Ajuda aos trabalhos de casa vai aliviar pais com dificuldades linguísticas
Radio Latina 13 min. 18.07.2022
Atualidade em síntese 18 JUL 2022

Ajuda aos trabalhos de casa vai aliviar pais com dificuldades linguísticas

Atualidade em síntese 18 JUL 2022

Ajuda aos trabalhos de casa vai aliviar pais com dificuldades linguísticas

Foto de arquivo: LW
Radio Latina 13 min. 18.07.2022
Atualidade em síntese 18 JUL 2022

Ajuda aos trabalhos de casa vai aliviar pais com dificuldades linguísticas

Melhor enquadramento dos alunos, apoio às famílias e troca de informação entre pais, educadores e professores. Já são conhecidos mais detalhes sobre o futuro dispositivo de ajuda aos trabalhos de casa, que deverá entrar em vigor em setembro de 2024.

Um projeto do Ministério da Educação que vai, entre outros aspetos, apoiar os pais com dificuldades linguísticas.

Como já tinha sido anunciado, o Ministério da Educação quer criar um dispositivo, que ajudará os alunos a fazerem os trabalhos de casa nas chamadas ‘maisons relais’ e outras estruturas de acolhimento extracurricular (‘foyers scolaires’), assim como nos assistentes parentais.

O objetivo é que o mais tardar até setembro de 2024 os funcionários destas estruturas possuam as competências necessárias para o enquadramento das crianças. Para isso, vão começar a receber formação já a partir do próximo mês de setembro. Trata-se de cursos online dados pelo Instituto de Formação e Educação Nacional (IFEN). Note-se que estes trabalhadores têm de ter pelo menos um ‘diploma de fim de estudos secundários’ (nível B1), assim como competências linguísticas em francês, alemão e luxemburguês.

Outra aposta do ministério diz respeito à nova ferramenta online ‘E-Bichelchen’, uma espécie de diário digital da turma, que permite trocar informações sobre os trabalhos de casa do aluno. Professores, educadores, pais e o próprio aluno podem aceder à plataforma e gerir, em conjunto, os trabalhos de casa.

A ideia é que o pessoal daquelas estruturas de acolhimento extracurricular preste assistência ao aluno e o ajude a organizar o seu trabalho. Se a criança tiver dificuldades com determinada tarefa, o profissional ajuda-o a compreender melhor o exercício. No final, revê o trabalho com o aluno e, no caso de alguma dificuldade em particular, deve deixar uma nota no ‘E-Bichelchen’. Desta forma, professores e pais serão informados de eventuais necessidades em termos de apoio pedagógico suplementar.

Claude Meisch quer “promover justiça social” e aliviar famílias com dificuldades linguísticas

Em conferência de imprensa, no início do mês, o ministro da Educação, Claude Mesich, garantiu que um dos grandes objetivos da medida é a “promoção da justiça social”. O ministério explica que, assim, todas as crianças terão acesso ao apoio necessário para realizarem os trabalho de casa, incluindo aquelas que não têm, no domicílio, um local tranquilo para o fazerem, e também aquelas cujos pais não dominam as línguas do país e têm por isso dificuldades em ajudar os filhos.

“A ajuda aos trabalhos de casa deverá também aliviar as famílias e evitar a pressão e o stress em casa”, garante o ministério, acrescentando que as crianças deverão assim deixar de ter trabalhos por fazer a partir do momento em que deixam os ateliês de tempos livres.

O ministro da Educação, Claude Meisch, reconhece que “pode ser útil consolidar pontualmente as matérias ensinadas a escola através dos trabalho de casa”, mas frisa que “isso representa um grande desafio para inúmeras famílias que não têm as competências linguísticas ou o tempo necessário para acompanhar os filhos”.

O ministério acredita que a nova estratégia permitirá também aproximar pais, educadores e professores, criando uma “verdadeira parceria educativa em torno da criança, na qual haverá uma troca de informação sobre a maneira como a criança fez os trabalhos de casa, as dificuldades que encontrou e a forma como pode ser ajudada”.

