“A indexação é de 2,5%, mas o aumento líquido não”, alerta OGBL
Radio Latina 24.10.2022
Salários e pensões

“A indexação é de 2,5%, mas o aumento líquido não”, alerta OGBL

Salários e pensões

“A indexação é de 2,5%, mas o aumento líquido não”, alerta OGBL

Foto: Getty Images
Radio Latina 24.10.2022
Salários e pensões

“A indexação é de 2,5%, mas o aumento líquido não”, alerta OGBL

O sindicato reivindica uma atualização da tabela fiscal.

Alerta da OGBL. A indexação salarial é de 2,5%, mas o aumento líquido não. O mecanismo de adaptação dos salários e pensões à inflação estipula um aumento de 2,5% quando o ‘index’ é acionado, mas, na prática, o aumento líquido não chega a 2,5%. Em causa está a tabela fiscal que não é adaptada à inflação, como explicou à Rádio Latina, Frédéric Krier, da OGBL.

Trocado por miúdos: quanto mais se ganha, mais em impostos se paga. Segundo o sindicalista, num ordenado de cerca de 4.000 euros, por exemplo, um aumento bruto de 2,5%, acaba por traduzir-se em cerca de 1,75% líquidos.

Os salários e pensões são adaptados à inflação, mas os impostos não. Krier lembra que nem sempre foi assim e que a última vez que a tabela fiscal foi adaptada foi em 2017.

A OGBL reivindica então que, tal como os salários e pensões, também a tabela fiscal seja adaptada à inflação. A proposta esteve em cima da mesa da última reunião tripartida, mas não lhe foi dado seguimento.

Frédéric Krier, da OGBL, garante que o sindicato vai continuar a acompanhar este dossiê.

Note-se que a próxima indexação dos salários e pensões está prevista para o início do próximo ano. É esperada uma tranche em fevereiro e uma em abril.

Diana Alves

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Les bénéficiaires du Smic toucheront 34 euros de plus tous les mois.
A Presidente da OGBL, Nora Back.