Aviador suíço bate recorde com automóvel a hidrogénio
Radio Latina 4 2 min. 27.11.2019

Aviador suíço bate recorde com automóvel a hidrogénio

Aviador suíço bate recorde com automóvel a hidrogénio

Radio Latina 4 2 min. 27.11.2019

Aviador suíço bate recorde com automóvel a hidrogénio

O amigo do Grão-Duque Henri percorreu 778 quilómetros com uma só bateria deste combustível. Na reta final, o príncipe Alberto foi o seu co-piloto.

O ‘H2 Record’ foi conquistado por Bertrand Piccard. O aviador suíço propôs-se a percorrer 700 quilómetros entre Sarreguemines e Paris, ao volante do Hyundai Nexo com apenas uma única bateria de hidrogénio, de seis quilogramas. O objetivo foi provar a autonomia do veículo com este combustível não poluente, percorrendo a distância sem nunca o reabastecer.

AFP

Afinal, Piccard percorreu 778 quilómetros e ainda lhe restou combustível para mais 49 quilómetros.

A aventura terminou ao final da noite de ontem e o psiquiatra e aventureiro já anunciou o feito nas suas contas nas redes sociais.

Amigo especial na reta final

Perto da meta final, Piccard recebeu ainda uma visita especial, a do seu amigo príncipe Alberto do Mónaco.  “No automóvel a hidrogénio com o príncipe Alberto para a última etapa do ‘H2 Record’. Ele também esteve a meu lado quando eu terminei a volta ao mundo no meu avião solar, do Solar Impulse”, contou o psiquiatra na conta do Twitter.

A visita ao Grão-Duque

Bertrand Piccard partiu para esta aventura na segunda-feira, pelas 14 horas, dia em que chegou à cidade do Luxemburgo para visitar o seu “amigo pessoal” o Grão-Duque Henri que deu uma volta no automóvel a hidrogénio, antes do aventureiro prosseguir viagem.

“O Grão-Duque Henri é um amigo pessoal e um chefe de estado apaixonado por tecnologias que permitem a transição energética”, escreveu o aviador no Twitter, onde tem relatado a viagem.

 Combustível do futuro

O psiquiatra está a realizar este percurso ao volante de um Hyundai Nexo, um suv elétrico com bateria de combustível de hidrogénio.

O hidrogénio é um dos ‘fuel cell’ mais promissores entre os combustíveis do futuro, não poluentes. Os automóveis a hidrogénio possuem uma autonomia muito maior do que os movidos a eletricidade.

O antigo recorde foi estabelecido em 2014 com um IX Fuel Cell, numa distância de 695 quilómetros. O suíço propõe-se a percorrer mais cinco quilómetros.

Piccard é co-fundador da Solar Impulse uma fundação onde através de aventuras se alerta para causas especiais ou esquecidas. Sobrevoar a terra em balão é uma das paixões deste suíço que herdou do pai e do avô o espírito de aventura e a adrenalina da conquista de recordes mundiais.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas