Escolha as suas informações

Turistas portugueses gastam 96 milhões de euros no Luxemburgo
Economia 22.02.2019

Turistas portugueses gastam 96 milhões de euros no Luxemburgo

Turistas portugueses gastam 96 milhões de euros no Luxemburgo

Foto: Pierre Matgé
Economia 22.02.2019

Turistas portugueses gastam 96 milhões de euros no Luxemburgo

Parque Maravilhoso de Bettembourg é a atração mais visitada no Luxemburgo.

De acordo com dados do Banco de Portugal recolhidos pela agência de notícias e viagens PressTUR, os gastos turísticos de residentes em Portugal feitos no Luxemburgo aumentaram no último ano, totalizando 96,62 milhões de euros. Comparado com 2017, o aumento foi de 16,7%, ou seja, mais 13,85 milhões.

Espanha (3,76 mil milhões de euros), França (652,25 milhões de euros), Reino Unido (418,88 milhões), Alemanha, Estados Unidos, Bélgica, Itália e Holanda foram os únicos países onde os gastos dos turistas portugueses ultrapassaram os cem milhões de euros.


Turismo: Luxemburgo tem cerca de 64 mil camas
Turismo: Luxemburgo tem cerca de 64 mil camas

Parque Maravilhoso de Bettembourg é o mais visitado

O turismo no Luxemburgo continua a crescer um pouco por todo o país, com destaque para a zona histórica da capital, o castelo de Vianden e o Mullerthal. Só entre janeiro e junho do ano passado foram contabilizadas 1.287 mil dormidas de turistas no país, representando um aumento de 4,1%, face ao mesmo período do ano passado.

A maior parte dos visitantes chega de países próximos, nomeadamente da Bélgica e da Holanda, mas regista-se igualmente uma crescente afluência de espanhóis (+15%) e de japoneses.


Salão do Turismo visitado por mais de 30 mil pessoas
Mais de 30 mil pessoas visitaram o Salão do Turismo.

Segundo números divulgado no ano passado pela secretária de Estado da Economia, Francine Closener, com mais de 145.308 turistas o Parque Maravilhoso de Bettembourg foi a atração mais procurada, seguida das visitas guiadas à capital (145.308) e do castelo de Vianden (67.337).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas