Ângelo Rodrigues “está quase a chegar a nós”
Radio Latina 2 min. 01.10.2019 Do nosso arquivo online

Ângelo Rodrigues “está quase a chegar a nós”

Ângelo Rodrigues “está quase a chegar a nós”

Radio Latina 2 min. 01.10.2019 Do nosso arquivo online

Ângelo Rodrigues “está quase a chegar a nós”

Maria João Abreu revela que o ator, embora ainda internado, está a recuperar bem do grave problema de saúde.

Na novela 'Golpe de Sorte', da SIC, Maria João Abreu interpreta a mãe da personagem de Ângelo Rodrigues, Bruno, e esta aproximação fez com que entre os dois nascesse uma amizade e um respeito mútuo.

Embora, a atriz ainda não tenha ido visitar Ângelo Rodrigues ao Hospital Garcia da Horta, em Almada, onde está internado desde agosto, devido a uma grave infeção generalizada, Maria João Abreu tem estado sempre em contacto com ele, como contou durante a gala dos Globos de Ouro, da SIC.

“O Ângelo está ótimo, está quase a chegar a nós, está fantástico e agradece todos os mimos dos portugueses”, garantiu aos jornalistas.

"Desejo-lhe o melhor do mundo"

Já no início de setembro, Maria João Abreu teceu largos elogios ao colega, desejando-lhe as melhoras. Na sua conta no instagram Maria João Abreu tem diversas fotografias com Ângelo Rodrigues captadas nos intervalos das gravações, chamando-o de "filho".

A atriz publicou também várias fotografias junto de Ângelo e de Isabela Valadeiro, os seus filhos na fição, uma das quais tem a legenda "filhos para a vida toda".


"Só quero dizer uma coisa. O Ângelo é sinceramente das melhores pessoas que conheço. É absolutamente altruísta, é de uma educação, formação e de um talento enormes. Desejo-lhe o melhor do mundo e estou a torcer todos os dias para que ele recupere rápido e volte para nós", declarou a atriz.

E estará o ator arrependido de ter administrado as injeções de testosterona que lhe vieram a causar a grave infeção e colocado em risco a sua vida? “Não falei disso com ele, não me compete. Eu só sou mãe dele na fição”, disse Maria João Abreu quando confrontada com a questão.

Recuperação longa

Ângelo Rodrigues, de 32 anos, terá tomado uma injeção desta hormona para criar músculo que lhe terá causado uma septicemia. Acabou por ser internado de urgência no hospital onde foi submetido a várias cirurgias para travar a infeção na perna esquerda que vai desde a zona lombar até ao pé, e outra de reconstrução. 

Esteve ainda a realizar tratamentos em câmara hiperbárica, no Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, para tratar a fasceíte necrotizante tal infeção grave que causa a morte dos tecidos moles do corpo.

A par com as cirurgias, Ângelo Rodrigues está a ter acompanhamento psicológico e irá continuar a ser seguido mesmo após a alta hospitalar dado que a sua recuperação vai ser longa.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas