"A Guerra dos Tronos". Ator achou que último episódio era uma piada

"A Guerra dos Tronos". Ator achou que último episódio era uma piada

Foto: HBO
Radio Latina 2 min. 22.05.2019

"A Guerra dos Tronos". Ator achou que último episódio era uma piada

Alerta: este artigo contém spoilers.

(Notícia atualizada às 23:16.)

A série "A Guerra dos Tronos" (GOT, na sigla em inglês) chegou ao fim no passado dia 19 de maio e muito se tem discutido sobre o destino escolhido para as personagens principais. A oitava – e última – temporada gerou bastante polémica, tendo até surgido uma petição que pede para que sejam refeitos todos os capítulos. O documento conta já com mais de um milhão de assinaturas.

Gostando ou não do final, a verdade é que o fim de GOT marca o fim de uma era. A série tornou-se a mais vista e celebrada em todo o mundo. Algumas das personagens mais importantes desde o início acabam por morrer nos últimos capítulos – Cersei e Daenerys – deixando o "Trono de Ferro" livre.

Por sugestão de Tyrion, o trono dos "Seis Reinos" é ocupado por Bran Stark, o "Corvo de Três Olhos". Ora, ninguém previa este desfecho, já que todas as apostas para ocupar o lugar caíam em Jon Snow. Mas não foram apenas os fãs que ficaram surpreendidos.

Bran Stark, atualmente com 20 anos, entrou na série com apenas 12 anos, tendo participado nas várias temporadas.
Bran Stark, atualmente com 20 anos, entrou na série com apenas 12 anos, tendo participado nas várias temporadas.
Foto: Shutterstock

O ator da série Isaac Hempstead-Wright, que vestiu a pele de Bran Stark, afirmou ao site norte-americano Entertainment Weekly que quando leu o argumento do último episódio achou que estavam a pregar-lhe uma partida.

"Pensei genuinamente que era uma piada. Que os produtores tinham enviado a toda a gente um guião onde as personagens que interpretam acabavam no Trono de Ferro. Depois percebi que era real", disse. Em declarações à publicação online o ator admitiu também que desejava outro fim: uma morte triunfante, tal como outras personagens de GOT. "Eu queria morrer, que houvesse uma cena incrível com uma cabeça a explodir ou assim".

Isaac Hempstead-Wright defendeu-se, no entanto, das críticas sobre a última temporada, e mostrou-se a favor do desfecho escolhido pelos realizadores. "Nem toda a gente vai ficar feliz. É difícil terminar uma série tão popular sem que algumas pessoas fiquem chateadas. Acho que ninguém pensará que era previsível. É agridoce, tal como o George R.R. Martin quis que fosse. É o fim apropriado para esta saga épica".

Isaac entrou na série com apenas 12 anos. A sua adolescência passou, aliás, pelas várias temporadas. Atualmente com 20 anos, ainda vive o sonho de ter participado numa das séries mais populares de televisão mundial, sem revelar qual o próximo passo na carreira.

Ana Patrícia Cardoso


Notícias relacionadas