A ajuda aos trabalhos de casa deverá entrar em vigor em setembro de 2024. Os projeto de Claude Meisch será discutido esta semana na comissão parlamentar da educação. O ministro da Educação será ouvido pelos deputados daquela comissão na quinta-feira, a partir das 8h.

Xavier Bettel testa positivo à Covid-19

O primeiro-ministro, Xavier Bettel, testou positivo à Covid-19. O anúncio foi feito hoje pelo Ministério de Estado.

Depois de uma triagem regular por meio de testes rápidos de antigénio, Xavier Bettel testou positivo e colocou-se em auto-isolamento.

Um teste de PCR confirmou depois este resultado e o primeiro-ministro vai permanecer isolado.

Segundo o comunicado, Bettel apresenta apenas sintomas ligeiros e vai continuar a exercer as suas funções em teletrabalho.

Esta é a segunda vez que o chefe do Governo testa positivo à Covid-19, depois do primeiro caso, em finais de junho de 2021, quando ainda tinha a primeira dose da vacina. 

Varíola dos macacos. Nenhuma hospitalização no Luxemburgo

Até dia 13 de julho, o Luxemburgo registava oito casos de varíola dos macacos, de acordo com o mais recente balanço do Ministério da Saúde. Até agora, não houve qualquer hospitalização no país relacionada com a doença.

No balanço semanal sobre a doença, divulgado no fim de semana, a Direção da Saúde apela para que a população se proteja contra o vírus, evite as situações de risco e limite, assim, a propagação da doença.

Lavar as mãos com sabão regularmente, evitar partilhar lençóis e toalhas com pessoas infetadas ou que tenham estado em contacto com pessoas infetadas e usar proteção nas relações sexuais são algumas das medidas de proteção.

Até ao dia 12 de julho, a Europa contabilizava um total de 8.238 casos de varíola dos macacos, notificados ao Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doenças e à Organização Mundial da Saúde. Desses, 6.899 foram confirmados em laboratório.

De acordo com os dados divulgados pela Direção da Saúde, 183 pessoas foram hospitalizadas, sendo que dessas 98 precisaram de cuidados de saúde. Três casos acabaram nos cuidados intensivos, não havendo contudo, até agora, mortes relacionadas com a doença. Erupções cutâneas, febre, cansaço, dores musculares, vómitos, diarreia, calafrios, dores de garganta e de cabeça são os sintomas mais frequentes. 

Calor. Alerta vermelho para todo o país na terça-feira 

As temperaturas vão continuar a subir no Grão-Ducado e todo o cuidado é pouco. Na terça-feira, todo o território luxemburguês vai estar em alerta vermelho devido às temperaturas elevadas, que podem chegar aos 38º graus.

O alerta vermelho - o mais grave - é válido durante toda a tarde, entre as 13h e as 21h. Esta segunda-feira, o país está já em alerta laranja devido às altas temperaturas.

O instituto de meteorologia alerta para o risco de problemas de saúde, especialmente nos idosos, crianças, e pessoas com doenças crónicas ou problemas de saúde mental, e pessoas isoladas.

Portugal continental passou a situação de alerta face à melhoria das condições

Em Portugal, a situação face aos incêndios baixou para o nível de alerta, suspendendo-se a contingência, que estava em vigor desde segunda-feira passada. Em causa está uma melhoria das condições meteorológicas.

A situação de alerta estará em vigor em Portugal continental até terça-feira, dia em que voltará a ser reavaliada, de acordo com o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro.

O balanço da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil é de 206 ocorrências que obrigaram a assistência.

Além da morte do piloto de um avião anfíbio de combate a incêndios, que se despenhou, sexta-feira, em Castelo Melhor, concelho de Foz Coa, há ainda a registar cinco feridos graves (três elementos de proteção civil e dois civis).

Jean Asselborn e homólogos europeus discutem apoio à Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, participa esta segunda-feira na reunião do Conselho dos Negócios Estrangeiros da União Europeia (UE), em Bruxelas.

