Bonnevoie, Gare, Mühlenbach e Neudorf são bairros de trabalhadores pobres
Radio Latina 13 min. 14.11.2022
Atualidade em síntese 14 NOV 2022

Bonnevoie, Gare, Mühlenbach e Neudorf são bairros de trabalhadores pobres

Atualidade em síntese 14 NOV 2022

Bonnevoie, Gare, Mühlenbach e Neudorf são bairros de trabalhadores pobres

Radio Latina 13 min. 14.11.2022
Atualidade em síntese 14 NOV 2022

Bonnevoie, Gare, Mühlenbach e Neudorf são bairros de trabalhadores pobres

Um em cada cinco trabalhadores residentes na capital vive abaixo do limiar de pobreza.

Mais de 11 mil trabalhadores a morar na Cidade do Luxemburgo são trabalhadores pobres. O número representa 22,3% do total de trabalhadores que moram na capital (11.243 pessoas). São considerados trabalhadores pobres porque vivem há pelo menos dois anos com um rendimento mensal inferior a 1.942 euros.

Estes dados aparecem num estudo do Observatório Social, realizado pelo Instituto Socioeconómico de Investigação do Luxemburgo (LISER). O relatório foi concluído em abril, mas só agora foi publicado pela comuna da Cidade do Luxemburgo.

Ao contrário do que se poderia pensar, estes residentes da capital têm um nível de qualificação “médio”, contratos a tempo inteiro e sem termo. Por norma, os trabalhadores pobres têm contratos precários e pouca formação.


Gás no Luxemburgo. Empresas garantem ao Governo que não vão lucrar com a crise

Os fornecedores de gás luxemburgueses Enovos, Sudenergie e Electris comprometeram-se, perante o Governo, a ser responsáveis na fixação dos preços. As empresas foram convidadas a participar numa audição especial da comissão da comissão parlamentar onde deram informações aos deputados sobre o funcionamento do mercado de gás luxemburguês e as estratégias de compra que irão utilizar ao longo dos próximos meses.

Ficou assegurado que nenhum lucro seja feito à custa dos cidadãos do Grão-Ducado. O Estado, atribuiu 350 milhões de euros a fim de garantir o preço máximo até 31 de dezembro de 2023. Isto significa que quase metade da fatura de gás de uma família será assumida pelo Estado.

No entanto, os deputados reconheceram que se este inverno a situação parece estar controlada, é difícil prever o que irá acontecer até ao inverno do próximo ano.


Preços dos combustíveis descem significativamente

A partir da meia-noite desta terça-feira, a gasolina sem chumbo 95 passa a custar 1,640 euros, uma redução de 8,3 cêntimos comparativamente ao preço anterior. Já a gasolina de 98 octanas será comercializada a 1,873, uma descida de 5,3 cêntimos.

Por sua vez, o preço do gasóleo vai baixar 8,8 cêntimos e será vendido a 1,737 euros por litro.


Despedimento coletivo. Metade dos 80 funcionários do banco East-West United vão para o desemprego

Entre 32 a 44 funcionários do banco East-West United, baseado no Luxemburgo há 45 anos, vão ficar sem emprego. Os sindicatos ALEBA, OGBL e LCGB foram convidados a negociar um plano social que afetará praticamente metade dos 80 funcionários do banco.

Os três sindicatos referem num comunicado conjunto que grande parte das atividades do banco concentra-se em serviços e transações de gestão de património de clientes russos, mas que, com a guerra na Ucrânia, o banco enfrenta agora alguns problemas.

O recurso ao despedimento coletivo foi a solução encontrada para garantir a sustentabilidade do banco e proteção dos restantes postos de emprego. Os sindicatos comprometeram-se a obter medidas de apoio social e indemnizações extrajudiciais a favor dos trabalhadores despedidos.


Agência canadiana confirma 'triplo A' da economia luxemburguesa

A agência de notação financeira DBRS Morningstar mantém o triplo A do Grão-Ducado, com perspetiva estável para a economia nacional.

Face a uma taxa de inflação de 8,8% em outubro deste ano, a DBRS prevê que o impacto negativo da inflação sobre o moral dos consumidores e das empresas seja atenuado a partir de 2023 com a ajuda das medidas de apoio decididas na reunião tripartida de concertação social.

A DBRS Morningstar acrescenta ainda que a situação global do setor bancário mantém-se sólida e que uma revisão da notação de crédito é pouco provável, pelo menos até o Grão-Ducado manter a atratividade da praça financeira.


Diabetes afetam 30 mil pessoas no Luxemburgo

Estima-se que atualmente cerca de 30 mil pessoas sofram de diabetes no Luxemburgo. Para a ministra da Saúde, Paulette Lenert, é importante que estes doentes “tenham acesso ao sistema de saúde, mas também que estejam bem informados para terem os bons gestos no seu dia-a-dia”. Palavras proferidas no âmbito do Dia Mundial da Diabetes, que se assinala esta segunda-feira.

