Cerca de 40% dos enfermeiros são vítimas de agressão física ou verbal no trabalho
Radio Latina 14 min. 21.10.2022
Atualidade em síntese 21 OUT 2022

Cerca de 40% dos enfermeiros são vítimas de agressão física ou verbal no trabalho

Atualidade em síntese 21 OUT 2022

Cerca de 40% dos enfermeiros são vítimas de agressão física ou verbal no trabalho

Radio Latina 14 min. 21.10.2022
Atualidade em síntese 21 OUT 2022

Cerca de 40% dos enfermeiros são vítimas de agressão física ou verbal no trabalho

Maioria pondera abandonar a carreira.

Cerca de 40% dos enfermeiros dos Hospitais Robert Schuman (HRS) foram vítimas de agressões físicas ou verbais no ano passado, no local de trabalho. É o que revela uma sondagem interna, citada pela edição inglesa da RTL. A sondagem mostra que os pacientes foram responsáveis por alguns dos incidentes, cuja frequência aumentou durante a pandemia.


CHL tem uma dezena de pacientes em “lista negra”
A direção do hospital de Strassen justifica a medida com “o forte aumento dos casos de violência, tanto física como verbal de pacientes contra médicos e outros profissionais de saúde”

Para contornar o problema, a direção dos HRS organizam atualmente jornadas de sensibilização sobre violência no local de trabalho, para discutir sobre as formas mais adequadas para reagir a este tipo de incidente. A última iniciativa do género teve lugar na semana passada contando com a participação de psicólogos e especialistas internacionais na matéria.

De acordo com um desses especialistas, citado pela RTL, os serviços de urgência e psiquiatria são particularmente afetados por episódios de violência. Os Hospitais Robert Schuman agrupam quatro estabelecimentos no Luxemburgo, nomeadamente a Clínica Bohler, o Hospital de Kirchberg, a ZithaKlinik, todos na capital, e a Clínica Sainte Marie, em Esch-sur-Alzette.


Maioria dos enfermeiros pondera abandonar carreira

Há atualmente falta de profissionais de saúde no Luxemburgo, sendo que muitos estão a abandonar o seu emprego. Um estudo levado a cabo pela Associação das Enfermeiras e dos Enfermeiros (ANIL), em colaboração com a Universidade do Luxemburgo, tentou analisar o porquê da situação.


Nova demissão no hospital do norte
A vaga de demissões no Centro Hospitalar do Norte (CHdN) parece não ter fim.

A pressão do tempo – ter de realizar muitas tarefas num período limitado de tempo – ligada a uma sobrecarga emocional são as principais razões apontadas para o abandono da profissão. Numa entrevista à RTL, a presidente da ANIL, Anne-Marie Hanff, frisou que “é urgente que algo seja feito”.

Dois terços dos enfermeiros são recrutados no estrangeiro, sendo que 42% dos trabalhadores estarão reformados até 2034. Para além disso, o estudo revela que pelo menos 70% dos profissionais da saúde já pensaram pelo menos uma vez durante o último ano abandonar o seu trabalho. Daí o apelo, por parte da ANIL, para que as direções dos hospitais tentem aliviar a sobrecarga de trabalho das suas enfermeiras e dos seus enfermeiros, sobretudo no que diz respeito a tarefas administrativas, para que se possam concentrar no essencial do seu trabalho.


OGBL exige reforço do sistema de saúde público

A central sindical OGBL exige que o sistema de saúde público do Luxemburgo seja reforçado. Concretamente, o sindicato pede que haja mais solidariedade, ou seja que toda a população tenha o mesmo acesso à saúde e que todos os profissionais da saúde tenham boas condições de trabalho e sejam remunerados adequadamente.

A OGBL sublinha ainda que o paciente tem de ser colocado no centro das preocupações, sendo que ultimamente há a sensação que o sistema de saúde se orienta mais em direção às necessidades dos médicos.


Reserva sanitária também para apoio a refugiados ucranianos

O Parlamento deu ontem luz verde à utilização da reserva sanitária, criada durante a pandemia, para dar apoio ao acolhimento de refugiados ucranianos.

A ministra da Saúde, Paulette Lenert, precisou que estes profissionais da saúde poderão dar apoio médico aos refugiados.

Desde o início da invasão russa à Ucrânia, o Luxemburgo recebeu à volta de 4.700 pedidos de ajuda sanitária por parte de ucranianos.

A ministra da Saúde frisa ainda que atualmente estão disponíveis na reserva sanitária à volta de 15 mil pessoas.


