Cargolux continuará a voar para garantir abastecimento
Radio Latina 19.03.2020

Cargolux continuará a voar para garantir abastecimento

Cargolux continuará a voar para garantir abastecimento

Foto: Anouk Antony
Radio Latina 19.03.2020

Cargolux continuará a voar para garantir abastecimento

São já poucas as companhias aéreas a operar voos no espaço aéreo europeu.

A Luxair está a organizar o repatriamento de residentes do Grão-Ducado que estejam no estrangeiro. Foi que revelou esta manhã o ministro da Segurança Interna e da Defesa, François Bausch, sem adiantar o número de residentes que se encontram neste momento no estrangeiro. Certo é que a Comissão Europeia anunciou ontem que há nesta altura 80 mil cidadãos europeus da União Europeia (UE) no estrangeiro que pediram às autoridades nacionais para serem repatriados devido à Covid-19. 

Por outro lado, o governo luxemburguês pretende interromper o tráfego aéreo de passageiros no Findel na segunda-feira. “A British Airways, a KLM e outras companhias que estão a realizar alguns voos, mas o Luxemburgo pretende interromper o tráfego aéreo já na segunda-feira”, disse François Bausch. “O aeroporto do Findel mantém-se, contudo, aberto ao transporte de mercadorias (CargoCenter) para continuar a abastecer o país”. 

São já poucas as companhias aéreas a operar voos no espaço aéreo europeu. A Ryanair anunciou hoje que suspende todas as viagens a partir da próxima quarta-feira, com exceção de algumas ligações entre o Reino Unido e a Irlanda. A TAP também anunciou hoje que vai reduzir a sua operação a partir de segunda-feira, voando apenas para 15 dos cerca dos seus 60 destinos habituais. 

As fronteiras externas da UE vão estar fechadas durante 30 dias para tentar conter a propagação do novo coronvírus. A decisão foi tomada esta semana pelos chefes de Estado e de Governo da UE. As únicas exceções são a passagem de medicamentos, alimentos e bens, as deslocações de trabalhadores transfronteiriços e o regresso dos cidadãos europeus aos seus países.     

MaP


Notícias relacionadas

Politik, Interview Francois Bausch, Foto: Lex Kleren/Luxemburger Wort

Tempestade. Luxemburgo em alerta amarelo no domingo

Luxemburgo 5 por Paula SANTOS FERREIRA 15.02.2020