A prevalência da diabetes tem vindo a aumentar nas últimas décadas e o Grão-Ducado não é exceção. O excesso de peso e de açúcar no sangue, o sedentarismo e a obesidade são os principais fatores de risco para a diabetes. No Luxemburgo, a diabetes tipo 2 é a mais frequente, afetando cerca de 90% dos diabéticos. Afeta sobretudo as pessoas com mais de 40 anos de idade e caracteriza-se por uma resistência do organismo à insulina.

O Ministério da Saúde alerta para a importância de um estilo de vida saudável. A diabetes é uma doença crónica que não tem cura, mas que pode ser tratada e controlada. Para isso, é essencial que seja detetada de forma precoce.


OGBL contra abertura de lares do grupo Orpea no Luxemburgo

A central sindical OGBL diz não compreender que o grupo Orpea tenha obtido uma licença provisória por parte do Governo para abrir um lar de idosos em Merl, no Luxemburgo. Em vários lares explorados pelo grupo têm surgido escândalos que falam em maus-tratos.

Em França, o grupo Orpea voltou a ser notícia ao ser colocado sob proteção judicial para renegociar a sua dívida. Para além disso tem havido polémicas envolvendo atos de negligência e maus-tratos na rede de lares, que chegou a ser condenada no passado mês de junho.

Daí a OGBL não entender como é possível este grupo poder explorar um lar no Luxemburgo. A ministra da Família, Corinne Cahen, validou a 3 de novembro o pedido introduzido pelo grupo privado francês Orpea para obter uma autorização. Na altura, a ministra salientou que atualmente não tem o direito de recusar o pedido quando a estrutura respeita as condições previstas pela lei. E é nesse ponto que o sindicato lamenta a falta de critérios qualitativos na lei para avaliar um dossiê.


Polícia procura testemunhas após acidente de trânsito fatal em Gilsdorf

Há mais uma morte a lamentar nas estradas do Luxemburgo. O condutor de um ligeiro faleceu, no hospital, depois do grave acidente de trânsito que ocorreu este domingo, por volta das 13h50, na route de Broderbour, em Gilsdorf.

A polícia grã-ducal refere em comunicado que a viatura despistou-se, embateu contra outro carro, colidiu conta a fachada de uma casa e incendiou-se de seguida.

O condutor sofreu ferimentos graves no acidente e acabou por falecer no hospital. Já o condutor do carro que foi atingido não sofreu ferimentos. As autoridades estão a tentar esclarecer as causas do acidente. Qualquer informação sobre este caso deve ser transmitida à polícia.


Quatro detidos em grande operação anti-droga na zona da Gare

A polícia efetuou uma operação anti-droga em grande escala no bairro da gare da Cidade do Luxemburgo entre as 19h30 e a meia-noite de sexta-feira. Vários cafés e arredores foram fiscalizados.

Cerca de 30 pessoas foram controladas. Quatro pessoas foram detidas por ordem do Ministério Público por violação da legislação sobre drogas e levadas perante o juiz de instrução. Uma pessoa foi colocada no Centro de Retenção.

Um total de 144 sacos de droga, 90,5 gramas de marijuana, cerca de 80,5 gramas de haxixe, 8,6 gramas de cocaína e sete telemóveis, bem como uma grande soma de dinheiro foram confiscados durante a operação.


Soldados luxemburgueses vão deixar o Mali no mês de dezembro

Os seis soldados luxemburgueses que estão atualmente no Mali, no âmbito de uma missão de paz da ONU, vão ser retirados no início do mês de dezembro. Uma informação avançada pelo ministro da Defesa em comissão parlamentar.

O Luxemburgo prepara-se, no entanto, para uma nova missão. Desta vez na Roménia. Uns 25 soldados luxemburgueses vão participar numa missão de vigilância da NATO relacionada com a invasão russa na Ucrânia.

O Luxemburgo é um dos países europeus a reforçar o investimento na defesa no seguimento da invasão russa da Ucrânia. O orçamento de defesa do país quase duplicou entre 2009 e 2013, passando de 0,37% para 0,65% do PIB, e tem vindo a aumentar desde então. Em 2024, a verba anual deverá mesmo alcançar os 0,72%.


Bruxelas. Jean Asselborn e homólogos europeus discutem agressão russa na Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, participa esta segunda-feira no Conselho das Assuntos Externos da União Europeia e na comissão dos países Benelux, em Bruxelas.

Asselborn e os homólogos europeus vão debater a guerra da agressão russa contra a Ucrânia e vão receber atualizações sobre os últimos desenvolvimentos, através do ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, por videoconferência. A reunião vai servir também para trocar opiniões sobre outros assuntos europeus e internacionais, como a situação no Irão e no Líbano.

Durante a sua viagem a Bruxelas, Jean Asselborn vai ainda presidir a reunião anual do Comité de Ministros do Benelux. O Luxemburgo encerra, com esta reunião, a sua presidência rotativa do bloco que junta a Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo.


Zelensky denuncia "mais de 400 crimes de guerra" em Kherson

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse esta noite que o exército russo fez "as mesmas atrocidades" em Kherson que em outras regiões do país durante a sua ocupação, e afirmou que já foram documentados "mais de 400 crimes de guerra russos".

