Cancelada procissão de 13 de maio ao Santuário de Nossa Senhora em Wiltz
Radio Latina 2 min. 26.04.2021

Cancelada procissão de 13 de maio ao Santuário de Nossa Senhora em Wiltz

Cancelada procissão de 13 de maio ao Santuário de Nossa Senhora em Wiltz

Foto: Anouk Antony
Radio Latina 2 min. 26.04.2021

Cancelada procissão de 13 de maio ao Santuário de Nossa Senhora em Wiltz

À semelhança de 2020, há outros eventos cancelados este ano. Saiba quais.

À semelhança de 2020, os maiores eventos religiosos do Luxemburgo voltam a ser cancelados este ano por causa da pandemia de covid-19. Fonte do arcebispado do Luxemburgo revelou esta segunda-feira à Rádio Latina que a procissão ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Wiltz, agendada para o feriado de Quinta-Feira de Ascensão, 13 de maio, não vai ter lugar este ano.

Todos os anos, a maior procissão do país junta entre 20 a 30 mil peregrinos, na maioria portugueses. Outro evento cancelado devido à pandemia é a procissão dançante de Echternach, classificada pela Unesco como património imaterial da humanidade desde 2010. 

A procissão dançante estava prevista para a terça-feira de Pentecostes, 25 de maio, mas, segundo disse o relações públicas da comuna local à Rádio Latina, não vai acontecer também este ano.

Já a Oitava, período de quinze dias de celebrações religiosas e de peregrinações em honra da Nossa Senhora, Consoladora dos Aflitos e padroeira da cidade do Luxemburgo, arrancou este sábado e decorre até 9 de maio, mas só de forma digital. Estão previstas transmissões online diárias a partir da catedral. As medidas restritivas em vigor até 15 de maio não permitem, no entanto, acolher mais do que 100 pessoas na catedral. 

Fora do âmbito religioso, a Festa Nacional, marcada para 23 de junho, vai decorrer novamente de forma mais discreta na Philharmonie, sem parada militar e outras manifestações. O 1° de Maio vai também ser assinalado de forma condicionada. A central sindical OGBL vai organizar um cortejo às 10h, entre a Place de la Résistance e a Place de l’Hôtel de ville, em Esch-sur-Alzette. Dos planos ficará de fora a "Festa do Trabalho e das Culturas", na Abadia de Neimënster. Já a LCGB vai apenas divulgar um discurso do seu presidente, através do seu Facebook e do seu site. 

No desporto, a maior prova do país, a maratona noturna ING Night Marathon volta a ser cancelada também por continuarem a estar proibidos eventos com mais de 100 pessoas.  

As restrições contra a covid-19 no Luxemburgo foram prolongadas até pelo menos 15 de maio. Continuam em vigor o recolher obrigatório entre as 23h e as 6h, os contactos sociais permanecem limitados (apenas dois convidados em casa, do mesmo domicílio), o uso de máscara é obrigatório em locais públicos, transportes e sempre que a distância de dois metros não possa ser mantida, e o interior dos cafés e restaurantes deverá manter-se encerrado. Os eventos com mais de 100 pessoas continuam a estar proibidos. 

A exceção prevista são os eventos musicais e desportivos. Os alunos vão poder regressar às piscinas e ter aulas da natação e os grupos de música de dez pessoas, no máximo, vão poder voltar a fazer música juntos, sem ter de respeitar o distanciamento físico. Para os casos em que seja possível, os músicos devem continuar a usar máscara de proteção.

(Henrique de Burgo, jornalista da Rádio Latina)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas