Autocarros regionais vão ter cabines de proteção para os motoristas
Radio Latina 13 min. 11.11.2022
Atualidade em síntese 11 NOV 2022

Autocarros regionais vão ter cabines de proteção para os motoristas

Atualidade em síntese 11 NOV 2022

Autocarros regionais vão ter cabines de proteção para os motoristas

Radio Latina 13 min. 11.11.2022
Atualidade em síntese 11 NOV 2022

Autocarros regionais vão ter cabines de proteção para os motoristas

Os autocarros das linhas RGTR vão ter cabines de proteção para os condutores em 2023.

A garantia é dada pelo ministro do Trabalho, Georges Engel, e pelo seu homólogo da Mobilidade, François Bausch. Segundos os governantes, algumas empresas privadas de transporte já instalaram as cabines de proteção por iniciativa própria. O objetivo é proteger os condutores de eventuais agressões.

Esta medida de prevenção é uma reivindicação de longa data dos sindicatos, depois de alguns casos de ataques contra estes profissionais. De acordo com os ministros, em 2021 foram registadas 18 ocorrências de agressões contra motoristas de autocarro. Em 2020, tinham sido três, enquanto que em 2019 houve conhecimento de nove casos.

Desde o início deste ano, houve mais de uma dezena de casos assinalados. Números que na realidade são bem mais elevados, já que muitas das agressões não são denunciadas às autoridades.


Eleições comunais. Mais 68 mil residentes estrangeiros vão poder votar

A lei relativa às eleições comunais foi alterada em julho de 2022. Com ela, foi abolida a cláusula que estipulava que um residente não-luxemburguês tinha de residir no Luxemburgo há pelo menos cinco anos para se poder inscrever nos cadernos eleitorais e desse forma participar, com o seu voto, na escolha do burgomestre e vereadores da sua comuna de residência.

Com esta abolição, 68.173 pessoas adicionais vão poder participar nas próximas eleições comunais que decorrem no dia 11 de junho do próximo ano. São 32.105 mulheres e 36.068 homens. Este dado foi avançado pela ministra da Família, Corinne Cahen (DP), em resposta parlamentar ao deputado socialista Dan Biancalana (LASP). Ler mais aqui.


Index. Adiamento de julho não prejudicou poder de compra dos mais pobres

O adiamento da parcela da indexação salarial do mês de julho não prejudicou o poder de compra dos agregados familiares mais carenciados.

Segundo as contas do Instituto Nacional de Estatística (Statec), a fatia dos 20% dos agregados mais pobres acabou por “ganhar” com as medidas compensatórias decididas nas reuniões tripartidas de março e de setembro para fazer face à escalada dos preços.

Já as mais “abastados” foram os mais penalizados, como referiu à Rádio Latina Tom Haas, chefe do serviço de Modelização e Previsão do Statec. Oiça as declarações aqui.


Covid-19. Como obter baixa médica em caso de isolamento?

Com a entrada em vigor da nova “lei covid”, o funcionamento do rastreamento (Contact Tracing) foi adaptado. O Ministério da Saúde diz que caso uma pessoa tenha testado positivo à covid-19, tem de se colocar imediatamente em isolamento. Até aqui nada de novo, uma vez que sempre foi assim.

No entanto, a partir de agora, a pessoa com resultado positivo ao teste de covid-19 tem de preencher um formulário com a referência “REFCP” no site www.covid19.lu para poder obter a sua baixa médica como justificativo para ficar em isolamento. Após o envio do formulário, a pessoa em questão irá receber uma SMS de confirmação. O número do remetente é o 621 203 000.

A nova “lei covid” entrou em vigor no final do mês de outubro. Com as novas regras, o período de isolamento de uma pessoa infetada com o SARS-CoV-2 passou a ser de quatro dias, em vez de sete. Para mais informações basta consultar o site covidtracing.lu.


OGBL critica licença do Luxemburgo atribuída ao Orpea

A central sindical OGBL diz não compreender que o grupo Orpea tenha recebido uma licença provisória por parte do Governo para abrir um lar de idosos em Merl, no Luxemburgo. Em vários lares explorados pelo grupo em França têm surgido escândalos de maus-tratos.

