Boom Festival adiado para julho de 2021
Radio Latina 31.03.2020

Boom Festival adiado para julho de 2021

Boom Festival adiado para julho de 2021

Radio Latina 31.03.2020

Boom Festival adiado para julho de 2021

O festival ia acontecer entre 28 de julho e 04 de agosto, em Idanha-a-Nova, foi adiado para daqui a um ano.

Em comunicado, a organização do Boom Festival explica que a pandemia da covid-19 está a ter "sérias repercussões" na organização e na comunidade 'boomer', impondo várias limitações à produção e logística do festival, além de viagens restritas por um período indeterminado, pelo que são assim "obrigados a tomar uma decisão imediatamente".

"Essa pandemia exige um comportamento ético e responsável. Guiados por nossos princípios, especialmente os do humanismo e da unidade, para preservar a saúde pública, os 'boomers' e o espírito boom, seguindo as diretrizes (...) aplicáveis a todos os eventos em Portugal (...), somos forçados a reagendar a edição do Boom Festival 2020 para o verão de 2021. Portanto, a 13.ª edição do Boom Festival acontecerá de 22 a 29 de julho (Lua Cheia)", lê-se na nota.

A organização adianta ainda estar convicta de que antes de julho de 2021 não será possível fornecer as condições de saúde e segurança necessárias para realizar o Boom Festival.

A organização esclarece também que os portadores de bilhete do Boom 2020 podem participar no evento em 2021: "Todos os serviços (Boom Bus, Tipis, barracas de papelão) adquiridos pelo titular do bilhete também são válidos para o Boom 2021. Tudo isso é feito sem custos adicionais".

No caso de o portador de bilhete para o evento de 2020 não poder participar no Boom Festival 2021, a organização promete criar uma plataforma na qual os 'boomers' podem colocar os ingressos para venda.

Contudo, adianta que ainda não é possível definir uma data para o lançamento dessa plataforma.

"Essa plataforma só será disponibilizada quando a situação normalizar e os países ao redor do mundo não estiverem mais em estado de emergência. Isso é para garantir que o processo seja o mais justo possível e que todos os 'boomers' possam ter acesso em condições de igualdade", sublinham.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 750 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 36 mil.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.