violência doméstica é obviamente um assunto que me é muito próximo e pessoal", começou por dizer, lamentando os números das estatísticas deste flagelo, no seu país: "uma em cada quatro mulheres e um em cada sete homens, nos EUA, sofre de violência doméstica. A cada minuto, 20 pessoas são agredidas em contexto intimidade, nos EUA. São 10 milhões por ano..."

Aguilera fez parte das estatísticas

A cantora recordou que ela própria já fez parte das estatísticas e que teve de fugir de casa com a mãe e a irmã mais nova. "Lembro-me frequentemente de ter de me levantar e fugir a meio da noite com a minha irmã e a minha irmã mais nova, só com a roupa do corpo, e de atravessar o país até chegarmos a casa da minha avó. Sem isso, eu teria de ter recorrido a abrigos como The Shade Tree , em Las Vegas", sublinhou, elogiando e manifestando admiração pelo trabalho que fazem, ao apoiarem as vítimas e contribuírem para o seu empoderamento.

Aguilera deixou ainda o apelo a que as pessoas não fiquem em silêncio, para que usem as suas vozes para "ajudar os outros a quebrar este ciclo profundamente enraizado" e "acabar com este padrão".  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.