 Conselho de Ministros belga aprova 34 dias de teletrabalho

O Conselho de Ministros belga deu luz verde ao aumento do número de dias de teletrabalho dos transfronteiriços. Os trabalhadores do país vizinho terão assim direito a 34 dias de ‘homeoffice’ em vez dos atuais 24.

Com o aval do Conselho de Ministros, Bruxelas pode avançar com o processo legislativo, que deverá ficar concluído ainda este ano. O limite de 34 dias anuais terá efeitos retroativos a 1 de janeiro. Assim, os trabalhadores que vivem no país vizinho poderão trabalhar a partir de casa 34 dias por ano, sem qualquer implicação fiscal ou ao nível da segurança social.

Note-se que também os transfronteiriços franceses vão passar a ter direito a 34 dias de teletrabalho, nas mesmas condições. Para os gauleses, a medida entra em vigor no próximo ano, de acordo com a imprensa. No que toca à Alemanha, os trabalhadores transfronteiriços têm, para já, direito a apenas 19 dias de trabalho remoto. Segundo os jornais, o eventual aumento estará em discussão.


Número de falências em queda no Luxemburgo

Nos primeiros nove meses deste ano, os tribunais declararam 675 falências e 573 insolvência. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (Statec), as 675 falências representam uma queda de 21% em relação ao mesmo período do ano anterior.

As holdings e os fundos de investimento representam 26,2% das falências nos primeiros nove meses do ano, enquanto 20,1% das empresas falidas são do ramo do comércio. Quanto às 573 insolvências, correspondem a uma redução de 25% em relação ao mesmo período do ano anterior. As empresas mais afetadas são também as holdings e os fundos de investimento (45,2%) e o comércio (16,1%).

Ao contrário das falências, a liquidação de uma empresa não está relacionada com incumprimento de dívidas por parte dos empresários. Esta ocorre geralmente a pedido de um associado e/ou acionista da empresa, ou a pedido do Ministério Público devido a falhas graves à lei que rege as atividades comerciais.


Taxa de desemprego manteve-se nos 4,8% em setembro

A taxa de desemprego no Luxemburgo fixou-se nos 4,8% em setembro, uma percentagem idêntica à do mês anterior, segundo os dados divulgados pela Agência para o Desenvolvimento do Emprego (ADEM).


Patrões alertam para “tensão sem precedentes” no mercado de trabalho
Alerta da União das Empresas Luxemburguesas.

Já o número de desempregados registados na ADEM era de 14.133 a 30 de setembro 2022, um valor também semelhante ao de agosto.

Por outro lado, houve uma descida na oferta de vagas de emprego. Durante o mês de setembro havia um total de 13.332 postos de trabalho disponíveis, menos 141 do que no mês de agosto (13.473).


Registo civil. Pedidos para alterar sexo ou nome já podem ser feitos no MyGuichet

Os pedidos para alterar o nome ou o sexo no registo civil já podem ser feitos através do MyGuichet.lu. E o portal lembra: a alteração do género no registo civil é independente de qualquer procedimento médico.

Estes procedimentos estão acessíveis a maiores de idade, menores (acompanhados por pelo menos um dos pais que exerça a responsabilidade parental ou pelo representante legal), luxemburgueses, estrangeiros (desde que vivam há 12 meses no país), refugiados, beneficiários de proteção subsidiária ou com o estatuto de apátrida.

Sobre as condições para poder alterar a menção do sexo no registo civil, o MyGuichet destaca que nenhum pedido pode ser recusado por a pessoa não ter passado por tratamentos médicos ou cirurgias.


Ministra das Finanças não descarta alívio fiscal na primavera

“Poderá haver uma redução fiscal na primavera”. Uma declaração da ministra das Finanças, Yuriko Backes, à 100,7. Esta responsável não descarta que a coligação governamental possa decidir um alívio fiscal a partir da próxima primavera.

Yuriko Backes defende a introdução de um imposto progressivo, mais social, para aliviar as pessoas com rendimentos mais baixos. Mas para que tal aconteça, a ministra diz que é necessário esperar para ver como estarão os cofres do Estado após o inverno.

Garante, contudo, que se houver margem de manobra financeira, o seu partido, o Partido Democrárico (DP), não se irá opor a debater uma revisão fiscal.


Covid-19. Número de infetados diminui no Luxemburgo

O número de novos casos positivos de covid-19 diminuiu entre 10 e 16 de outubro, com 2.855 infetados, contra 3.004 da semana anterior. Segundo a retrospetiva da semana, houve ainda mais 1.079 casos de reinfeção (dois testes PCR positivos consecutivos em 90 dias), perfazendo um total de 3.934 pessoas com ‘covid’ na semana passada.

