Apreendidos 130 kg de carne no Luxemburgo por falta de higiene
Radio Latina 15 min. 08.08.2022
Atualidade em síntese 08 AGO 2022

Apreendidos 130 kg de carne no Luxemburgo por falta de higiene

Atualidade em síntese 08 AGO 2022

Apreendidos 130 kg de carne no Luxemburgo por falta de higiene

Radio Latina 15 min. 08.08.2022
Atualidade em síntese 08 AGO 2022

Apreendidos 130 kg de carne no Luxemburgo por falta de higiene

Foram fiscalizados, em simultâneo, três estabelecimentos em três locais distintos. A carne confiscada foi destruída.

A Administração Aduaneira apreendeu 130 quilos de carne no Luxemburgo por desrespeito das normas de higiene. A informação foi avançada esta segunda-feira num comunicado conjunto do Ministério da Saúde e da Administração Aduaneira.

Numa curta nota, as autoridades adiantam que a operação foi levada a cabo pelas unidades de “Santé” e “Support” da Administração Aduaneira, em conjunto com a Divisão de Segurança Alimentar da Direção da Saúde. No total, foram fiscalizados, em simultâneo, três estabelecimentos em três locais distintos.

A operação resultou na apreensão de “130 quilos de carne de diferentes tipos”, cuja conservação não respeitava as regras de higiene exigidas. A carne confiscada foi destruída, por ordem do Tribunal Distrital de Diekirch.

As autoridades adiantam ainda que foram instaurados dois autos ('procès verbaux', em francês) contra os proprietários infratores. Note-se que o chamado “procès verbal” é uma sanção prevista no código penal luxemburguês, que, se o Ministério Público assim o entender, poderá levar a multas ou a um processo em tribunal.

Cerca de 30 mil pessoas já pediram o subsídio de vida cara e de energia

O Fundo Nacional de Solidariedade recebeu até agora cerca de 30 mil pedidos de pessoas que querem usufruir do subsídio de vida cara e do subsídio de energia.

Desse total, 13.421 pessoas já receberam o subsídio de energia, juntamente com o subsídio de vida cara. Por outro lado, 978 agregados familiares receberam apenas o subsídio de energia.

Estes dados foram revelados pela ministra da Família, Corinne Cahen, numa resposta parlamentar e dizem respeito ao período de março a 22 de julho.

As famílias que recebem o subsídio de vida cara recebem automaticamente o subsídio de energia. Trata-se de um montante único que varia entre 200 e 400 euros, dependendo da composição do agregado familiar.

Quem não tem direito ao subsídio de vida cara (Allocation de vie chère (AVC), em francês) pode no entanto fazer o pedido para o subsídio de energia. Nesse caso o rendimento pode ser até 25% mais elevado do que o rendimento elegível para o AVC.

Note-se que os pedidos podem ser feitos até ao próximo dia 30 de setembro.

Para incentivar mais pessoas a fazerem o pedido e a usufruírem desta ajuda criada para atenuar o aumento dos preços da energia, o Governo pretende avançar com uma nova campanha de informação após as férias de verão.

Findel. Novo voo da Easyjet com destino ao Porto volta a atrasar várias horas

O voo Easyjet EJU7584 com partida do Luxemburgo e destino ao Porto voltou a atrasar várias horas este sábado, depois de na quinta-feira ter sido adiado um outro voo da companhia, e com o mesmo número, para o dia seguinte, devido a uma avaria no avião.

Os mais de cem passageiros do voo, tiveram de esperar mais de seis horas no aeroporto do Findel antes de voarem para a cidade portuguesa.

Muitos queixaram-se de falta de informações por parte da companhia, que adiou logo à partida a descolagem do voo por quatro horas. Os passageiros foram informados através da sua aplicação que o voo estava atrasado mas não receberam qualquer explicação até cerca das 20h15.

O embarque só aconteceu às 21h30, quando o avião chegou finalmente ao aeroporto luxemburguês, de acordo com o testemunho de um passageiro.

Adolescente com apelido português está desaparecido. Polícia pede ajuda

Mais um jovem desaparecido. Segundo a polícia, Tiago Coelho Pereira tem 17 anos e está em paradeiro incerto.

O jovem é de Remich e as autoridades iniciaram as buscas para o encontrar.

Tiago tem 1,85 cm de altura, cabelos cacheados, olhos castanhos e fala três idiomas: português, inglês e francês.

