Artistas brasileiros revoltam-se contra o fogo na Amazónia
Radio Latina 4 22.08.2019

Artistas brasileiros revoltam-se contra o fogo na Amazónia

Artistas brasileiros revoltam-se contra o fogo na Amazónia

Foto: Divulgação
Radio Latina 4 22.08.2019

Artistas brasileiros revoltam-se contra o fogo na Amazónia

Anitta, Caetano Veloso, Camila Pitanga, Cauã Raymond entre muitos outros, mostraram indignação com os incêndios que estão a destruir a Amazónia.

A floresta da Amazónia arde há vários dias e o Brasil não está indiferente. Várias personalidades de áreas distintas demonstraram, através das redes sociais, a indignação e desespero em relação às consequências desta catástrofe, para o país e para o mundo.  

Anitta, a artista brasileira mais conhecida mundialmente, publicou no 'stories' do seu Instagram uma mensagem sobre o que se passa. "Por mim deixava a Amazônia inteira ao cuidado dos indígenas, porque aí não estavam matando, acabando com a nossa floresta, nossos animais, com nosso único património, que é o pulmão do mundo. O mundo inteiro conhece o País por causa da Amazônia, da quantidade de verde que a gente tem."

Ainda assim, a cantora negou qualquer posicionamento político: "Não sou de esquerda, não sou de direita. Não sou do PT, de Bolsonaro, de ninguém. Não me interessa quem 'tacou' fogo, se foi a seca, se foi fulano, se foi beltrano. O que importa é a pessoa resolver a questão", disse. 

Outros nomes brasileiroS como Gregório Duvivier, Caetano Veloso, Cauã Reymond, Tais Araujo. fizeram questão de também falar sobre o assunto:


Ver esta publicação no Instagram

que Deus proteja nossa floresta 😭♥️

Uma publicação partilhada por Luan Santana (@luansantana) a




Ver esta publicação no Instagram

É redonda, gira e está em chamas. Todos já vimos e lemos que a Amazônia está ardendo em chamas e que essa escuridão repentina em São Paulo pode estar relacionada com a pior queimada na região nos últimos cinco anos. De Rondônia chegam relatos de dias seguidos sem o azul do céu no horizonte. O curioso é que ontem mesmo eu, @leandraleal, @thainaduarteoficial e @caiapitanga falávamos sobre a importância da preservação e sobre o fato de as nossas atitudes diárias afetarem o futuro do nosso planeta. Nem sei mais se podemos falar em "futuro", uma vez que já estamos testemunhando as consequências do descuido de nossas ações e políticas públicas ou falta delas. Alguns moradores de São Paulo coletaram um pouco da água da chuva de ontem, pós escuridão, com aparência barrenta e cheiro de queimado. Fico pensando ainda sobre o que pode acontecer com quem está respirando esse ar, o tanto de doenças respiratórias que podem vir em consequência disso, pra começo de conversa... E então, deixa mesmo queimar lá na Amazônia? Não vai acontecer nada sério no mundo se explorarmos desenfreadamente essas matas? Ontem tivemos um pequeno exemplo de que não é bem assim. Já passou da hora de nos importarmos e salvarmos o que ainda nos resta do amanhã. Falar sobre isso é apenas o primeiro passo.

Uma publicação partilhada por Taís Araujo (@taisdeverdade) a