O destaque do encontro vai para as discussões em torno do apoio da UE à Ucrânia, na sequência da agressão russa. O homólogo ucraniano, Dmytro Kuleba, vai fazer uma intervenção por videoconferência.

Depois, os ministros vão abordar questões relacionadas com a América Latina e as Caraíbas, a situação no Sri Lanka, as relações com Israel e os últimos desenvolvimentos na República Democrática do Congo.

AIE alerta para risco de cortes e pede aos europeus para reduzirem o consumo de gás

A Agência Internacional de Energia (AIE) pediu esta segunda-feira aos europeus para reduzirem já o consumo de gás para poderem passar o inverno, porque as medidas tomadas até agora são insuficientes.

O diretor executivo da agência propõe cinco medidas de emergência destinadas à indústria, ao setor da eletricidade e do gás e aos Governos da União Europeia (UE) para coordenar a ação, mas também aos consumidores para reduzir a temperatura do aquecimento.

"Se tais medidas não forem implementadas agora, a Europa estará numa posição extremamente vulnerável e poderá enfrentar cortes e reduções muito mais drásticas mais tarde", adverte o responsável numa mensagem emitida numa semana em que a UE-27 deverá adotar uma posição comum sobre o desafio dos cortes na oferta russa.

 Libertada jornalista russa que mostrou cartaz contra a guerra na TV

A jornalista russa Marina Ovsianni--kova, famosa por ter aparecido na televisão com um cartaz contra a ofensiva russa na Ucrânia, disse ter sido libertada após algumas horas de detenção na Rússia.

"Estou em casa. Está tudo bem", disse Ovsiannikova, de 44 anos, numa nota publicada no Facebook esta madrugada.

Segundo o advogado de Ovsiannikova, a jornalista foi detida sob suspeita de ter "desacreditado" o exército, durante uma intervenção perante um tribunal de Moscovo, na semana passada, em apoio a Ilia Iachine, um opositor do regime russo, preso por ter criticado a ofensiva na Ucrânia.

Esta acusação, criada após o início da intervenção militar russa, acarreta uma pena de até 15 anos de prisão. 

Custos da construção em alta. Revestimento de piso regista a maior subida

Os custos da construção continuam a aumentar. Novos dados do Instituto Nacional de Estatística (Statec) revelam que os preços cresceram 8,3% entre outubro de 2021 e abril deste ano. 

Segundo o Statec, em causa está um aumento dos preços dos materiais, transporte e montagem. Tudo somado, aumenta a fatura dos construtores “que, em média, têm de desembolsar mais 10,1% com os trabalhos de carpintaria de exterior na construção de habitação e 6,3% com os trabalhos de fachada das casas”, sublinha o gabinete de estatística.

Mas são os trabalhos de revestimento de piso cujo preço mais aumentou naquele período: 13%. Em segundo lugar, surge a instalação técnica de elevadores, que está 11,7% mais cara e, em terceiro, a carpintaria de interior, que encareceu 10,3%.

O índice dos preços da construção mede as variações dos preços dos trabalhos realizados na construção de habitação, tendo em conta a evolução dos preços dos materiais, da mão de obra e também das alterações ao nível da produtividade e margem dos empresários..

O índice é publicado duas vezes por ano: em janeiro são divulgados os preços referentes a outubro do ano precedentes e em julho os dados de abril.

Empresário turco acusado de branquear 133 milhões através do Luxemburgo 

Sezgin Baran Korkmaz é acusado de branqueamento de mais de 133 milhões de dólares (cerca de 131 milhões de euros) através de contas na Turquia e no Luxemburgo.

Um empresário turco acusado de branqueamento de capitais foi extraditado da Áustria para os Estados Unidos na sexta-feira, informou o Departamento de Justiça dos EUA.

Sezgin Baran Korkmaz foi escoltado por agentes da lei americanos até Utah, onde foi acusado de branqueamento de mais de 133 milhões de dólares (cerca de 131 milhões de euros) através de contas na Turquia e no Luxemburgo.