O círculo familiar continua a ser a principal fonte de infeções (22%), seguido pelo trabalho (12%) pela escola (8%) e pelas viagens ao estrangeiro (8%). A idade média das pessoas diagnosticadas com Covid-19 é de 46,6 anos.

O balanço semanal dá conta ainda de quatro mortes (idade média de 88 anos) associadas à covid-19, 27 hospitalizações nos cuidados normais e três nos cuidados intensivos. Quanto à vacinação, entre 10 e 16 de outubro foram administradas 2.951 doses, sendo que 2.609 são referentes à segunda dose da vacina de reforço. Ao todo, 474.718 pessoas têm esquema vacinal completo, ou seja, 79% da população com mais de 5 anos.


Ministério da Educação quer reforçar participação dos pais nas escolas

“O empenho, as ideias, as experiências e competências dos pais podem contribuir para o bom funcionamento da escola”. Esta é a mensagem do Ministério da Educação que lança um apelo aos pais, para que estes desempenhem um papel mais ativo nas escolas frequentadas pelos filhos.

Para isso, os pais podem participar em diversos níveis: local, setorial ou ainda nacional. Quer enquanto candidato ou participando nas diversas eleições. Nos próximos dias e semanas vão ocorrer nas diferentes escolas, eleições para eleger os representantes dos pais de alunos a nível local. Os pais de um aluno que frequenta a escola fundamental, liceu ou ainda um centro de competências podem ser candidatos.

Já no início do próximo ano vão realizar-se as eleições dos representantes a nível setorial. Nos mês de fevereiro têm lugar as eleições para eleger os pais de alunos representantes a nível nacional. Os representantes nacionais são parceiros importantes do Ministério da Educação e do Governo, no geral, a quem se recorre para ter um parecer sobre projetos de lei ou projetos pedagógicos relativos aos alunos.


Governo prevê 70 ME para desenvolver turismo até 2027

O Governo prevê investir 70 milhões de euros no setor do turismo entre 2023 e 2027. A verba representa um aumento de 10 milhões de euros face ao período anterior, entre 2018 e 2022. É o que estipula o projeto de lei do plano quinquenal, apresentado esta quinta-feira pelo ministro do Turismo, Lex Delles.

Nos últimos cinco anos, o Ministério do Turismo subvencionou projetos num valor de 44,4 milhões de euros, dos quais 3,4 milhões foram para ajudas durante a crise sanitária ligada à covid-19.

O projeto de lei alarga o leque de beneficiários de apoio estatal. Assim sendo, as fundações e parques naturais também poderão candidatar-se a financiamento público. Outra novidade, é que os projetos que receberem uma subvenção, terão de aplicar a verba nos 12 meses seguintes.


OGBL. ‘Festa dos Imigrantes’ vai ser em Ettelbruck

O departamento dos Imigrantes da central sindical OGBL vai organizar a ‘Festa dos Imigrantes’, neste sábado, dia 22 de outubro, em Ettelbruck. A festa estava prevista acontecer em 2020, para assinalar os 35 anos do departamento dos Imigrantes da OGBL (criado em 1985), mas por causa da pandemia foi adiada para este ano.

A programação vai arrancar às 17h, com um grupo de capoeira e percussão brasileira, seguida por danças luxemburguesas e participação do grupo de dança Alto Minho. Às 19h vai ser assinado um acordo de parceria entre a OGBL e a Federação das Associações Cabo-verdianas do Luxemburgo, seguido de discursos dos responsáveis da OGBL. A programação completa pode ser consultada aqui: http://www.ogbl.lu/evenements/nos-evenements/

Festas à parte, a central sindical OGBL decidiu reorganizar a sua estrutura interna, com o objetivo de conseguir uma maior eficácia no setor alimentar. A OGBL decidiu extinguir o seu sindicato de Alimentação e Hotelaria. A parte do setor "Horeca e restauração coletiva", do extinto sindicato, vai ser incluída no sindicato do Comércio, enquanto a parte da "produção alimentar" vai ser integrada no sindicato do setor Químico, que faz parte dos sindicatos da Indústria da OGBL.


Vem aí o Domingo dos Casacos

No domingo, os casacos vão estar à venda nas lojas luxemburguesas por preços mais acessíveis. É o ‘Domingo dos Casacos’.


'Domingo dos Casacos' é uma tradição antiga.
Casacos mais baratos no domingo. São promoções e não saldos
'Domingo dos Casacos' é este fim de semana.

Para quem não conhece, trata-se de uma tradição luxemburguesa que, segundo algumas fontes, tem origem na Idade Média. Em tempos, o ‘domingo dos casacos’ era o único domingo do ano em que as lojas abriam. Calhava sempre no último domingo antes do Dia de Todos os Santos e era o dia em que quem vivia no campo e nas aldeias se dirigia à capital para comprar roupas quentes para o inverno, nomeadamente um casaco novo para vestir no feriado.

Várias lojas mantêm a tradição viva, propondo nesse dia descontos especiais. Mas são apenas promoções, e não saldos.


Líderes da UE acordam em trabalhar em medidas para aliviar faturas da energia

Os chefes de Governo e de Estado da União Europeia (UE) concordaram ontem em “trabalhar em medidas” para conter os elevados preços da energia, acentuados pela guerra da Ucrânia, anunciou o presidente do Conselho Europeu.

O anúncio para este trabalho futuro foi feito após várias horas de discussões entre os 27, que arrancaram ao início da tarde de quinta-feira, marcadas por posições divergentes em assuntos como limites temporários aos preços de referência no gás e regras de solidariedade no bloco comunitário para disponibilização de gás a todos os Estados-membros em caso de emergência.

Mais favorável foi a discussão sobre compras conjuntas de gás, mas que só deverá avançar na primavera de 2023.


Preço da gasolina 98 desce ligeiramente

O preço da gasolina Super 98 octanas vai baixar 1,3 cêntimos por litro a partir da meia noite. Este combustível passa, assim, a custar 1,945 € por litro.


Candidatos à sucessão de Liz Truss precisam do apoio de 100 deputados

Os candidatos à sucessão de Liz Truss como primeira-ministra do Reino Unido vão precisar do apoio de pelo menos 100 deputados do Partido Conservador na eleição interna para escolher um novo líder. O prazo para apresentar candidaturas fecha às 14:00 de segunda-feira, não tendo até agora sido feito qualquer anúncio oficial de potenciais interessados.

A primeira-ministra britânica, Liz Truss, anunciou ontem a demissão numa declaração à porta da residência oficial de Downing Street, em Londres, perante um crescente descontentamento com o Governo.Truss mantém-se em funções como primeira-ministra até ser escolhido um sucessor na liderança do Partido, que será indigitado pelo Rei Carlos III chefe do Governo pois os Conservadores mantêm uma maioria absoluta no Parlamento.


Benfica defende liderança no Dragão no jogo de cartaz da 10.ª ronda da I Liga

Hoje é dia de clássico. O líder Benfica e o segundo classificado FC Porto enfrentam-se hoje no encontro de abertura da décima jornada.

‘Águias’ e ‘dragões’ entram em campo a partir das 21:15, na cidade do Porto, separados por apenas três pontos, com vantagem para o Benfica, que segue sem qualquer derrota nos 18 jogos oficiais já disputados – no campeonato soma oito vitórias e um empate.

Já o FC Porto chega ao ‘clássico’ na melhor fase da temporada, moralizado por cinco vitórias seguidas, duas das quais que lhe permitiram manter-se na luta pelos oitavos de final da Liga dos Campeões.


Liga BGL. Candidatos ao título jogam fora de casa

A décima jornada da Liga BGL de futebol joga-se no domingo. Os dois candidatos ao título, F91 Dudelange e Hesperange, continuam separados por dois pontos e vão jogar fora de portas, respetivamente contra Mondorf e Mondercange. Estes são os únicos jogos que vão decorrer às 16h de domingo, sendo que os restantes começam às 15h.

Nos outros embates, jogam-se o Racing Luxemburgo - Hostert, Strassen - Niederkorn, Titus Pétange - Jeunesse e Etzella - Wiltz. O Differdange recebe o Käerjeng e os dois últimos classificados, Fola e Rosport, vão defrontar-se.

O F91 Dudelange lidera o campeonato com 27 pontos seguido pelo Hesperange, com 25.

Redação Latina | LUSA |Foto: Marijan Murat/dpa

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

In seiner Erklärung zur Lage des Landes betont Premier Xavier Bettel (DP) immerzu, dass seine Regierung Verantwortung übernommen hat - und weiter übernimmt, um den Krisen zu trotzen.
ARCHIV - 24.01.2020, Baden-Württemberg, Sinsheim: Ein Lehrer unterrichtet in einem Klassenzimmer der Kraichgau-Realschule.     (zu dpa «Rund 4000 Lehrer im Südwesten werden über die Sommerferien arbeitslos») Foto: Marijan Murat/dpa +++ dpa-Bildfunk +++