Boris Johnson imita cena do filme 'O Amor Acontece' para ganhar votos. E Hugh Grant responde
Radio Latina 1 2 min. 10.12.2019

Boris Johnson imita cena do filme 'O Amor Acontece' para ganhar votos. E Hugh Grant responde

Boris Johnson imita cena do filme 'O Amor Acontece' para ganhar votos. E Hugh Grant responde

Foto: DR
Radio Latina 1 2 min. 10.12.2019

Boris Johnson imita cena do filme 'O Amor Acontece' para ganhar votos. E Hugh Grant responde

A dois dias das eleições gerais no Reino Unido, o atual primeiro-ministro apela ao voto nos Conservadores recriando uma cena do famoso filme de Natal, em que Hugh Grant faz de líder do governo.

A dois dias das eleições no Reino Unido, os candidatos jogam aquilo que consideram ser os seus últimos trunfos para conquistar os votos do eleitorado britânico. E Boris Johnson, atual primeiro-ministro, líder dos Conservadores e defensor do Brexit, não poupou na imaginação. 

O sucessor de Theresa May gravou um vídeo recriando uma das cenas do filme 'O Amor Acontece', de 2003. A cena escolhida foi aquela que é protagonizada por Andrew Lincoln e Keira Knightley. Nessa cena, Mark, a personagem representada pelo ator, bate à porta de casa da Juliet (Keira Knightley) que está casada com o seu melhor amigo mas por quem está apaixonado. Para declarar o seu amor platónico e proibido sem se denunciar, Mark recorre a cartões gigantes com diversas mensagens apaixonadas. 

No vídeo de campanha, intitulado 'Vote Conservative, Actually' Boris Johnson adapta-as e em vez de amor pede votos a uma potencial eleitora que lhe vem abrir a porta. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

“Com sorte, no próximo ano já vamos ter feito o Brexit (se o Parlamento não o bloquear outra vez) e vamos poder seguir avançar. Mas, por agora, deixe-me dizer-lhe que o seu voto nunca foi tão importante.  O outro tipo pode ganhar… por isso tem de fazer uma escolha, entre uma maioria que funcione ou outro parlamento acorrentado a discutir sobre o Brexit. Está mais perto do que imagina, só precisamos de mais nove lugares para termos uma maioria. E a 12 de dezembro o seu voto vai fazer toda a diferença. Feliz Natal”, diz o primeiro-ministro britânico através de mais de uma dezena de cartazes, apresentados ao som de uma conhecida música coral de Natal.

Hugh Grant responde

Quem não se deixou convencer pela paródia ao conhecido filme de Natal foi o ator Hugh Grant, que integrou o elenco de 'O Amor Acontece', fazendo, justamente o papel de primeiro-ministro. 

Do grande ecrã para a vida real, o ator tem sido uma das vozes mediáticas mais críticas de Boris Johnson e do seu governo e entrou mesmo na campanha, ao lado dos Liberais Democratas, apelando ao voto contra o atual chefe de governo britânico. E já respondeu ao vídeo que parodia o filme do qual fez parte, usando a sua habitual ironia.

Foto: Flick Lib Dems

"Achei que [o vídeo] estava muito bem feito, com um bom nível de produção, mas claramente o Partido Conservador tem bastante dinheiro. Talvez tenha sido para aí que os 'rublos' foram", começou por dizer Hugh Grant à BBC Radio 4. 

O ator acrescentou ainda que reparou "que um dos cartazes do filme original que ele [Boris Johnson] não usou foi um que o Andrew Lincoln segurou [na cena] e que dizia, 'Porque é Natal dizemos a verdade'". E rematou, deixando no ar a questão: "Pergunto-me se os assessores de imprensa do Partido Conservador acharam que esse cartaz não iria ficar bem nas mãos de Boris Johnson".

As eleições para escolher o novo governo do Reino Unido realizam-se esta quinta-feira, 12 de dezembro.

Ana Tomás


Notícias relacionadas