Escolha as suas informações

Vendas do setor petrolífero aumentam 6,2% no Luxemburgo

Vendas do setor petrolífero aumentam 6,2% no Luxemburgo

Foto: Pierre Matge
Economia 16.04.2019

Vendas do setor petrolífero aumentam 6,2% no Luxemburgo

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
O aumento da procura por parte dos transfronteiriços beneficiou o Luxemburgo.

As vendas dos distribuidores luxemburgueses de produtos petrolíferos aumentaram 6,2% entre 2017 e 2018. De acordo com Agrupamento Petrolífero Luxemburguês, da Federação de Indústria do Grão-Ducado, este aumento de vendas deve-se à "forte procura de combustível" por parte dos transfronteiriços alemães, franceses e belgas.

No último semestre de 2018, os preços de transporte e de venda de combustível na Alemanha aumentaram, obrigando a uma maior procura no Luxemburgo.

Em França e na Bélgica, o movimento dos coletes amarelos perturbou a cadeia logística com bloqueios de autoestradas e refinarias, esgotando o combustível em centenas de estações de serviço.

Quem ficou a ganhar mais uma vez foi o Luxemburgo, que conseguiu não só abastecer o mercado interno, como a crescente procura dos países vizinhos.

Quanto ao anúncio do Governo sobre o aumento dos impostos sobre os combustíveis, a partir de 1 de maio, para ajudar a cumprir a meta sobre o clima, o presidente do Agrupamento Petrolífero Luxemburguês prevê um impacto importante sobre os custos do setor da logística.

Romain Hoffman dá como exemplo os camionistas, que são "uma clientela muito sensível aos preços" e que representam cerca de um terço do volume de compra do gasóleo.

Com um aumento dos preços em perspetiva, os responsáveis do setor do petróleo receiam agora uma redução nas vendas, uma perda de receitas para o Estado, perdas de postos de trabalho e de investimentos no setor.

Segundo os números divulgados esta terça-feira, o setor emprega 2.600 trabalhadores, sendo que o Grão-Ducado tem 234 estações de serviço.


Notícias relacionadas