Zelensky disse, na habitual intervenção diária na televisão, que o exército russo "deixou para trás as mesmas atrocidades que em outras regiões onde conseguiu entrar" e que "os investigadores já documentaram mais de 400 crimes de guerra russos e estão a ser encontrados corpos de civis e soldados".

Zelensky referiu igualmente que os combates na região de Donetsk são tão intensos quanto nos dias anteriores. “O nível de ataques russos não está a diminuir”, sublinhou.


Ministro do Interior turco acusa curdos do PKK de atentado em Istambul

O ministro do Interior turco, acusou o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) de ser o responsável pelo ataque que matou seis pessoas em Istambul, no domingo.

Um atentado foi perpetrado, no domingo, na avenida Istiklal, na zona comercial de Istambul, a maior cidade da Turquia e capital económica do país.

Na televisão, em direto, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, denunciou "o vil atentado", dizendo então que "as primeiras observações" deixavam entender que se tratava de um atentado terrorista" em que "uma mulher estaria implicada". A Turquia foi palco de uma série de atentados mortais entre 2015 e 2017 cometidos pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) e movimentos curdos.


Portugal perde com a Argentina e falha a revalidação do título mundial de hóquei em patins

Portugal perdeu, na madrugada desta segunda-feira, a possibilidade de se sagrar bicampeão mundial de hóquei em patins.

Em San Juan, a Seleção de Renato Garrido perdeu com a anfitriã Argentina, por 2-4, não conseguindo repetir o título ganho em 2019, em Barcelona, precisamente frente aos argentinos.


Benfica vence Gil Vicente e mantém FC Porto a oito pontos

O líder Benfica segurou ontem a vantagem de oito pontos para o campeão FC Porto, ao vencer em casa o Gil Vicente por 3-1, em encontro da décima-terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Os comandados do alemão Roger Schmidt, que seguem invictos em 2022/23 em todas as provas, com 21 vitorias e quatro empates, passaram a somar 37 pontos, contra 29 do FC Porto, que tinha vencido no sábado no reduto do Boavista por 4-1.

O Sporting ascendeu ontem ao quarto lugar, ultrapassando o Casa Pia, ao vencer por 2-1 no reduto do Famalicão.


Futebol. Hesperange mantém liderança da Liga BGL

O Hesperange recebeu e venceu o Käerjeng por 4-2 e mantém a liderança isolada da Liga BGL de futebol, com mais um ponto do que o F91 Dudelange, que foi vencer no terreno do Mondercange, por 3-2.

Nos outros jogos da 12a jornada, disputados este domingo, o o Rosport foi golear o Mondorf por 6-1, o Differdange ganhou o Wiltz por 2-1 e o Racing foi vencer o Strassen por 4-1. No dérbi de Esch, o Fola perdeu em casa frente à Jeunesse, por 3-1, o Etzella foi derrotado por 1-0 pelo Niederkorn e o Titus Pétange ganhou 4-1 ao Hostert.

 O Hesperange soma 34 pontos, na liderança, seguido pelo F91 Dudelange, com 33. No fundo da tabela o último classificado é agora o Etzella, com 8 pontos.


Futebol feminino. Luxemburgo perde na receção à Lituânia

A seleção feminina do Luxemburgo perdeu o jogo de preparação contra a Lituânia, por 3-2, realizado este domingo em Rumelange. 

As leoas vermelhas, comandadas pelo selecionador Daniel Santos, terminam o ano com mais uma derrota, depois do anterior 10-0, em setembro, contra a campeã europeia, Inglaterra. 

Recorde-se que a seleção feminina do Luxemburgo ficou recentemente afastada do Mundial de futebol de 2023, em quarto lugar do grupo D de qualificação, à frente da Macedónia do Norte e da Letónia. Foi a sua primeira participação numa fase de qualificação.


Manchester United vai “considerar resposta” após entrevista de Cristiano Ronaldo

O Manchester United disse hoje que vai “considerar uma resposta” à entrevista do internacional português Cristiano Ronaldo, que afirmou sentir-se “traído” pelo emblema de futebol inglês.

Na longa entrevista, declarou não ter respeito pelo treinador, por considerar que este não o respeita. Segundo o avançado de 37 anos, “não é só o treinador”, Erik ten Hag, a não querer o jogador no plantel, mas também “dois ou três no clube”, clarificando, depois, que se referia a administradores, reforçando que se sentiu “traído”.

Cristiano Ronaldo ficou de fora dos últimos três jogos dos ‘red devils’, e agora prepara-se para embarcar para o Qatar com a seleção portuguesa, que ‘capitaneia’, para o Mundial2022. Ao todo, soma esta época 16 jogos e três golos pelo clube inglês, depois de em 2021/22, época de regresso a Manchester, ter conseguido 24 golos em 38 encontros.


Redação Latina | LUSA |Foto: Arquivo LW


Notícias relacionadas

Pour le responsable du réseau RGTR, «cette situation est tout simplement inacceptable»
In seiner Erklärung zur Lage des Landes betont Premier Xavier Bettel (DP) immerzu, dass seine Regierung Verantwortung übernommen hat - und weiter übernimmt, um den Krisen zu trotzen.