Korkmaz foi preso na Áustria em junho de 2021 e desde então tem lutado contra a extradição para os Estados Unidos. Ele tinha dito a um jornalista turco na prisão que preferia ser julgado no seu próprio país, onde também é procurado por lavagem de dinheiro e fraude.

De acordo com uma acusação dos EUA, o Korkmaz e os seus cúmplices estavam envolvidos num esquema para defraudar o Tesouro dos EUA, apresentando falsas alegações de mais de mil milhões de dólares em créditos fiscais, alegadamente para a produção e venda de biodiesel pela sua empresa, Washakie Renewable Energy LLC. 

Alegadamente utilizaram as receitas da fraude para adquirir casas de luxo, empresas como a Biofarma, a companhia aérea turca Borajet, um iate chamado "Queen Anne", um hotel na Turquia e uma vivenda e apartamento no Bósforo em Istambul, de acordo com as autoridades norte-americanas.

Segundo o Ministério da Justiça, a Korkmaz enfrenta uma pena máxima de 20 anos de prisão por cada acusação de conspiração para cometer branqueamento de capitais, fraude bancária e obstrução de procedimentos oficiais.

O nome de Korkmaz apareceu na lista de personalidades mobilizadas por Ancara para ganhar favores com Donald Trump após a sua eleição como presidente dos EUA em 2016, de acordo com o Projeto de Reportagem sobre Crime Organizado e Corrupção (OCCRP), um consórcio de jornalistas de investigação. 

Segundo o OCCRP, Korkmaz facilitou em 2018 a visita à Turquia de funcionários norte-americanos ligados a Trump para assegurar a libertação de um pastor norte-americano, Andrew Brunson, que foi então detido na Turquia.

Autocarros substituem comboios entre Bettembourg e a capital a partir desta segunda-feira

Vão ser pelo menos três semanas de dificuldades para os utilizadores das linhas ferroviárias 60 e 90. Devido a obras, os comboios não circulam entre Bettembourg e a Cidade do Luxemburgo. Os autocarros de substituição serão fornecidos pelos CFL. 

Trata-se das linhas 60 (Rodange-Luxemburgo), 90 (sillon lorrain) e do TGV Paris-Luxemburgo.

Combustíveis mais caros a partir de sábado 

Os preços dos combustíveis vão aumentar a partir da meia-noite.

As tarifas da gasolina sem chumbo 95 sobem 0,8 cêntimos para 1,732 euros por litro. As da gasolina 98 octanas aumentam 0,3 cêntimos para 1,958 euros.

No caso do gasóleo, a subida é de 3,4 cêntimos para 1,862 euros por litro. 

Dois homens morrem em acidentes na estrada durante a noite

Fim de semana negro nas estradas luxemburguesas. Duas pessoas morreram na noite de sábado para domingo após acidentes de viação, em Clervaux e Schifflange.

Em Clervaux, tratou-se de um acidente com uma mota, na Route de Letzweiler. A vítima é um homem de 63 anos, originário de Wiltz, que perdeu a vida depois de bater contra uma árvore

O segundo acidente mortal ocorreu na estrada CR166, entre Schifflange e Kayl. Também aqui se tratou de uma colisão com uma árvore. O embate foi seguido de uma explosão, vitimando mortalmente o condutor de 45 anos.

Benfica com Midtjylland ou AEK Larnaca no acesso à Liga dos Campeões

O Benfica vai defrontar os dinamarqueses do Midtjylland ou os cipriotas do AEK Larnaca na terceira pré-eliminatória da edição 2022/23 da Liga dos Campeões em futebol, ditou o sorteio hoje realizado em Nyon, na Suíça.

O primeiro encontro entre a equipa portuguesa e o vencedor da segunda pré-eliminatória disputa-se a 2 ou 3 de agosto, no Estádio da Luz, em Lisboa, e o segundo a 9 de agosto, na Dinamarca ou no Chipre.

Para chegarem à fase de grupos, na qual já estão o campeão nacional FC Porto e o ‘vice’ Sporting, os ‘encarnados’, terceiros da I Liga portuguesa 2021/22, terão de ultrapassar a terceira pré-eliminatória e ainda o ‘play-off’.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.