Em França, o grupo Orpea voltou a ser notícia ao ser colocado sob proteção judicial para renegociar a sua dívida. Para além disso tem havido polémicas envolvendo atos de negligência e maus-tratos na cadeia de lares, que chegou a ser condenada no passado mês de junho.

A OGBL rejeita que o grupo Orpea esteja presente em solo luxemburguês e relembra que em certos lares do grupo, pessoas de idade foram mal-tratadas e que os direitos sindicais dos trabalhadores nem sempre são respeitados.


Sistemas solares. Quase 3 mil pedidos de subvenção

Houve 2.969 pedidos de subvenção para a instalação de sistemas fotovoltaicos desde a introdução da lei em 2016 no Luxemburgo. Uma informação avançada pelo ministra do Ambiente, Joëlle Welfring, em resposta parlamentar.

De todos esses pedidos, quase 800 ainda não obtiveram resposta, dos quais alguns devido a preenchimento de formulários incompleto. Segundo a ministra, um pedido devidamente preenchido pode levar em média seis meses até obter uma resposta de subvenção, o mínimo são 21 dias.

Joëlle Welfring explica que uma resposta tardia pode ter diversas razões, mas que os dossiês incompletos são a razão principal. Quase metade dos pedidos de subsídio estão incompletos ou mal preenchidos após o primeiro controlo dos serviços responsáveis por acordar a ajuda financeira.


ArcelorMittal regista queda no lucro líquido no terceiro trimestre

O lucro líquido da ArcelorMittal caiu para 933 milhões de dólares no terceiro trimestre de 2022, quando comparado com os 4,6 mil milhões em igual período do ano passado ou os 3,9 mil milhões do segundo trimestre.

Segundo o relatório divulgado pelo gigante do aço com sede no Luxemburgo, as vendas caíram para 18,98 mil milhões, ou seja, menos 1,2 mil milhões ao terceiro trimestre de 2021.

Também a produção de aço diminui, atingindo 14,9 toneladas, contra 17,2 toneladas do ano passado. A Arcelor justifica os resultados negativos com a deterioração das condições de mercado, marcada pela diminuição da procura e a subida dos preços de energia.


Luxemburgo e Portugal vão acolher migrantes do navio Ocean Viking

O Ocean Viking, navio humanitário pertencente à Organização Não- Governamental (ONG) europeia SOS Méditerranée e operado em conjunto com o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, atracou esta sexta-feira no porto de Toulon, no sul de França.

Isto acontece após 19 dias retido no Mediterrâneo à espera de autorização para desembarcar os seus passageiros num porto europeu.

França acolhe os 234 migrantes a "título excecional" para cumprir o seu "dever humanitário", anunciou, na quinta-feira, o ministro do Interior francês, citado pela AFP. Mas segundo Gérald Darmanin, dois terços dos passageiros não ficarão em França, uma vez que serão relocalizados para nove outros países europeus, como Luxemburgo, Portugal, Bulgária, Roménia, Croácia, Lituânia, Malta, Irlanda e Alemanha.


Capital. Nova embaixadora de Cabo Verde encontra-se com comunidade

A nova embaixadora de Cabo Verde no Luxemburgo, Edna Marta, vai encontrar-se com a comunidade cabo-verdiana no Grão-Ducado, esta sexta-feira. De acordo com Embaixada de Cabo Verde, o encontro será realizado no Cercle Cité (auditório Henri Beck), na capital, às 18h30.

O primeiro encontro oficial com a comunidade vai servir para apresentar a nova embaixadora e para ouvir a comunidade.

Edna Marta é a segunda embaixadora residente no Luxemburgo e substitui Carlos Semedo.


Caso Diana. O que acontece a quem tem casamento arranjado no Luxemburgo?

O que acontece às pessoas que entram no Luxemburgo sob o pretexto de um casamento arranjado? A pergunta, aparentemente associada ao caso de Diana Santos, foi lançada pelos deputados Laurent Mosar e Léon Gloden, do Partido Cristão Social (CSV), à ministra da Justiça, Sam Tanson, e ao ministro da Segurança Interna, Henri Kox.

Numa resposta conjunta, a que o jornal Contacto teve acesso, os ministros recordam que "essas pessoas expõem-se a processos criminais e correm o risco de perder o estatuto de 'casado'". Além disso, reforçam, que os casamentos arranjados são puníveis com prisão de seis meses a dois anos e multa de 10 mil a 20 mil euros, de acordo com o Código Penal do Luxemburgo.

A história de Diana Santos, a portuguesa de 40 anos que vivia no Luxemburgo e foi encontrada morta em França, a 19 de setembro, terá motivado esta discussão. Diana terá casado com um homem de nacionalidade marroquina, chamado Gibran Banhakeia, no dia 14 de julho, em Ettelbruck. Este seria um casamento arranjado, a troco de uma elevada quantia de dinheiro, para que o homem obtivesse os documentos para residência no país.


Grão-Duque herdeiro faz 41 anos

O Grão-Duque herdeiro, Guillaume, celebra 41 anos esta sexta-feira.

O futuro sucessor do Grão-Duque Henri nasceu no dia 11 de novembro de 1981 e é o filho mais velho dos soberanos Henri e Maria Teresa.

Guillaume é casado com a princesa Stéphanie de Lannoy. O casal tem um filho, o príncipe Charles, e aguarda o nascimento do segundo filho. A irmã mais nova do príncipe Charles deverá nascer em abril de 2023.


Campanha de prevenção de inverno. Polícia apresenta balanço intermediário

Desde meados de outubro que as autoridades policiais estão a levar a cabo uma campanha de prevenção de inverno, cujo objetivo é controlar pneus e faróis.

Num balanço intermediário, as autoridades dão conta que em 239 casos, os agentes tiveram de fazer uma advertência verbal devido a problemas nos faróis do carro. Em 310 casos o automobilista foi multado devido a defeitos técnicos graves no veículo, dos quais 41 por falhas nos pneus e 130 por não estarem na posse do certificado de controlo técnico.

No Luxemburgo é obrigatório ter pneus de inverno em caso de condições climáticas extremas (neve, gelo). Se tal não acontecer, o condutor arrisca-se a uma multa de 74 euros e à imobilização do veículo. Estes controlos, que ocorrem no âmbito da campanha de segurança rodoviária, vão continuar até final do mês de dezembro.


Venda de lenha e pellets: cuidado com as fraudes!

Face ao aumento do preço da energia e à penúria de lenha para aquecimento ou ainda de pellets, os sites fraudulentos multiplicam-se na internet. Consequência: os consumidores nunca recebem a encomenda e perdem o seu dinheiro.

Uma situação que leva o Centro Europeu dos Consumidores do Luxemburgo (CEC) a alertar as pessoas para esta situação, aconselhando redobrar a vigilância, quando se encomenda e paga em linha. Segundo o centro, se a oferta for demasiado boa, com preços vantajosos, stocks importantes ou ainda prazos de entrega inferiores a três dias, então é porque provavelmente se trata de uma fraude.

Segundo o CEC, as burlas são muitas vezes difíceis de detetar, até porque vários sites fraudulentos usam o nome, o endereço ou ainda o número do IVA de outra empresa. Daí a recomendação de antes de encomendar e sobretudo pagar é importante confirmar as condições gerais de venda no site, tentar contactar o vendedor por telefone ou ainda ler as avaliações de outros clientes.


Ucrânia: Estados Unidos preparam nova ajuda militar de 400 milhões de dólares

Os Estados Unidos vão atribuir mais 400 milhões de dólares (393 milhões de euros) em ajuda militar à Ucrânia, para apoiar este país no combate à invasão russa, revelaram vários altos responsáveis norte-americanos.

Segundo as fontes governamentais, citadas pela agência Associated Press (AP), o pacote de ajuda conterá grandes quantidades de munições e, pela primeira vez, sistemas de defesa aérea Avenger, altamente móveis.

Incluindo a ajuda mais recente, os EUA já atribuíram mais de 18.600 milhões de dólares em armas e outros equipamentos militares para a Ucrânia, desde o início da invasão russa.


Hackers russos responsáveis por ataque informático na Austrália

A polícia australiana anunciou esta sexta-feira que piratas informáticos russos são os responsáveis pelo roubo de dados médicos privados de 9,7 milhões de pessoas, incluindo o primeiro-ministro, clientes da seguradora Medibank.

O responsável da Polícia Federal Australiana indicou que os piratas informáticos tinham sido identificados, mas escusou-se a divulgar os nomes.

Analistas de segurança cibernética sugeriram que o ataque tem algumas características associadas a um grupo de hackers russo chamado REvil, que anteriormente teve como alvo a gigante brasileira de carne JBS e a estrela pop Lady Gaga, entre outros.


Mundial2022: Fernando Santos ambiciona ser campeão, mas França "é a favorita"

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, reforçou a ambição de levar a equipa das ‘quinas’ à conquista do Mundial2022, rejeitando “serviços mínimos” no Catar, onde a campeã em título França é “a favorita”.

Fernando Santos diz que acredita que esta equipa pode conseguir e os jogadores também. Palavras proferidas pelo técnico luso, durante a conferência de imprensa, que serviu para anunciar os 26 eleitos para o mais importante torneio de seleções, que vai decorrer entre 20 de novembro e 18 de dezembro.

Apesar de acreditar que tem condições para guiar Portugal à primeira conquista de um Campeonato do Mundo, Fernando Santos preferiu colocar os lusos no lote das equipas que “acreditam” que o sonho é possível concretizar.


Futebol. Käerjeng vai pôr à prova liderança de Hesperange

A 12ª jornada da Liga BGL joga-se este domingo. O novo líder Hesperange vai receber o Käerjeng, às 16h. À mesma hora joga-se o Mondercange - F91 Dudelange.

Os outros seis jogos começam todos às 15h, com Mondorf - Rosport, Differdange - Wiltz, Fola - Jeuness e Etzella - Niederkorn. Jogam-se ainda Titus Pétange - Hostert e Strassen - Racing.

O Hesperange é líder com 31 pontos, seguido pelo Dudelange, com 30. O último lugar é ocupado pelo Rosport, com 7 pontos.


Futebol feminino. Luxemburgo com oito lusófonas contra Lituânia

A seleção feminina de futebol do Luxemburgo tem agendado um jogo de preparação no próximo domingo, dia 13 de novembro, em Rumelange, contra a Lituânia.

O selecionador Daniel Santos tem à sua disposição 22 jogadoras, entre elas oito lusófonas: Kimberley dos Santos, Eva Fernandes, Mariana Lourenço, Catarina Lavinas, Kelly Mendes, Caroline Magalhães, Joana Lourenço e Letícia Mateus.

A seleção feminina do Luxemburgo ficou recentemente afastada do Mundial de futebol de 2023, em quarto lugar do grupo D de qualificação, à frente da Macedónia do Norte e da Letónia. Foi a sua primeira participação numa fase de qualificação.


Futebol. Paulo Gomes vai treinar Al-Jabalain da Arábia Saudita

O técnico português Paulo Gomes, que começou a sua carreira de treinador no Luxemburgo, assinou contrato com o clube Al-Jabalain, atual 10° classificado da segunda divisão da Arábia Saudita.

Paulo Gomes, de 47 anos, vai substituir outro português no cargo, Carlos Pinto, que foi despedido.

Natural de Vila Nova de Gaia, o técnico está na Arábia Saudita desde 2019, onde treinou o Najran e o Al-Khaleej, e foi também coordenador de formação do Al-Wehda.

Paulo Gomes começou a carreira de treinador em 2009, no Luxemburgo, ao serviço do Muhlenbach. Passou depois pelo Sandweiler, CS Pétange, Hamm Benfica, Beggen e Mondorf.

Redação Latina | LUSA |Foto: Guy Jallay


Notícias relacionadas