A polícia pede à população para facultar todas as informações relevantes que possam ter sobre o caso, através do número 244 77 1000 ou 113. 

Também é possível enviar email para police.REMICHMONDORF@police.etat.lu.

Trabalhos de manutenção nos túneis arrancaram esta segunda-feira

Arrancaram hoje os trabalhos de manutenção e limpeza nos túneis das autoestradas do Luxemburgo.

A informação é avançada pela Administração das Pontes e Estradas, que informa que a segunda campanha de intervenção durará até ao final de outubro. A primeira campanha ocorreu como habitualmente na primavera.

Estas obras de manutenção incluem a manutenção preventiva e reparadora dos equipamentos de segurança, a verificação do funcionamento e a limpeza das paredes dos túneis.

Para reduzir o impacto no tráfego e fazer a coordenação com outros locais de obras, a maioria das operações de manutenção e limpeza nos túneis é realizada à noite.

As datas previstas das intervenções para os diferentes túneis podem ser consultadas no site da CITA (www.cita.lu).

Bank Fortuna vai fechar. Clientes passam para o BCEE

O banco Fortuna Bank vai parar progressivamente as suas atividades bancárias no Luxemburgo. Os clientes passam para o Banque et Caisse d’Épargne de l’État (BCEE).

Num comunicado, o Fortuna Bank, criado em 1920, dá conta da notícia, acrescentando que os clientes estão a ser informados do sucedido. Os clientes poderão escolher se querem integrar o BCEE ou se preferem aderir a outro banco presente no Grão-Ducado.

O Fortuna Bank encerrou 2021 com um lucro de 7,7 milhões de euros.

Sul do Luxemburgo em alerta amarelo esta terça-feira

A vaga de calor continua, prevendo-se uma terça-feira quente no Luxemburgo.

O Meteolux colocou o sul do país em alerta amarelo entre as 13:00 e as 19:00 de terça-feira devido às temperaturas elevadas previstas.

Os termómetros deverão chegar aos 32°C. O mesmo tipo de tempo deverá manter-se ao longo de toda a semana.

Há mais homens a tirar a licença parental. Mas são sobretudo elas quem trata dos filhos doentes 

Tem aumentado o número de homens que usufruem da licença parental no Luxemburgo, mas continuam a ser as mulheres quem mais fica em casa para tratar dos filhos doentes. É isso que confirmam novos números sobre a licença parental e sobre a licença por razões familiares, divulgados pelos ministros do Trabalho e da Segurança Social.

Por um lado, os dados provam que há cada vez mais homens a tirar a licença parental. O número passou de cerca de 3.600, em dezembro de 2017, para quase 6.200, no mesmo período de 2021. De acordo com os ministros do Trabalho, Georges Engel, e da Segurança Social, Claude Haagen, em dezembro do ano passado um total de 11.636 pessoas estavam em licença parental, e até eram mais os homens (6.186) do que as mulheres (5.450).

Os dados dos ministros, divulgados a pedido dos deputados Carole Hartmann e Max Hahn, são referentes aos últimos cinco anos (2017-2021) e permitem concluir que quer o número de beneficiárias quer o de beneficiários aumentaram, embora a evolução seja muito mais pronunciada no caso dos homens. No que às mulheres diz respeito, em dezembro do ano passado havia mais 874 mulheres de licença parental do que cinco anos antes. Nos homens, a diferença é de 2.511.

Recorde-se que a licença parental foi alvo de uma grande reforma em dezembro de 2016, aumentando os rendimentos a que os pais têm direito e introduzindo várias fórmulas de licença. Com a reforma, o beneficiário passou a poder optar por tirar a licença de forma consecutiva ou fracionada. Um trabalhador com contrato de trabalho de 40 horas semanais, por exemplo, pode escolher entre licença completa de quatro ou seis meses consecutivos; licença a meio tempo durante oito ou 12 meses; licença fracionada de quatro meses durante um período de 20 meses; ou licença fracionada de um dia por semana durante 20 meses.

Segundo os dados dos ministros do Trabalho e da Segurança Social, a licença parental a tempo inteiro (seis meses consecutivos) é a opção a que recorrem mais pessoas (5.447 pessoas em 2021), seguindo-se a licença parental de 1 dia por semana durante 20 meses (3.463 pessoas) e depois a licença parental a meio tempo (2.625).

