Escolha as suas informações

Vendas de carros no Luxemburgo sobem 6% em janeiro
Economia 15.02.2018

Vendas de carros no Luxemburgo sobem 6% em janeiro

Vendas de carros no Luxemburgo sobem 6% em janeiro

Foto: Guy Jallay
Economia 15.02.2018

Vendas de carros no Luxemburgo sobem 6% em janeiro

Em janeiro deste ano, venderam-se 4.349 carros novos no Luxemburgo, um aumento de quase 6%, face ao mesmo mês de 2017. Os dados são da Associação Europeia de Construtores de Automóveis (ACEA) que divulgou dados sobre todos os Estados-membros da União Europeia (UE).

Em janeiro deste ano, venderam-se 4.349 carros novos no Luxemburgo, um aumento de quase 6%, face ao mesmo mês de 2017. Os dados são da Associação Europeia de Construtores de Automóveis (ACEA) que divulgou dados sobre todos os Estados-membros da União Europeia (UE).

Em termos globais – incluindo os 28 países da UE – as vendas cresceram significativamente no primeiro mês do ano: foram vendidas mais de 1,2 milhões de viaturas, um aumento de 7,1% face ao período homólogo.

Quase todos os países registaram subida, com exceção do Reino Unido, que sofreu uma quebra de 6,3%. Espanha registou o maior aumento, de mais de 20% e a Alemanha teve uma subida de mais de 11% nas vendas de automóveis.

Entre as marcas mais procuradas está o grupo da Volkswagen, que além desta inclui marcas como a Audi ou a Porsche. A seguir vem o grupo da Peugeot, Opel e Citroen.


Notícias relacionadas

Vendas de automóveis aumentam no primeiro trimestre
Os três primeiros meses de 2018 foram pródigos em vendas de veículos novos no Luxemburgo, com destaque para março. As marcas alemãs continuam a dominar as vendas no Grão-Ducado que apresenta resultados superiores à média registada na União Europeia, onde Portugal regista uma certa estabilidade e alguns mercados perdas consideráveis, com particular destaque para o Reino Unido.
Os 14.296 veículos novos vendidos no Luxemburgo representam uma subida de 7,17% em telação ao período homólogo do ano passado.
Eurostat: Zona euro cresce ao ritmo mais elevado desde 2011
A economia da zona euro cresceu 2,1% no segundo trimestre do ano, face ao período homólogo. Os dados ficam em linha com o previsto pelos analistas. Este é o ritmo mais elevado desde 2011, de acordo com os dados do Eurostat, já que nos primeiros três meses daquele ano, a economia cresceu 2,9%.