Escolha as suas informações

UE. Luxemburgo tem uma das taxas mais baixas de trabalhadores independentes
Economia 16.06.2020

UE. Luxemburgo tem uma das taxas mais baixas de trabalhadores independentes

UE. Luxemburgo tem uma das taxas mais baixas de trabalhadores independentes

DR
Economia 16.06.2020

UE. Luxemburgo tem uma das taxas mais baixas de trabalhadores independentes

Diana ALVES
Diana ALVES
Luxemburgo e Dinamarca ocupam os últimos lugares da tabela de comparações europeia.

O Luxemburgo tem uma das taxas mais baixas de pessoas que trabalham por conta própria na União Europeia (UE). 

Segundo dados do Eurostat, divulgados esta terça-feira, a percentagem de trabalhadores independentes no Grão-Ducado, assim como na Dinamarca, é de 4%, o valor mais baixo entre todos os países do bloco comunitário.

No conjunto dos Estados-membros da UE, em 2019, 18 milhões de pessoas entre os 20 e os 64 anos trabalhavam por conta própria, o que equivale a 9% do total do emprego. 

Na comparação europeia, e enquanto Luxemburgo e Dinamarca ocupam os últimos lugares da tabela, a Grécia aparece no extremo oposto, apresentando a taxa mais elevada, a rondar os 21%.


Trabalhadores independentes podem receber apoio até 4.000 euros
As candidaturas online arrancam a 12 de maio.

No seu site oficial, o gabinete europeu de estatística sublinha que “embora beneficiem de maior autonomia e flexibilidade no trabalho, em tempos como estes, os independentes poderão estar entre os mais afetados economicamente pela pandemia de covid-19”.

Por cá, para fazer face a este cenário, o Governo luxemburguês criou um pacote de ajudas específicas destinadas a quem trabalha por conta própria. Em causa estão as chamadas “ajudas de urgência”, que podem chegar aos 4.000 euros. 

As condições e procedimentos para ter acesso a estes apoios estão disponíveis no site myguichet.lu.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas