Cerca de 80% das pessoas elegíveis receberam vacina de reforço
Radio Latina 9 min. 03.02.2022 Do nosso arquivo online
Atualidade em síntese 03 FEV 2021

Cerca de 80% das pessoas elegíveis receberam vacina de reforço

Atualidade em síntese 03 FEV 2021

Cerca de 80% das pessoas elegíveis receberam vacina de reforço

Radio Latina 9 min. 03.02.2022 Do nosso arquivo online
Atualidade em síntese 03 FEV 2021

Cerca de 80% das pessoas elegíveis receberam vacina de reforço

A taxa de participação é, no entanto, menos elevada junto dos jovens

“A campanha à volta da vacina de reforço é positiva”. Quem o diz é o Alto Comissário de Proteção Nacional, Luc Feller, à rádio estatal 100,7. Até agora, 80% das pessoas elegíveis à vacina de reforço aderiram a esta dose adicional.

Segundo Luc Feller, cerca de 430.000 pessoas do Luxemburgo receberam um convite para serem inoculadas com a dose de reforço, sendo que 340.000 já aderiram. Um número que satisfaz as autoridades.

Para além das pessoas que já receberam a dose suplementar, ainda há aquelas que já têm uma marcação para os próximos dias, o que coloca a taxa do Grão-Ducado numa boa posição a nível europeu.

A taxa de participação é, no entanto, menos elevada junto dos jovens . Uma situação normal, segundo o Alto Comissário de Proteção Nacional, uma vez que estes foram inoculados muito mais tarde com a vacinação de base.

O centro de vacinação da Luxembourg Air Rescue, no Findel, onde só é administrada a dose de reforço, irá encerrar a 12 de fevereiro, uma vez que já não se justifica manter este centro aberto.

Segundo Luc Feller, na segunda semana de janeiro foram administradas nesse centro 50 mil doses do fármaco anti-covid. Um número que desceu para 23 mil na última semana. Daí já não ser necessário manter o mesmo nível de capacidade de vacinação.

Atrasos na testagem e rastreamento deve-se a problemas administrativos e não por falta de capacidade

A variante Ómicron infeta muito mais rápido um maior número de pessoas. Daí o Luxemburgo estar a tentar, desde o mês de dezembro, aumentar a sua capacidade de testagem, a fim de conseguir responder à procura crescente de pessoas que precisam de realizar um teste PCR. Atualmente estão a ser feitos entre 6 mil e 7 mil testes por dia, embora haja capacidade para realizar 10 mil testes por dia.

Porém, o médico Thomas Dentzer, responsável pela testagem no Grão-Ducado, disse à radio estatal 100,7 que as baixas médicas nos laboratórios têm levado a atrasos nas marcações.

Outro quebra-cabeças é no serviço de rastreamento (Contact Tracing), com problemas do lado administrativo. De facto, segundo Dentzer, atualmente demora bastante tempo para as pessoas receberem o seu certificado de quarentena ou de isolamento, o que pode levar a problemas com os empregadores.

Embora a lei tenha sido alterada no ano passado para justamente contornar esse problema com os patrões, em que o limite de tempo para entregar um certificado passou de três para oito dias, há certas pessoas que se vêm pressionadas pelo seu empregador.

ADEM com inscrição online através de MyGuichet.lu

As pessoas à procura de emprego podem a partir de agora inscrever-se Agência para o Desenvolvimento do Emprego (ADEM) através da plataforma MyGuichet.lu.

A ADEM refere em comunicado que continua a digitalizar os seus serviços e que esta medida é mais uma simplificação dos procedimentos para os candidatos a emprego.

A inscrição deve ser feita em modo autenticado, ou seja, com recurso a uma ferramenta LuxTrust, como um Token, por exemplo.

Os interessados têm ainda a alternativa do preenchimento do formulário online no site www.adem.lu ou a inscrição por telefone, mas que requer marcação prévia (tel. 247-88888).

Minuto de silêncio. Profissionais da Saúde alertam que variante Delta continua a circular de forma agressiva

As “blusas brancas” realizaram hoje pela décima vez um minuto de silêncio para chamar a atenção para a importância da vacinação.

Num comunicado, a iniciativa “YesWeCare” - que organiza todas as quintas-feiras um minuto de silêncio para assinalar a luta contra a pandemia - relembra que mesmo se o número de hospitalizações está atualmente estável e que a gravidade da doença parece ser menos intensa para as pessoas vacinadas, a grande maioria das pessoas hospitalizadas diz respeito a pessoas não vacinadas ou parcialmente vacinadas.

Os profissionais da Saúde sublinham ainda que a taxa de infeção, sobretudo com a variante Ómicron, influencia, mesmo assim, a gestão dos hospitais. Isto porque também aqui se sente as repercussões das quarentenas e dos isolamentos, à imagem do que acontece no resto da população.

Embora a variante Ómicron represente mais de 95% das infeções no país, a iniciativa salienta que a variante Delta continua a circular e que esta continua a ser muito agressiva.

Presença de covid-19 nas águas residuais do Luxemburgo nunca foi tão alta

De acordo com os dados do recente relatório do Instituto de Ciência e Tecnologia do Luxemburgo (LIST, na sigla inglesa), a presença do SARS-CoV-2 nas águas residuais "continua elevada" no Luxemburgo, sendo mesmo "superior ao observado em outubro de 2020, que foi, até agora, o nível mais alto medido em todo o período analisado (março de 2020 a janeiro de 2022)".

O nível de contaminação das 13 estações de tratamento de águas residuais analisadas durante a quarta semana de 2022 mostra uma prevalência muito alta de SARS-CoV-2 e, no geral, a tendência geral ao longo de várias semanas, até meses, ainda é ascendente", afirma o relatório.

Luxemburgo regista mais três mortes devido à covid-10

O Luxemburgo registou ontem 2.548 novos casos de covid-19 no Luxemburgo, de um total de 6.800 testes realizados.

Contam-se três novas mortes por causa do vírus, elevando para 956 o número total de óbitos no Grão-Ducado.

83 pessoas estão atualmente hospitalizadas, das quais 13 nos cuidados intensivos.

OMS considera que Europa está em boa posição para controlar pandemia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou hoje que a Europa tem agora uma "oportunidade única" de controlar a pandemia da covid-19, salientando que uma parte importante da população está imunizada e que a variante Ómicron é menos grave.

Segundo o diretor europeu da OMS, este contexto, que não se tínha tido ainda nesta pandemia, dá a possibilidade de conseguir um longo período de tranquilidade e um nível muito superior de defesa das populações contra qualquer novo aumento da transmissão, mesmo com uma variante mais virulenta [do coronavírus SARS-CoV-2].

Homem esfaqueado por três homens perto da Gare

Um homem foi atacado e esfaqueado por três indivíduos na madrugada desta quinta-feira, numa rua perto da Place de Paris, na zona da Gare, na capital.

De acordo com a polícia, o alerta sobre uma pessoa ferida foi dado por volta das 0h30, na Rue de Strasbourg. A vítima tinha sido atacada por três homens com uma faca. Os indivíduos vestiam de preto e fugiram após a agressão.

Após os primeiros socorros, o homem foi levado para o hospital, mas não corre perigo de vida.

Os agressores ainda não foram identificados. A polícia está a investigar o caso.

Dois luxemburgueses resgatados da montanha na Suíça

No fim de semana passado dois alpinistas de origem luxemburguesa foram resgatados da neve em Matterhorn, na Suíça.

Os dois luxemburgueses estão bem e acabaram por ter sorte, uma vez que já tinham esgotado toda a comida que levavam. De acordo com a Air Zermatt, esta foi uma operação de "última hora", uma vez que, com as condições meteorológicas previstas, uma nova tentativa de resgate só seria possível esta quinta-feira.

A dupla ficou presa num refúgio de montanhistas, sem conseguir voltar, devido às condições climatéricas adversas, incluindo fortes rajadas de vento.

Ucrânia. Chanceler alemão vai a Moscovo para dialogar com Putin

O chanceler alemão, Olaf Scholz, anunciou ontem que vai deslocar-se a Moscovo para discutir a situação na Ucrânia com o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, depois de visitar Washington.

O chanceler descreveu a situação na Ucrânia como “séria” e especificou que a presença de tropas russas na fronteira pode corresponder a “preparativos para uma ação militar”.

Para Olaf Scholz, um ataque à soberania e integridade territorial da Ucrânia teria um preço “muito alto”, e, na sua ótica, a “mensagem foi compreendia” por Moscovo.

Também o Presidente francês Emmanuel Macron anunciou que vai discutir “nas próximas horas” a crise na Ucrânia com o seu homólogo norte-americano Joe Biden e não descartou viajar para Moscovo para tentar encontrar uma solução diplomática.

Presidente da República vai indigitar António Costa como primeiro-ministro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comunicou ao secretário-geral do PS, António Costa, que irá indigitá-lo como primeiro-ministro após o apuramento dos resultados das legislativas nos círculos da emigração.

Na mesma nota, divulgada após o chefe de Estado e o secretário-geral do PS terem iniciado uma reunião por videoconferência, acrescenta-se que "a nomeação e posse terão lugar depois da primeira sessão da (décima-quinta) XV legislatura da Assembleia da República".

António Costa iniciou na terça-feira um período de sete dias de isolamento, por ter testado positivo ao vírus que provoca a covid-19.

O PS venceu com maioria absoluta as legislativas de domingo, em que obteve 41,7% dos votos e 117 dos 230 deputados em território nacional – faltando ainda atribuir os quatro mandatos dos círculos da emigração.

Benfica perde. Sporting ganha

O Benfica averbou ontem a quarta derrota na I Liga portuguesa de futebol, na receção ao Gil Vicente, por 2-1-

O Sporting mantem-se a seis pontos do FC Porto, líder da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer ontem em casa do Belenenses SAD, por 4-1, em jogo da vigésima jornada.

O Sporting segue no segundo lugar, com 50 pontos, menos seis do que o FC Porto, aumentando para seis a vantagem sobre o Benfica, terceiro, enquanto o Belenenses SAD se mantém na 18ª e última posição, com 12 pontos.

Inscrições abertas para a 'corrida à distância' PostLaf

A tradicional 'corrida da Post' (PostLaf) vai ser organizada pelo segundo ano consecutivo à distância, devido à pandemia.

O desafio virtual vai ter lugar no dia 20 de março e as inscrições já podem ser feitas.

Cada atleta deve percorrer individualmente pelo menos 10 quilómetros e transmitir depois o seu resultado de tempo à organização através de uma plataforma online.

Como não será fácil verificar todos os critérios desportivos, a Post vai depois publicar, por ordem alfabética, a lista dos participantes, os quilómetros percorridos e os respetivos tempos.

Este ano vai ser também organizada uma prova virtual para as crianças nascidas entre 2008 e 2017, e sem distância mínima. Os interessados em participar nesta prova LaLux-KidsRun e na PostLaf devem inscrever-se através do site www.postlaf.lu até 6 de março.

Redação Latina | Lusa | Foto DPA


Notícias relacionadas

Imagem de arquivo
Eine Werksärztliche Assistentin zieht in einem betrieblichen Impfzentrum für Mitarbeiter der Robert Bosch GmbH eine Dosis des Impfstoffes von Biontech/Pfizer auf.
20.05.2008 Lecker essen - Maison Relais Caritas Grevenmacher Foto: Serge Waldbillig
20.05.2008 Lecker essen - Maison Relais Caritas Grevenmacher Foto: Serge Waldbillig
19.11.2021 Eröffnung Weihnachtsmarkt Place de Paris Niklosmaart  , marché  de Noël , Foto : Marc Wilwert / Luxemburger Wort