Quanto a rendimentos, o teto do rendimento de um trabalhador com contrato de 40 horas por semana, por exemplo, é de 3.855,63 euros brutos por mês. Isto significa que, se o salário mensal não ultrapassar aquele valor, o trabalhador continua a receber o seu ordenado na íntegra.

O balanço intermediário da reforma da licença parental, feito em 2020, revelou que a nova lei levou a um aumento do número de beneficiários, sobretudo para os homens. De acordo com o documento, o aumento entre 2016 e 2017 foi de 215,91% entre os homens e de 28,8% entre as mulheres, conduzindo a mais igualdade entre homens e mulheres.

Há mais mulheres do que homens a tirar a licença por razões familiares

Apesar disso, continuam a ser sobretudo as mães quem fica em casa quando os filhos adoecem. Segundo os dados de Georges Engel e Claude Haagen, no ano passado, 30.584 mulheres recorreram àquela licença, contra 22.192 homens. Olhando para os quatro anos anteriores – período para o qual os ministros disponibilizaram os dados – o número de mulheres que recorreu à licença por razões familiares foi sempre superior ao de homens.

Note-se que esta licença dá aos pais a possibilidade de ficarem em casa com os filhos quando estes apresentam algum problema de saúde. Destina-se aos menores de 18 anos (com algumas exceções) e está limitada a um determinado número de dias por ano, consoante a idade da criança/adolescente. Em relação às crianças dos quatro aos 12, por exemplo, os pais têm direito a 18 dias de licença por razões familiares. O número desce para 12 no caso daquelas dos 0 aos 3 anos e para cinco dias para os adolescentes dos 13 aos 18 (ou se o jovem com mais de 18 estiver hospitalizado).

Estes prazos podem no entanto ser prolongados se a criança sofrer de cancro com risco evolutivo, se tiver de ser internada por mais de duas semanas ou se for colocada em quarentena.

Preparação da Schueberfouer obriga a mudanças no trânsito e estacionamento

O início da montagem da grande feira popular Schueberfouer, na cidade do Luxemburgo, obriga a algumas alterações tanto no estacionamento, como no trânsito.

A Schueberfouer começa no dia 19 de agosto e prolonga-se até ao dia 7 de setembro. Durante esse período o trânsito nas imediações do Glacis, em Limpertsberg, vai estar condicionado, como acontece todos os anos.

As alterações para os automobilistas começaram já quinta-feira passada, a pensar no início da instalação da feira popular.

Segundo a autarquia da capital, desde as 22h da última quinta-feira que é proibido estacionar no parque de estacionamento do Glacis, que fica entre a Allée Scheffer, Avenue Pasteur, Boulevard de la Foire e a Avenue de la Faïencerie. A reabertura do parque está prevista para 10 de setembro.

Também o parque de estacionamento “rond-point Schumann” vai estar fechado a partir de 19 de agosto, reabrindo a 8 de setembro.

A circulação também vai estar proibida num troço da Avenue de la Faïencerie, entre 13 de agosto e 10 de setembro.

Todas as alterações podem ser consultadas no site da autarquia da Cidade do Luxemburgo (www.vdl.lu).

Mãe e filha emigrantes morrem a caminho da Suíça

Desastre na estrada a caminho da Suíça. Mãe e filha emigrantes portuguesas morreram num acidente. Juntamente com outros dois familiares, regressava à Suíça, país onde viviam.

De acordo com o Jornal de Notícias, o acidente de viação ocorreu no sábado, por volta das 10h, na via entre Digoin e Paray-le-Monial, em França, e envolveu outro automóvel e um veículo pesado de mercadorias.

O choque da colisão provocou a morte imediata de Elza Nogueira, noticiada no sábado pelo Jornal de Notícias. A filha, Joana, sofreu ferimentos graves e foi levada para o hospital, mas acabou por morrer no domingo.

Este é já o terceiro acidente mortal relacionado com emigrantes nas últimas semanas. A 29 de julho, dois irmãos emigrantes em França, de 17 e 24 anos, morreram na estrada a caminho de Portugal e, a 31, uma outra emigrante portuguesa em França perdeu a vida no dia em que completava 43 anos.

Número de ucranianos que pediram asilo ao Luxemburgo baixou para mais de metade em junho

O Luxemburgo continua a ser um dos Estados-membros que acolhem menos refugiados ucranianos que fogem da invasão russa. Em números absolutos, apenas Malta tem recebido menos refugiados a cada mês, entre março e junho.

Segundo os dados do gabinete europeu de estatística, Eurostat, o Luxemburgo recebeu no mês de junho apenas 460 proteções temporárias, ou seja, menos de metade das 1.100 concedidas no mês anterior de maio.

Até agora, o mês com mais atribuições concedidas pelo Luxemburgo aos ucranianos que fogem da guerra foi o de abril, com 1.775, enquanto no mês de março houve 920.

A nível europeu, a tendência é também de diminuição de atribuição do estatuto de proteção temporária.

A Polónia é, de longe, o país que tem acolhido mais ucranianos, com mais 60.125 refugiados no mês de junho, um número bastante inferior aos 96.085 do mês anterior. Seguem-se a Roménia (10.360), Irlanda (6.985) e Bulgária (6.920).

No outro extremo, Malta (190), Luxemburgo (460) e Eslovénia (480), são os Estados-membros com menos acolhimentos no mês de junho.

Ucrânia: Líder da ONU exige fim de ataques “suicidas” a centrais nucleares

O secretário-geral da ONU,, António Guterres apelidou, esta segunda-feira, qualquer ataque a centrais nucleares como "suicida" e pediu a suspensão das operações militares junto de Zaporíjia e a abertura da central ucraniana à Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).

As autoridades ucranianas acusaram, na sexta-feira, as forças russas de realizar três ataques perto de um reator de Zaporíjia, embora Moscovo controle este território desde o início da ofensiva.

Por sua vez, o exército russo afirmou que as forças ucranianas estão na origem desses ataques, que provocaram um incêndio que foi extinto.

A Agência Internacional de Energia Atómica considerou, no sábado, “cada vez mais alarmantes” as informações sobre a central de Zaporíjia.

Primeiro navio com cereais a sair da Ucrânia chegou ao destino final

O primeiro dos navios que saíram da Ucrânia com cereais a chegar ao destino atracou hoje num porto turco, no âmbito do acordo mediado pela Turquia e pela ONU.

O "Polarnet", com pavilhão turco, zarpou do porto ucraniano Chorno--morsk a 05 de agosto, com 12.000 toneladas de milho, e atracou hoje no porto de Derince, no noroeste da Turquia.

Desde a assinatura do acordo, no mês passadp, 10 navios deixaram a Ucrânia com mais de 300 mil toneladas de cereais, segundo dados citados pela agência de notícias turca.

Quatro dos navios dirigem-se para portos turcos. Os restantes têm como destino Itália, China, Irlanda, Inglaterra e Líbano.

China prolonga por um dia exercícios militares ao redor de Taiwan

O Exército chinês vai prolongar até hoje os exercícios militares que iniciou na quinta-feira, em torno de Taiwan, como retaliação pela visita à ilha da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi.

As manobras que Pequim realizou nos últimos dias, que incluíram o uso de fogo real e o lançamento de mísseis de longo alcance, foram descritas pelo governo de Taiwan como “irresponsáveis”, além de suscitarem preocupação na comunidade internacional.

Os exercícios de segunda-feira vão concentrar-se em operações anti – submarino e ataques aéreos com navios como alvo, acrescentou o comunicado.

Jihad Islâmica Palestiniana anuncia acordo de cessar-fogo com Israel

O grupo da Jihad Islâmica Palestiniana (JIP) confirmou ontem ter assinado uma trégua com Israel, ao terceiro dia de hostilidades mortíferas, que provocaram dezenas de mortos na Faixa de Gaza.

Israel impõe desde 2007 um embargo à Faixa de Gaza, território com 2,3 milhões de habitantes, governado pelos radicais islâmicos do Hamas.

Sporting de Braga e Sporting empatam a três golos na estreia na I Liga

O vice-campeão Sporting e o Sporting de Braga empataram ontem a três golos, em jogo da primeira jornada da I Liga portuguesa de futebol, em que os 'leões' estiveram três vezes em vantagem.

Ao protagonizarem o segundo empate da prova, Sporting e Sporting de Braga ficam a dois pontos de um quarteto de equipas que já venceram na primeira ronda: FC Porto, Benfica, Estoril Praia e Vizela.


Notícias relacionadas

Pour 2022, le scénario central du Statec correspond à une inflation globale de 5,8%, avec un chiffre actuel de 7% pour le mois de mai au Luxembourg.
A primeira sessão realiza-se esta quinta-feira, a partir das 18h30, em Belvaux, no salão de festas da autarquia